São João da Paraúna

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

São João da Paraúna (não ficaria melhor se chamar de "São João de Paraúna"?) é uma cidadezinha de meia-dúzia de habitantes lá no sul de Goiás que tem em sua existência uma completa irrelevância para o progresso do estado.

História[editar]

Vista aérea da roça.

Região que surgiu por volta de 1946 quando um fazendeiro de Paraúna decidiu plantar papoulas (para produzir ópio), mas deveria fazer isso o mais distante da cidade, e então criou essa fazenda no meio do nada.

Com o tempo foi se formando um pequeno povoado ali, mas quando eu falo pequeno, é pequeno mesmo, de acordo com o IBGE tem uns 1000 metros quadrados, dá para construir umas 20 quitinetes.

Em 1989 passa a ser considerado um município não se sabe até hoje porque, um negócio minúsculo desses não merece ser nem distrito, no máximo um pequeno complexo de fazendas distantes, mas a merda já está feita. Deve ser uma moleza ser prefeito e vereador nessa cidade.

Atualmente é uma cidade mais feliz, porque foi lembrada na Desciclopédia.

Economia[editar]

Cidade responsável por 0,000000067% do PIB de Goiás contribuindo com R$ 1,99 e 2 tickets vale-refeição com as contas do estado.

Há uma pequena plantação de milho, 1 moinho, nenhum hospital, 2 escolas, umas 10 casas, 1 estaleiro, 1 curral e 3 galinheiros.

População[editar]

1.600 habitantes, tem menos gente que o número de gente que escreve na Desciclopédia. Dá para colocar todos numa kombi e levá-los para um lugar melhor.

Transportes[editar]

Cidade na beira da estrada de barro, nas ruas de São João da Paraúna, entre dois buracos é possível encontrar algum resíduo asfalto.

Ver também[editar]