Sakura Taisen (jogo)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cvania-nes phantombat fly.gif
Sakura Taisen (jogo) é da época da Velha Guarda dos Games

portanto, não é como essas putices que você, teu irmãozinho,
teu priminho e teu sobrinho vivem jogando

サクラ大戦
Sw sega saturn cover.jpg

Foto da capa do jogo mostrando sua protagonista

Informações
Desenvolvedor Sega
Publicador Sega
Ano 1996
Gênero Bishoujo
Plataformas Sega Saturn
Avaliação 8
Idade para jogar Todas

Cquote1.png Você quis dizer: Sakura Card Captors Cquote2.png
Google sobre Sakura Taisen (jogo)
Cquote1.png Olha eu ali! Cquote2.png
Kaoru Kamiya sobre Sakura Shinguji

Sakura Taisen é uma franquia muito famosa da Sega (pelo menos no Japão) que começou nos videogames e foi expandida para os animes e mangás, onde ficou mundialmente conhecida como Sakura Wars.

O primeiro jogo[editar]

Uma mulher corajosa querendo ser defendida por um espadachim armado!!!

O jogo passa uma falsa impressão de ser feminista por apresentar um bando de mulheres metidas a samurais, quando na verdade não passa de um harém cheio de gueixas a fim de satisfazer um homem inexperiente. Em resumo, trata-se de uma tentativa de fazer sucesso tanto com o público feminino quanto com o masculino, e funcionou.

A história se passa por volta de 1920, quando criaturas bestiais de outra dimensão pretendem dominar o Japão. São escolhidas seis belas guerreiras com personalidades completamente diferentes para combaterem tal ameaça, cada uma delas possuindo uma sincronia espiritual com um mecha construído especialmente para esta guerra demoníaca (que plágio discreto de Evangelion).

Seria um belo exemplo de feminismo, se o sexteto em questão não fosse liderado por um macho: o marinheiro Ichiro Ogami, que foi designado para a tarefa porque o Exército japonês não confia que um bando de seres capazes de entrar em TPM estejam totalmente aptos para cumprir a missão sem um supervisor com testosterona por perto.

Quando não estão treinando ou atacando, as moças trabalham como atrizes em um teatro de Tóquio. A chefe do grupo é Sakura Shinguji, de 17 anos.

Personagens[editar]

Vamos decidir no cara ou coroa, cara é moleque, coroa é garota
Você não viu isso... Isso non ecziste!
  • Ichiro Ogami - Segundo-tenente da Marinha, foi escolhido para ser o comandante do grupo conhecido como Hanagumi após demonstrar suas incríveis habilidades com uma armadura inicialmente desenvolvida para ser usada por uma mulher. Em outras palavras, foi promovido após revelar sem querer sua homossexualidade.
  • Sakura Shinguji - A mais bonita da Hanagumi e também a mais caipira delas. Mas só porque ela é a personagem principal e precisava ter algum defeito para evoluir ao longo da série e transformar em qualidade, ficando perfeita no final. É aquela típica noob do interior rejeitada pelas pessoas da cidade que depois ganha o respeito de todos.
  • Sumire Kanzaki - Patricinha de nariz empinado que se acha a mais gostosa do mundo. Sempre foi muito mimada e é uma atriz muito consagrada, por isso implica bastante com Sakura no início, mas no fim elas tornam-se grandes amigas.
  • Maria Tachibana - A tomboy. Maria já lutou na Revolução Russa e a princípio seria a comandante da Hanagumi, mas foi substituída por Ogami devido ao fato de ser lésbica e poder se aproveitar de seu cargo para assediar as demais garotas. Por ser a única que já tinha experiência com armas, é a mais fria e racional do grupo.
  • Iris Chateaubriand - A lolicon. Iris é uma pirralhinha francesa que não desgruda do seu urso de pelúcia Jean Paul. Seus pais não gostavam dela devido a seus fortes poderes psíquicos e por isso ela foi criada trancada em um quarto escuro, até ser convocada para integrar a Hanagumi.
  • Li Kohran - A nerd gostosa. Sempre sorrindo e de bem com a vida, já que tem um parafuso a menos. Kohran é aquela típica personagem metida a cientista que fica inventando porcarias que nunca dão certo e ficam explodindo na sua cara.
  • Kanna Kirishima - Se Maria parece sapatão, Kanna parece um traveco mesmo. Grandalhona, vive com fome e diz que consegue matar um touro com as próprias mãos. Apesar de toda a sua macheza, Kanna tem medo de cobras (ou talvez seja justamente por esse motivo).
v d e h
Sak1 logo.gif