Sabará

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Sabará é uma cidade de Minas Gerais fundada em 1675 por uma comitiva de padres pedófilos e de bandeirantes irresponsáveis e anti-patriotas. Sabe-se que as mulheres de Sabará são as coisas que mais chamam a atenção na cidade. Chamam tanta atenção que é o perfil perfeito da mulher mineira. Como as mulheres são mais famosas do que a própria cidade, tá aí um bom motivo para você, que não é de Minas Gerais e nunca ouviu falar de Sabará.

Fundação[editar]

Vira-Lata mostrando respeito aos monumentos históricos da cidade, dando as costas e mostrando desinteresse.

Quando padres e bandeirantes estavam procurando um bom lugar para criar o maior banheiro público do Brasil, acharam a região de Sabará, um ótimo lugar para as pessoas depositarem suas fezes. Mais tarde, eles teriam roubado a ideia de outra cidade do Sul para usar as fezes e colocar nos hambúrgueres que as pessoas costumam comer em Sabará.

Então, dessa maneira a cidade se ergueu: os pobres esfomeados que precisavam de banheiro e comida iam para lá e ficavam depositando dinheiro sem saber que estavam sendo logrados pelos padres.

Cidade[editar]

A cidade ficou parada no tempo: metade dos edifícios foram feitos entre 1700 e 10000 antes de Cristo. Se você duvidar, pode também achar pessoas que ainda ouvem rádio, já que TV é um artigo de luxo em Sabará.

Além disso, as prostitutas de Sabará são do estilo faroeste e os policiais não usam armas de fogo e agem como aqueles policiais abobalhados de filmes de comédia como "Tempos Modernos" de Charles Chaplin (se achou que era aquela novela tosca da Globo, só pode ter problemas...).

Economia[editar]

WE ARE WATCHING YOU!

Turismo[editar]

Baseada no turismo, quase ninguém que for para Sabará achará um lugar decente para dormir. Alguns chamam Sabará de cópia perfeita do nordeste, no pior dos sentidos. Já que 80% dos monumentos históricos da cidade são de 1700 para baixo, a cidade pode fotografar até um poste ou uma lata de lixo e dizer que aquilo é um "cartão postal".

Mesmo assim, o que mais atrai do que a história em Sabará são os puteiros mais baratos do país. Na verdade, a história não trai porra nenhuma. Porque as pessoas gastam dinheiro para contratar guias que ensinam algo que já aprendem na escola?

Gastronomia[editar]

Outros setores da economia de lá são: as mulheres e a comida.

Certo, em Sabará comida e mulher é tudo farinha do mesmo saco. É difícil você distinguir uma mulher de uma melancia lá, tanto que Sabará é o lugar onde mais os tarados visitam.Pessoas como você que acessam os XVideos e o Red Tube. A comdia de lá é igual a comida do resto de Minas Gerais, mas mesmo assim, citam como "gastronomia exclusiva de Sabará" justificando que o pão de queijo de lá é mais grosso, tem mais tom e sabor.

Atualmente[editar]

A cidade recebeu internet pela primeira vez e os habitantes mais afortunados tem internet discada de 41kb (quando tem sorte, 42kb) por 500 reais por mês. Os pobres da cidade vão em "bocas de Lan" onde pagam para usar um computador com discada por 20 minutos, sendo que para isso, pagam 100 reais. Algumas pessoas vendem o corpo também.