São José do Rio Pardo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

FORA ERNANI

Serjão entrevista.jpg Enxada-1.png Esti artigu é caipira, sô!! Enxada-2.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!


São José do Rio Pardo Sanzé
Bandeira São José do Rio Pardo.jpg
Bandeira
'
Hino "Nas páginas imortais da Desciclopédia"
Local Mesorregião de Campinas
Idioma Paulistanês
Geografia
Clima Mais ou menos (mais quente e menos frio)
Locais de referência Banda do Grelo
Economia Cebola mesmo
Produtos exportados Leite Mococa, Caldo de Galinha Quinor,Bananinhas do Vale do Ribeira e Queijos da Canastra
Política
Governo
Nuvola apps core.png
PMDB Partido da Mobilização de Brasileiros-safados.
Atual prefeito
Nuvola apps core.png
Dr. Cotonete
Vice-prefeito
Nuvola apps core.png
ninguém sabe não faz falta
Mídia
Cidadãos ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Silvio Podres
Esporte símbolo Dançar na Parada Gay
Santo local Euchifres da Cunha

São José do Rio Pardo é uma cidade localizada na mesorregião de Campinas. É uma cidadezinha muito confundida co São José do Rio Preto, pelo fato das duas cidades terem quase o mesmo nome. O certo é que a única coisa que as cidades tem de parecido é que elas são cidades do interior de São Paulo. A cidade é famosa por ter o maior número de carros por cabeça de rio-pardense, dados dados pelos próprios rio-pardenses e tirados da cabeça deles.

História[editar]

Segundo o historiador que não é historiador Dorfo dela Bataglia a cidade foi criada por alguns mineiros ou baianos cansados. Um deles era padre e tinha um monte de filhos. Tinham mania de grandeza, traço característico de um bom rio-pardense, e queriam transformar aquela pequena vila na nova capital do Brasil. Em 1889, a pedido de Brás Cubas, desenvolveu-se na cidade o cultivo de pés de cabra. Isso elevou a cidade a capital, mas a capital dos pés de cabra. Pouco depois surgiu o concurso Miss Pé de Cabra com meninas sempre menores (as famosas "de menor" que saem quase nuas nos jornais de fofoca da cidade). Seu Coroné Marçal ficou feliz e disse: "num dá pra ser a cidade capitar do Brasil mais (mensagem aos analfabetos funcionais: esse mais está errado viu, o certo é mas. Precisa grifar pra memorizar??) dá pra ser a cidade capitar dos Pés de Cabra". Aos poucos os mineiros deram lugar aos italianos que chegaram para trabalhar nos pés de cabra. Esses italianos conseguiram comprar suas primeiras terras no Brasil e também plantaram pés de cabra. Com a vinda dos italianos a cidade cresceu viu moço. Nossa e como cresceu o nariz do povo da cidade. Isso aconteceu em São José do Rio Pardo e não do Rio Preto ou dos Campos.


A cidade demorou muito para se acostumar com a Proclamação da República, proclamada por Euchifres da Cunha em 1889. Eles ainda achavam que o Euchifres era o que tomava conta desse país. Só descobriram que ele não estava mais no comando quando O homem mais Prudente do mundo virou presidente.

Mesmo Euchifres é o homem mais importante do Brasil e do mundo. Os rio-pardenses atribuem a Euchifres alguns feitos:

1500 - Euchifres descobre o Brasil 1678 - Euchifres encontra ouro nas redondezas de Ouro Preto 1778 - Euchifres é lider dos revoltosos franceses na queda da Bastilha 1885 - Euchifres inventa o avião 1900 e bolinha - Euchifres funda junto com a Antonio Conselheiro a cidade de Canudos. 1905 - Euchifres se cansa daquele povo feio porém forte de Canudos e cria a teoria determinista 1900 - Euchifres visita a mãe de Hitler e se propõe a educá-lo. 1915 - Euchifres com 33 anos é crucificado por Dilermando de Assis e seus comparsas. Nesse mesmo ano Euchifres ressuscita. É o começo de uma nova religião no mundo. O Euchifrianismo. 1917 - São José do Rio Pardo é considerada a cidade-sede do Euchifrianismo 1930 - Hitler toma o poder da Alemanha e nomeia Euchifres como mentor espírito-intelectual do Terceiro Heich. O determinismo euchifriano é base da construção dos campos de concentração de Hitler. 1940 - O Euchifrianismo passa por reformas para se adaptar as novas conjunturas internacionais 1955 - Começa o corpus euchifris. Alunos ganham meio ponto na média para desfilar no lindo e cafona desfile. 1970 - Cansei de falar as coisas do Euchifres

Relevo[editar]

O ponto mais alto da cidade é o Morro da Antena, gigantesca antena de 1 quilômetro que consegue ver a Estátua de Borba Gato, e faz parte da sede de um canal de televisão: a TV Morro. O ponto mais baixo é o Poço com Água do Rio Pardo, com águas cristalinas (devido ao fato de um carro cair dentro do poço e quebrar os vidros). É no morro da antena que a galera do mal vai fuma um.

Clima[editar]

O clima mais alto já registrado em São José do Rio Pardo foi num dia da Parada Gay em 2003, com 69ºC, e a menor foi de -5,1 no dia 32 de onzembro de 1900 e guaraná com rolha (em pleno verão). O clima mais frio já registrado do topo da Antena Gigante foi de -69,24, na semana passada. Durante o inverno, o clima é muito frio, chegando a ser a única cidade no Brasil que neva. No verão, o clima pode provocar fortes chuvas por causa da evaporação do córrego-esgoto Rio Pardo II, que depois que foi evaporado foram encontrado mais de oito mil pedras preciosas, 5 ossos de dinossauros acasalando, 51 corpos de travestis e 99 tubarões com cabeça de porco.

Vegetação[editar]

A cidade é famosa por plantar folhas de alface diferente das que você come. A cidade tem vários hectares de plantações de batata e tomates genéticamente modificados que foram proibidas de serem vendidas para outros lugares do Brasil, para chamar trouxas turistas para a cidade. A cidade possui também a plantação da cenoura preta: esse tipo de cenoura é plantado em qualquer época do ano, e demoram no mínimo, um século para poderem ser colhidas. Mas nem a cenoura preta, a alface com gosto de maconha, a batata que já nasce cozida e o tomate que nasce com tabaco podem superar a famosa plantação da cidade: o PÉ DE CABRA!

Curiosidade[editar]

A cidade não vive só do Euchifrianismo. Há também os homens, muito lindos por sinal, que acreditam na causa do Grelo. Desfilam todo ano no Carnaval e saem na famosa Banda do Grelo, a melhor coisa do Carnaval. A Banda do Grelo é perseguida pela polícia e pelos políticos do status quo. Eles temem que Grelo, um deus pagão, tome o lugar do Euchifres.