Sacrifício

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Aviso importante: Fanatismo religioso aqui NÃO, cazzo!
A Desciclopédia é um site de humor, logo, NINGUÉM aqui se importa com suas crenças, seja você católico, protestante, espírita ou de outra seita cristã. Seja engraçado e não apenas idiota.


Oferecido carinhosamente, e os deuses não aceitaram.

Sacrifício é quando se derrama sangue! E isso para, segundo certas crenças, se obter ajuda de Deus, ou de deuses. O pior de que se tem notícia, e o mais impactante foi o sacrifício de Jesus, mas assim mesmo alguns dizem que não adiantou muita coisa, e nem se sabe por culpa de quem. Os sacrifícios sempre tem que ter o dito sangue] derramado e, até hoje ninguém sabe dizer porque.

Início[editar]

Nem eu usando todo o meu vasto conhecimento histórico poderia saber quando e porque porra teria começado isso de sacrifício, então já sabe que esse artigo não vai revelar nada, mas continuar lendo ou não é com você. Aviso, sobretudo que também não vai encontrar o significado de sacrifício na Wikipédia por exemplo, salvo um pouco mais de história enrolada, tão didática quanto seus livros ou apostilas, menos confiável e com menos detalhes.

Os deuses que pediam sacrifício tinham lindas asas de morcego.

Nem é preciso dizer que isso começou com alguém que tinha mais conhecimento do que tribos primitivas (desculpe a redundância), e por algum motivo, talvez só pra zoar com a face tontinha inocente dessas pessoas que viviam de caça, pesca e coleta, disseram que para que chovesse, ou para que um vulcão gigantesco não surgisse do nada, ou para que o sol continuasse nascendo, eles deveriam pegar alguém e matar derramando todo o sangue da pobre vítima em um altar estranho, não se sabe pra que até hoje.

Até os Maias e outras cilvilizações semelhantes quando já estavam bem avançadas ainda achavam que tinham que dar sangue pra um deus vampirão... bom, nem se sabe se alguma vez algum deus acabou por tomar o sangue, então nem se sabe se era vampirismo mesmo, mas conta-se que era uma bicharada, essa característica não parece ter nada a ver com o sacrifício que eles pediam às civilizações primitivas, mas algumas vezes pediam que derramassem esperma em seus ânus divinos... mas isso era de menos.

Pra que mesmo?[editar]

Sacrifício com calos e olho de peixe.

Precisa-se escrivinhar novamente que não parece servir pra nada essas oferendas? Por isso mesmo que ao invés dos sacrifícios, a oferenda foi substituída por comida... que também não aparece deus nenhum pra comer nada, se sumir deve sim ter sido consumida por seres de outras hierarquias, pelo menos alguém fez proveito do sacrifício.

O Antigo Testamento é cheio de das tais ofertas queimadas e sacrifícios, em geral cordeiros, mas há também sacrifícios humanos, quando chegou ao Novo Testamento, para que se paresse com a carnificina, Jesus se ofereceu para o que deveria ser o último sacrifício, claro que não poderia ser diferente: Tortura e morte cruelmente lenta... e claro MUITO sangue, inclusive alguns dizem que antes mesmo da crucificação, no jardim do Getsêmani (se escrevi errado, caro santinho devoto, queira corrigir), ele sentiu a dor de toda a carne dele sendo triturada, porque o capeta exigiu para deixar os humanos em paz, todo o sangue do corpo dele, mas assim como deus, não se sabe o que cargas d'água o capeta faz/fez com esse sangue todo.

Outro bichinho que se ofereceu de boa vontade para sacrifício, mas os deuses não aceitaram.

Só se pode fazer conjecturas: Por exemplo, a teoria de que os seres de outras esferas (parecidas com a mãe Terra) usariam esse sangue em experiências genéticas. Eu já disse que não vi nada e não posso confirmar. Outros dizem que é simplesmente malvadeza para que os humanos e outros bichos sofram e que, esses seres que tanto mandam sacrificar são os mesmos que incitam as pessoas a fazer coisas como espancamento, estupro, assassinato e outras dessas coisas bonitas, até mesmo de filhotes, mas como todo sem-vergonhas, mesmo noiado tem consciência (ao menos um pouco) do que faz, não se pode culpar os sacrifícios pedidos por causa disso.

Ver também[editar]