Sandra Annenberg

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ana-paula-padrao-gostosa.jpg Atenção! Este artigo informa sobre um jornalista!

Sandra Annenberg é mais um(a) mala sem alça que corre atrás de tragédia onde quer que esteja.

Confira outros oportunistas pseudo-intelectuais clicando aqui.

Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Sandra Annenberg.

Cquote1.png Você quis dizer: Sandra Iceberg? Cquote2.png
Google sobre Sandra Annenberg
Cquote1.png Porra, ela roubou o meu trabalho! Cquote2.png
Carla Vilhena sobre Sandra Annenberg no Jornal Hoje
Cquote1.png Que deselegante! Cquote2.png
Sandra Annenberg sobre a citação acima
Cquote1.png É verdade, Sandra! Cquote2.png
Evaristo Costa sobre Sandra

Sandra Annenberg é uma jornalista e ex-atriz pornô brasileira, mesmo ela não admitindo. É a atual âncora do Jornal Hoje, telejornal vespertino da Rede Globo (do qual também é editora-executiva), e apresenta o Globo Cidadania, por fim é mais uma escrava da Rede Globo de Manipulação. Em frente às câmeras, ela finge ser uma apresentadora feliz da vida e humilde, botando seu sorriso e expressão carismática acima até das cifras que recebe ao receber dinheiro de corrupção, mas por trás dela não passa de uma mulher esnobe, que sofre todo dia de depressão pela crise da meia idade e que nega dinheiro a mendigos quando eles pedem pra comprar cachaça comida.

Biografia[editar]

Sem mais explicações

Começou sua carreira na televisão em 1974, novinha era gostosinha perceba-se que faz muito tempo mesmo era uma bela cachorra e já era muito mais famosa do que você. Em 1982 foi repórter do programa Crig-Rá, dirigido pelo hoje cineasta Fernando Meirelles. Na Rede Bandeirantes, apresentou o Show do Esporte ao lado de Luciano do Valle e Juarez Soares e, em 1984, comandou o TV Pirralhada. Participou também do humorístico Bronco. Na TV Cultura, ainda, foi apresentadora dos programas Grandes Concertos, Festivais da MPB e Vitória e assim vai.

Cursou a Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo, mas abandonou-a antes de concluir o curso, devido ao ritmo duro de trabalho. Posteriormente cursou jornalismo nas Faculdades Integradas Alcântara Machado (FIAM). Seus trabalhos como atriz foram em Bronco, nas minisséries A, E, I, O... Urca, Chapadão do Bugre e República, e nas novelas Pacto de Sangue e Cortina de Vidro, além do seriado Tarcísio e Glória, por fim, só faltou ela também ser presidente do Brasil.

Em 2003, Sandra voltou para o Brasil e dividiu a apresentação do Jornal Hoje com Carlos Nascimento, para espalhar mais mentiras noticias veridicas ao público. Com a saída de Nascimento para a Rede Bandeirantes, em 2004, Sandra passou a dividir a bancada do JH com Evaristo Costa. Em abril de 2005, passou a acumular também a função de editora-chefe-fodona e apresentadora na parte da manhã do novo telejornal Globo Notícia. Em 2008, recebeu o prêmio Mulher Imprensa de melhor âncora. E em 2022 poderá realizar o sonho de se tornar a primeira mulher a ser presidenta do Brasil, uma vez que a Revista Veja revelou que Dilma é na verdade Lula fantasiado.

Veja também[editar]