São Francisco de Itabapoana

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mazzaropi02.jpg Enxada-2.pngEsti artigu é caipira, sô!!Enxada-1.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

Bandeira
Brasão

São Francisco de Itabapoana[editar]

Cidade entre nada e lugar nenhum, que jamais cresceu e jamais irá crescer. Fazia parte de São João da Barra (quem?). Hoje o município conta com dezenas de distritos com nomes bizarros tais como: Pingo d'água, Quebra Cangalha, Morro Alegre, Tininholândia Imburi, Volta da Popa, Lagoa Feia,Gargaú, Morro do Bode, Lagoa dos Paus, Passa Calado, Coréia e Carrapato. Tem como fonte de renda a agricultura (maracujá, abacaxi e outras frutas), a ladroagem política e o império da farinha e tapioca. Talvez por isso não se saiba o que é educação, saúde ou esportes na cidade que se orgulha em ser a cidade menos alfabetizada do estado e de ter um IDH bem parecido com o de Serra Leoa ou Somália.

Política[editar]

Depois do longo reinado de D.Pedro Cherene, o velho ficou cansado, caduco e teve que correr pra renovar seu processo de mumificação. Sendo assim a cidade teve que "eleger" um novo governante, o processo eleitoral teve mais mortos que os conflitos na faixa de Gaza, foram gastas toneladas de tapioca na compra de votos, os políticos locais trocaram mais de parceiro que puta nova em zona e por fim foi eleito obviamente o cara que ficou do lado do Garotinho (King Size do Rio de Janeiro).

Turismo e Praias[editar]

São Chico (para os mais intímos) tem um extenso litoral, com suas águas achocolatadas ( cor de café com leite), que atraem malucos quem vêm da própia roça ou de Guarús (Distrito mais pobre da cidade de Campos). Existe também um fenômeno inexplicável do êxodo mineiro, esses pão duros comedores de pão-de-queijo que falam: "ôce" e "trem bão", têm uma doentia relação com as praias de Santa Clara e Guaxindiba, Indo pra esses locais em janeiro, desaparecendo misteriosamente no mês seguinte.

Verão e Carnaval[editar]

Normalmente no verão a população multiplica por 100 e a prefeitura contrata um grupo de pagode decadente, Biquini Cavadão e mais um Forró bravo tipo Limão com mel (para delírio da população local), além de bandas famosíssimas de renome internacional como Estrela Radiante e Mazinho e banda.
O carnaval é animado sempre por Mazinho e banda em todas as praias todos os dias, pelo Bloco das piranhas, o supremo, inoxidável e indescritível Boi Costela, e o Bloco do mama na mula, uma mula de madeira carregada com dois tonéis de cachaça que desfila pelas ruas de Barra de itabapoana, distribuindo felicidade para a população de um lugar onde um copo de cachaça vale mais que um litro de leite.

Festival do Maracujá[editar]

Realizado em Travessão de Barra (grandes merdas não saber isso), todo ano a prefeitura contrata a banda limão com mel, Terra samba e mais um artista evangélico qualquer pra animar o festival. onde se vê de tudo menos maracujá.