Salzburgo (estado)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Eu tenho medo Cquote2.png
Regina Duarte sobre ferrovias de Salzburg

O famoso trem de Salzburg. Com ele, sua passagem para o inferno está garantida!

Salzburgo (estado) é um estado austríaco que serve apenas para ficar em volta da cidade de Salzburgo. Ele é conhecido no país por ter muito sal e muito gelo. Apesar disso, quase ninguém se arrisca a visitar as geleiras de Salzburg, porque o trem que leva até o gelo pegou fogo, mandando todos os passageiros para algum lugar. Mas e o sal?.

História[editar]

Durante a Idade Média, Salzburg era apenas uma parte da Bavária. Sem cervejarias importantes, o rei bávaro pouco se importava com a região. Até que algum sortudo (ou azarado) encontrou minas de sal cloreto de sódio por lá. Até agora você deve estar se perguntando: E daí? E daí que o sal naquela época (e até hoje) é tão importante para as indústrias alimentícias quanto a gordura trans e outras substâncias cancerígenas.

Vendendo sal para as indústrias alimentícias, Salzburg conseguiu se separar da Baviera, se tornando parte da Áustria. O que isso mudou na vida das pessoas, nem eu nem ninguém sabe. Nessa época uma forte crise de identidade afetou a população local, que não sabia se deveria ficar com a Bavária ou a Áustria. Até que a Alemanha não quis ficar com Salzburg, sobrando somente a primeira opção (apesar de dar quase na mesma, já que a Áustria é e sempre foi quase uma extensão da Alemanha)

Nas décadas passadas, o governo do estado investiu em ferrovias para levar turistas até as montanhas nevadas, onde eles poderiam morrer congelados esquiar e beber cerveja em volta da lareira. Mas o governo, depois de gastar quase todo o dinheiro dos cofres públicos na construção de catedrais inúteis, teve que comprar trens Made in China, mais baratos do que a concorrência. O resultado você já sabe: o trem pegou fogo dentro do túnel matando todo mundo.

Geografia[editar]

O que mais tem em Salzburg são montanhas e gelo. São tantas que o estado se tornará um imenso lago por causa do aquecimento global. Mas quem se importa com isso? Somente os ambientalistas.

Economia[editar]

Depois do desastre ferroviário, nenhum turista é idiota o suficiente para visitar o estado. Então a exploração de sal voltou a ser a base da economia. Mas agora que substâncias químicas com maior capacidade de ferrar com a saúde dos consumidores foi desenvolvida, nenhuma indústria alimentícia compra o sal de Salzburg. Para piorar, o governo gasta grande parte do dinheiro na construção de igrejas e outras obras inúteis.