San Cristóbal de la Laguna

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Inquisicaoespanhola.jpg

¿¿¿Porque no te callas???
No robe los picassos de San Cristóbal de la Laguna o la Santissíma Inquisición lo mandará para el colo del capeta!!!

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


San Cristóbal de la Laguna é uma cidade localizada nas Ilhas Canárias, Espanha. Quer dizer, aquilo não é algo parecido com uma cidade, mas sim uma espécie de favela ou subúrbio de uma outra cidade da ilha. Mas o problema é que quase não existem aglomerados urbanos nas Ilhas Canárias, portanto aquilo é como se fosse uma cidade-subúrbio, se existir esse termo.

Barracos em San Cristóbal. Eles foram pintados para esconder o quão são feios.

De qualquer forma, San Cristóbal de la Laguna só tem de (pouco) importante a única escola e universidade da ilha, que mesmo assim é insuficiente para alfabetizar todas as crianças que nascem nessas ilhas, resultando no analfabetismo quase total das pessoas nascidas nas Ilhas Canárias.

História[editar]

A economia de San Cristóbal é baseado baseada no lucro da única escola existente e de outros bicos informais, como tráfico de drogas e produtos falsificados. A cidade foi construída pelos espanhóis depois que eles conquistaram a ilha, antes dominada por índios canibais comedores de gente. Para manter o controle da região, os espanhóis decidiram construir uma cidade onde morariam os colonos.

Não, essa não é San Cristóbal de la Laguna, mas sim outra cidade. San Cristóbal surgiu depois, quando iniciou um processo de migração das pessoas pobres da ilha para essa cidade, que era a capital. Devido aos seus recursos financeiros insuficientes, os migrantes não tinham dinheiro para morar na capital, nem para voltar ao seu lugar de origem.

Então eles fizeram uns barracos nos morros em volta da capital, assim surgiu San Cristóbal de la Laguna. Apesar de ser praticamente uma favela, San Cristóbal cresceu economicamente porque o terreno de lá era barato, atraindo empreendedores. A primeira casa de tortura escola foi fundada lá.

Mesmo com as indústriasse estabelecendo lá, o local não enrqueceu, já que San Cristóbal de la Laguna continuava na miséria. Só que sem as indústrias, a cidade falia completamente. Com pena dessas pessoas, a UNESCO decidiu transformar a cidade em patrimônio mundial, numa tentativa de alegrar a vida sofrida dos moradores. Não mudou muita coisa na realidade, mas pelo menos San Cristóbal tem alguma coisa para se orgulhar (ou não).