Salto do Itararé

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Serjão entrevista.jpg Enxada-1.png Esti artigu é caipira, sô!! Enxada-2.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!


Sarto di Itararé é um projeto de município perdido em algum lugar no interior do Paraná que existe com a única finalidade de vez ou outra reunir gordos tetudos numa comunhão conhecida como Festa Duro, onde os mesmos exercitam a sua macheza com atividades como futebol de botão, campeonato de Guitar Hero e arremesso de cuspe á distância. A cidade conta com tudo que é necessário para uma comunidade pacífica e próspera, como o armazém do Zé, a farmácia do Zé, hospital São José e também um campinho de futebol conhecido como ranca-toco, nome esse que foi dado depois de inúmeros acidentes envolvendo crianças brincando com suas bolas quadradas, que na verdade são fetos abortados por animais de grande porte, fruto de uma atividade estranha praticada por seres humanos chamados de blogueiros que vivem ali.

A população se completa com o padre José e também com o traficante da área conhecido apenas pelo pseudônimo incomum de "Zé". A vida de um morador de Salto do Itararé se resume em ouvir moda de viola, tomar café em bule de ferro, comer arroz feito em fogão a lenha e contar causos.