Sabinópolis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Sabinópolis é um município localizado em Minas Gerais que ninguém se importa, incluindo os habitantes onde fica ou a história. Apesar de tudo é uma das cidadezinhas mais organizadas por lá devido as tentativas de parecer uma cidade divertida. Sabinópolis mal tem fotos no Google e todo mundo vive de saco cheio e mau humorado, principalmente no "dia da alvorada".

História[editar]

Habitante de Sabinópolis levando trabalho pra casa.

A cidade se chamava Serro antes mas aí se emancipou ou mudou o nome, sei lá, sabe-se que as duas cidades tem o mesmo tamanho mesmo, então Foda-se, cidade pequena é tudo igual: só muda a quantidade de caipiras.

Ao contrário das outras cidades, Sabinópolis tinha ganhado um prefeito que gostava muito de sacanear as pessoas. Tanto que ele conseguiu virar prefeito sem passar por eleição, se bem que ninguém ia votar mesmo para prefeito na cidade. Só havia ele e um vereador idiota que se importava com a política em Sabinópolis.

O prefeito de Sabinópolis logo começou a adotar várias políticas para caçoar da população. Como "lei da mão amarela", todo e cada cidadão ou sujeito que estiver com a mão amarela peidou, ou "lei do padeiro gordo", todo e cada cidadão ou sujeito que chamar o padeiro de gordo e ele ouvir terá que comprar um pão de sua padaria. Detalhe: o prefeito era o padeiro.

A pior parte era que a câmara de vereadores aprovava tudo. Certa vez, a população resolveu tentar achar a câmara de vereadores só para saber quem eram os babacas que aprovavam tais leis. Nunca acharam a merda da câmara de vereadores. O prefeito está lá faz 8 mandatos aprovando leis idiotas e ninguém faz nada.

Mas antes ele do que um outro Filho da puta menos engraçado.

Eventos[editar]

Sabinópolis é a cidade dos eventos, sempre acontece uma coisa. Por isso a população agradece por ter um prefeito que avacalha em tudo, pois a cidade fica menos chata e com mais gente feia feliz há três grandes eventos: o da Alvorada, o da Pirotecnia e as festas plagiadas do nordeste.

  • Pirotecnia: Já se autodenominou "capital da pirotecnia de má qualidade", vencendo até do Paraguai. Como não se pode ocorrer uma festa sem foguetes e fogo em Sabinópolis, geralmente usam essas coisas lá, E desde que o prefeito baniu a lei dos balões as casas hoje vivem pegando fogo. Uma casa não pegar fogo quando há uma festa é como fim de ano sem especial do Roberto Carlos na Globo.
  • Alvorada: Uma festa que rola às 5 da manhã (WTF?). Sorte sua se eles não passaram na frente de sua casa, ou você mora no meio do mato e não escutou ou os músicos acordaram mais tarde. Alvorada é quando um bando de vagabundos sem ter o que fazer decidem sair nas ruas acordando as pessoas com Forró, por um lado não é Funk. Seja como for, é um dos maiores trabalhos do prefeito.
  • Festas Nordestinas: Baile do Caboclo e o "Bumba meu boi", festas nordestinas que a maior parte da população vem só para poder matar dragões, de ambos os sexos. Foram plagiadas influenciadas pelos nordestinos.

Considerações finais[editar]

Sabinópolis, apesar de ter um prefeito apelão, é a cidadezinha pequena mais divertida de se morar, apesar de que 90% do que foi falado na sessão "Eventos" não ser verdade ou não ser realizado. O Sabinopolense deve se orgulhar de uma coisa:

Cita3.pngAo menos esse prefeito fez algo além de coçar o sacoCita4.png
Eu