São Francisco Futebol Clube (Pará)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
São Francisco Futebol Clube (Pará)
Escudo do São Francisco-PA.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Seu Chico Futebol Clube
Origem link={{{3}}} Pará - Santarém
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Paraense
Divisão Primeira divisão
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



São Francisco Futebol Clube é apenas mais um time sem criatividade vindo de Santarém que não tem a menor importância ou relevância futebolística, sendo um time esquecido e negligenciado, que sonha com o dia que criem o estado de Tapajós e assim o clube tenha pelo menos alguma possibilidade de ter algum título estadual, algo impossível contra os times de Belém.

História[editar]

Fundação[editar]

O São Francisco foi fundado no ano de 1929 na então aldeia indígena de Santarém no extremo oeste do Pará. Na época havia uma escolinha de futebol na qual pivetes se reuniam para vagabundear e jogar futebol ao invés de estudar, mal sabiam esses vagabundos despretensiosos que estavam contribuindo para a criação de um time de futebol que futuramente seria um dos maiores figurantes da história do campeonato paraense.

Trajetória no século XX[editar]

O São Francisco (não o rio no Nordeste) permaneceu esquecido pela humanidade nas próximas 80 décadas após a sua fundação, servindo apenas como time figurante do futebol paraense destinado a fazer com que os títulos de Remo e Paysandu não fossem conquistado só num joguinho de um contra o outro. A história de 1929 é muitas vezes contestada com acusações de ser uma história inventada, e de que o time foi fundado mesmo só em 1990.

Estreia numa competição nacional[editar]

O ano de 1998 foi especial para o São Francisco, pois o time ganhou o título de melhor coadjuvante do Pará (ficou em terceiro atrás de Remo e Paysandu) e assim garantiu direito de jogar a Série C de 1998 (porque a Série D ou E ainda não existiam). O time não depecionou a sua apaixonada torcida, e em casa pagou o maior mico da história do clube ao empatar de 0x0 com o São Raimundo de Manaus e ser eliminado nos pênaltis, provando que o time é freguês para qualquer São Raimundo.

Falência[editar]

No ano 2000 o São Francisco foi rebaixado na porcaria do estadual paraense, se nem no ano de 2017 sabemos direito que times disputa o torneio estadual, em 2000 não há qualquer pistas de quem participou, mas o São Francisco cometeu o mico de rebaixar mesmo assim. A diretoria, todavia, foi honrada e tomou a atitude que qualquer time com caráter numa situação destas tomaria, e assim decretou falência, desistindo da vida após tão miserável rebaixamento.

Retorno[editar]

Após um hiato de 10 anos, o time é reativado em 2010 por um grupo de desocupados insistentes, e em 2011 a equipe voltava para a primeira divisão estadual.

Pelos anos seguintes (2012, 2013, 2014, 2015) o time retomou às suas atividades rotineiras de ser apenas uma mera equipe totalmente figurante do futebol paraense.

Temporada 2016[editar]

Para o ano de 2016 o São Francisco manteve a filosofia do que sabe fazer melhor: ser figurante no estadual. No primeiro turno, nem passou da primeira fase, e no segundo turno, por cagada passou da primeira fase. Como Paysandu e Remo estavam de férias, o São Francisco precisou vencer apenas Paragominas na semifinal e Cametá na final para ganhar o segundo turno. Na final de verdade, perdeu obviamente, para o Paysandu.

A campanha, todavia, serviu pelo menos para classificação inédita do time para uma Série D de 2016.

Torcida[editar]

O São Francisco tem uma auto-proclamada maior torcida de todo o suposto estado do Tapajós. Na prática, só um punhado de gente desocupada que vai para o estádio apenas para ficarem um tempo longe de suas patroas feias pra caralho e que gritam alto.

Títulos[editar]