São Martinho (Rio Grande do Sul)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikify.png Por favor, alguém arrume este pobre artigo segundo as diretrizes estabelecidas no livro de estilo antes que alguém infarte lendo esse artigo mal formatado...
AVISO: NÃO REMOVA ISSO ANTES DE TER CERTEZA ABSOLUTA QUE O ARTIGO JÁ FOI COMPLETAMENTE "WIKIFICADO", SENÃO VOCÊ PODERÁ SOFRER AS CONSEQUÊNCIAS!
Dica: não sabe como wikificar um artigo? Então leia AGORA o nosso Tutorial Wiki! Ou peça ajuda para os usuários mais experientes...

História[editar]

Anciões nativos da região relatam a incrível história dessa supermegamasterimportante cidade da - mais importante ainda - região Celeiro do Rio Grande do Sul. Contam essa história todo domingo após o meio-dia, enquanto seus netos, bisnetos, tataranetos, tatataranetos, etc, saboreiam deliciosos chucrutes, afinal, os alemães, influenciados pela doutrina de Adolf Hitler(emo), dominaram a região toda à aproximadamente 353 anos(Puta que pariu!Tem cada galega gostosa!).
Contam que as báctérias evoluíram e tornaram esse ponto isolado no globo terrestre... uma Colônia de TilTaps, que posteriormente foi dominada por uma comitiva de Orangotangos enviados pela CEDPM (Comitiva de Expansão do Planeta dos Macacos). De forma muito camuflada, Garibaldi, Bento Gonçalvez e toda a tropa, lutaram contra discos voadores, armas a laser e etc, tudo isso paralelamente às lutas contra o Imperio. Então, ao expulsar extraterrestres e destroçar cariocas e paulistas trouxas, os gaúchos resolveram fazer algo mais dificil, que era expulsar os aliens.
Durante a Guerra dos Farrapos, São Martinho era um local de muito sigilo, onde todas as verdadeiras decisões eram tomadas(por isso até hoje poucos sabem disso). Darwin teve seus estudos influênciados pela sua breve estadia na região metropolitana de São Martinho, tendo afirmado que nunca havia encontrado tanta biodiversidade, coletando aproximadamente 129 trilhões de espécies, dentre elas muitas em extinção.

Lazer[editar]

São Martinho apresenta vários lugares para entretenimento de sua população, o principal deles fica em frente a Igreja, onde as ninfetinhas frescas, antes de cometerem suas orgias, pedem perdão todo domingo a tarde, também lá os marmanjões tentam se redimir da pedofilia que cometem.

Turismo[editar]

Uma das principais atrações turísticas de São Martinho é o seu pórtico de entrada, o Arco do Triunfo, que é alvo de várias visitas técnicas de concluintes do curso de Engenharia Civil, que vêem até o local analizar como um engenheiro não deve atuar, a não ser que ele queira por em risco a vida de várias pessoas. O pórtico dá uma noção do tamanho a cidade, afinal ele é enorme!

Slogan[editar]

E quanto as flores? Tramita na câmara municipal um projeto que visa mudar a caracterização de "Cidade Das Flores" para "Cidade Dos Quebra-molas", afinal ha mais quebr-molas que flores.