São Gonçalo do Rio Preto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

São Gonçalo do Rio Preto é uma cidade a quilômetros do litoral mas que se denomina "cidade de praia e capital turística do Vale do Jequitinhonha", esse título se deve ao fato da maioria da população do vale não ter dinheiro para pagar o "busão" e ir para uma praia de verdade na Bahia.

História[editar]

Acredite, mas ela é menor que essa foto.

Quem se importa com a história desse fim de mundo que tem uma praia no meio do mato? É como dizer que o Paraguai recebe muitos turistas que vão lá fazer turismo de verdade e não Contrabando ou tráfico de drogas. Enfim, ninguém jamais foi atrás da história de São Gonçalo do Rio Preto, o que se sugere é que tenha sido uma vila de fofoqueiras no passado.

Hoje, ainda é uma vila de fofoqueiras, só que com bar e um hotel/churrascaria que chamam de "restaurante da cidade" pois é o único que se tem.

Foda-se, muita curtição e azaração nessa cidade sem mulheres e eleita uma das cidades mais caretas e monótonas do vale do Jequitinhonha.

Enfim, o turismo[editar]

Sao Gonçalo do Rio Preto tem um amontoado de choupanas e sua população tem como hobby principal a fofoca, alias fofoqueiros e o que mais tem na cidade de cada 10 habitantes tem ha pelo menos 11 arengueiros, pois pelo menos um esta escondido. A característica principal desses bando de fofoqueiros e tecer intrigas e disseminar inveja. Nao se sabe se ha na cidade mais invejosos ou arengueiros.

Certa vez, um relações públicas (tem isso em São Gonçalo do Rio Preto?) forçou o prefeito a falar merda e ditar uma citação que seria o lema da cidade:

Cquote1.png A cidade de São Gonçalo do Rio Preto é o turismo de São Gonçalo do Rio Preto! Cquote2.png
Prefeito

O que ele quis dizer com isso? Porra nenhuma mesmo. Mas enfim, enquanto todos ficam deduzindo o que ele quis dizer nós sabemos que se a cidade for tal como o turismo dela podemos dizer que ela deve ter menos de dois quilômetros quadrados, ter menos que 10 ruas e ser um amontoado de gente Pobre e Caipira.

Vamos agora ver um pouco da descrição do que tem na cidade para se divertir: uma praia (mas ela não fica no litoral...) especialmente para pessoas de classes econômicas mais baixas, há bares (três para ser mais exato) feitos para os pobres coitados que vão ter que vão ter que ficar na cidade mais um dia pois pagaram o mico de pagar a diária do hotel/churrascaria local.

Nos bares temos a grande incidência de gente podre de bêbado, e apesar de ter muitos homens, não se vê uma mulher lá faz 20 anos, não se sabe se confundiram as mulheres com os homens, vai saber São Gonçalo do Rio Preto é muito estranho.

Rotina[editar]

Temos a parte da curtição de São Gonçalo do Rio Preto (que não é "tão" curtição) agora vamos para a rotineira, ou seja a parte chata. Basicamente se resume a essas práticas:

  • Tentar caber na micro-igreja que existe lá
  • Passar o dia vendo a grama crescendo

E é a pura verdade.