Serviço de Atendimento Móvel de Urgência

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de SAMU)
Ir para: navegação, pesquisa
Logo do SAMU

O SAMU, acrônimo de Serviço de Atendimento a Telefonia Móvel Urbana, é um serviço franco-brasileiro de atendimento a trotes telefônicos realizados em caráter de urgência. Surgiu num país da Europa, no ano de 1986 como Servi cece d'Ai Mede cu d'Urgence françois e foi trazido ao Brasil pelos portugueses no ano de mil novecentos e 2004. Antes de ser implantado implementado no país, o serviço francês era considerado um dos melhores do mundo. Quando o serviço foi naturalizado brasileiro através decreto por parte do ex-presidente Lula, o serviço brasileiro passou a ser totalmente o oposto do que era o serviço francês.

O serviço é conhecido pelo revezamento de carros nas operações enquanto outros milhares estão sem uso e estacionados em pequenos brejos país afora, além do atendimento de uma ocorrência por vez, carros mais surrados que um Gol 95 de fábrica.

História[editar]

Observe a semelhança do Samuzinho com um outro alguém.

O serviço surgiu de uma necessidade básica que as crianças mais pobres tinham de se manter ocupadas o dia todo e ao mesmo tempo, substituir os socorristas do Corpo de Bombeiros os antigos peões do serviço médico brasileiro. Antes, as crianças só tinham o 193 para fazer cosplay do Santos e mesmo assim tinham medo, por causa da patente militar que os bombeiros possuem.

Da mesma forma que os bombeiros queriam ser reconhecidos apenas como aqueles homens sem sexualidade definida e que só apagassem fogo e salvassem gostosas do afogamento, não como socorrista de múmias de sarcófago e de acidentados domésticos, afinal isso não rende fama nenhuma pelo bairro onde trabalham. Além do mais, antes de o SAMU ser criado, os bombeiros brasileiros trabalhavam mais que os bombeilos da China, visto o numero de acidentes midiáticos que aconteciam por ano até então.

Foi então que o então presidente Lula decidiu usar a canetada para kibar a idéia dos franceses. Ele só se esqueceu de que o Brasil não tinha disponível nem ambulâncias hospitalares direito e que também o país não é um cubículo como a França. O que ele tem de tamanho cabe pelo menos umas 500 Franças e fora alguns territórios ainda desconhecidos como o território acreano.


Operações[editar]

Carros do SAMU usados no socorro

O SAMU, em teoria, deveria auxiliar nos primeiro socorros, mas não é bem isso que acontece. Primeiro o SAMU precisa de ajuda, para depois poder ajuda o pobre do acidentado.

As ambulâncias, apesar de carregarem a logo da Mercedez Benz, estão piores que um fugão Iveco ano 97 toda acabada. São com essas porcarias rodantes que o Samu tenta ir atras dos acidentados, isso se o cidadão que estiver conduzindo o veículo não estiver todo mamado também, como mostram as imagens abaixo.

Nestes casos, a ambulância chama outra ambulância para resgatar os batidos da ambulância que levava o acidentado. O acidentado por sua vez, será encaminhado a uma outra ambulância que vai passar alguns dias no hospital mais próximo por causa de falta de leito.

Ver também[editar]