São Pedro do Suaçuí

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Corno Prefeito de São Pedro do Suaçuí a caminho de mais um comício.

São Pedro do Suaçuí é um município cheio de caipiras em Minas Gerais (como se até quem nunca foi para São Pedro do Suaçuí não soubesse disso). A cidade é do tamanho de um quarteirão e parece uma Favela, as principais atividades dos São-pedre... São-sapucaí... Caipiras é assistir o Faustão até ficar gastando a tarde jogando papo fora na praçinha da cidade.

História[editar]

São Pedro do Suaçuí era só mais um fim de mundo como qualquer outro: cheio de mato, de poeira, de barro... Até que apareceu uns mendigos e decidiram morar lá (afinal era só esse tipo de gente que ia querer morar em um lugar como aquele), como os mendigos daquela época eram mais dinâmicos do que os atuais eles logo construíram uma capela e capturaram Vacas.

Não demorou muito para que logo surgissem casinhas que parecem mais favelas e um rio alagasse elas. E assim começa o lento crescimento de São Pedro do Suaçuí.

Quer dizer, a cidade continua do mesmo tamanho só mudou o número de caipiras. Achando que se eles se emancipassem o município pararia de ficar alagado, já que essas Inundações já estavam enchendo o saco, eles se emanciparam e isso irritou o espírito da Água que fodeu de vez com o município.

E é assim que surge São Pedro do Suaçuí, o Suaçuí não se sabe de onde tirou, mas o São Pedro é nome típico de cidadezinhas de Minas Gerais.

Economia[editar]

O município depende muito da Padaria que é a máfia local. O padeiro nem precisa bancar o "soldado da máfia" ele só manda um recadinho para o filho do prefeito dizendo que ele está devendo. Por isso a economia local gira em torno dessa merda de padaria. De onde os caipiras tiram dinheiro se toda vez que você os vê eles estão sentados na varanda com um copo de cerveja olhando a grama crescer? Eu não sei.

Seja como for, a prefeitura alegou que a maior parte das contribuições dos habitantes vem de ordenhar o leite. Seja como for, a maioria dos fazendeiros fazem tão bem o seu ofício que não sabe o jeito correto de tirar leite. Isso porque nunca acharam as tetas. Talvez porque não sejam Vacas mas sim BOIS.

Porém, a prefeitura experta e bem informada como é, fica contabilizando quantos litros desse "leite" já conseguiram, após a morte de 30 bois por tentarem forçar a extração (tudo que é bom demais mata), 2 litros e meio de leite, um recorde de leite em todo o vale do rio doce.

O INMETRO barrou a circulação desse leite, com o nome de "Leite Moço de São Pedro do Suaçuí".

Atualmente[editar]

Ninguém mais compra nada que venha "São Pedro do Suaçuí - MG" na embalagem devido a controvérsia do "leite de boi" que a cidade produzia. Os fazendeiros agora estão recebendo um curso de pecuária em Araponga.