Samantha Schmütz

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Samantha Schmützisnonskysolangeosjje
SamanthaSchmutz.jpg
Ela é comediante? Onde esse mundo vai parar?
Nascimento 1979
Brasil
Nacionalidade Rio de Janeirense
Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Samantha Schmütz.
Samantha no único programa de entrevistas que foi/irá na sua vida inteira.
Lute contra seus instintos fapeadores Anônimo! Não procure a Playboy em que ela aparece!

Cquote1.png Por que ela tá como humorista? Cquote2.png
Pergunta mais inquietante deste artigo
Cquote1.png Se ela é humorista, eu sou presidente da república! Cquote2.png
Lula sobre algo que ele disse quando largou a escola

Samantha Schmutz (pronunciasse Essssáááámanta Ischimutizis) é uma comediante com cara de atriz da Globo, o único lugar no Universo em que uma pessoa que saiba contar uma piada, por mais ruim que seja é considerado alguém engraçado. Como é o caso de Samantha cujo seus personagens renderam aparição até na Playboy para reavivar o fetiche de pegar uma mulher fantasiada de homem... De certa forma, isso seria um travesti?

Cquote1.png Hã... Sim... Não... Ahhhh... Cquote2.png
Você tentando definir um travesti
Cquote1.png ERROR ERROR FATAL ERROR! Cquote2.png
Windows tentando definir um travesti, e claro, fazendo o que faz melhor

História[editar]

Nascida no Rio de Janeiro em 1979, essa pessoa que podemos chamar de praga ou de Samantha Ischimutiziz, acabou nascendo com problemas sérios. Todos causados pela intoxicação de Cobre, metal tóxico que sua mãe usava como consolo (ou vibrador, como preferir) durante a gravidez.

Mas ninguém contava que um ser humano com níveis tão altos de cobre iria acabar nascendo com a habilidade de podere imitar homens, sendo mulher. E como uma mulher vestida de homem era algo muito incomum, Samantha usava esse alter ego para assaltar bancos sem ninguém saber onde ela morava.

Então o Grande Irmão pegou ela (nos dois sentidos, já que teve que fazer o teste do sofá para ganhar emprego na Globo).

Carreira[editar]

A carreira se resume a duas palavras, tão mortais que poderiam fazer uma dose de injeção letal parecer coisa de criança quado levamos em conta a "tortura"... Zorra Total.

Mas antes do Zorra, ela tinha um emprego com o mínimo de dignidade aceitável nesse país. Ela fazia imitações de atores da Rede Globo, seguindo os parâmetros de não poder xingar eles e assim, correndo o risco de suas piadas saírem sem aquele tempero especial que todos chamam de fofoca.

Para domar sua língua, ela teve que fazer treinamento com budistas e padres franciscanos que tinham que aguentar a vida inteira sem falar merda e sem fazer sexo. Antes de treinar com os monges e padres, ela tinha tentado com atores pornô, mas eles queriam que a língua funcionasse, então não era a melhor opção.

Zorra Total[editar]

Após ter conseguido a disciplina de uma monga (feminino de monge) ela trabalha no Zorra Total, como um travesti e como uma velha de 500 anos que não fala coisa com coisa devido ao ácido butolínico, vulgo Botóx.