Hirudinea

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Sanguessuga)
Ir para: navegação, pesquisa
Político brasileiro
Uma espécie saudável de sanguessuga
Uma espécie saudável de sanguessuga
Classificação científica
Reino: Animal
Filo: Ana Lídia
Classe: Éuma-cilada
Subclasse: Eruditos

Cquote1.png Você quis dizer: político Cquote2.png
Google sobre Hirudinea
Cquote1.png Você quis dizer: xamixungas Cquote2.png
Google sobre Hirudinea
Cquote1.png Você quis dizer: banqueiros Cquote2.png
Google sobre Hirudinea
Cquote1.png Coloca no olho, meu filho, que a dor passa! Cquote2.png
Mãe camponesa sobre Sanguessuga
Cquote1.png Mãe... não tô enxergando nada, é assim mesmo? Cquote2.png
Filho da mãe camponesa sobre perder a visão gradativamente
Cquote1.png Minha sobremesa. Cquote2.png
Vampiro sobre Sanguessuga
Cquote1.png Me chupa, gostoso! Cquote2.png
Atriz pornô sobre ser chupada
Cquote1.png Nham nham! Cquote2.png
Sanguessuga sobre convite acima
Cquote1.png WAAAAAAAAAA! Cquote2.png
A mesma atriz pornô sobre Novo conceito de ser chupada
Cquote1.png Chupe um pinto! Cquote2.png
Hidan sobre Sanguessuga

Hirudinea é uma subclasse de anelídios conhecidos popularmente como sanguessugas, cujas principais espécies são encontradas aos montes em Brasília, pois seu habitat natural são Ministérios e cargos no governo. Estes animais gosmentos são usados como geleia para vampiros.

Introdução[editar]

Cuidado quando for nadar na sua piscina...

As sanguessugas são pequenos seres que existiram desde sempre, conhecidas fatalmente por agarrarem-se em suas vítimas a fim de lhes sugar o sangue. Suas medidas variam de 10µm a 10cm, bem como suas cores, sua forma de ataque, seu habitát ... ou seja, você tá fodido de um jeito ou de outro porque um dia ela há de lhe encontrar.

As sanguessugas são as ovelhas-negra do filo dos anelídeos, primas de 3º grau das minhocas que em determinado ponto da evolução, se distanciaram devido ao fato das minhocas serem muito frouxas por se contentarem em apenas chafurdar a terra em busca de restos de lixo e assim formaram-se as imponentes sanguessugas.

É sabido que ela foi oprimida criada por seres humanos por supostamente ter a capacidade de curar certas doenças ou envenenamentos e neste artigo veremos também o porque tal bizarrice acontecer com estes pobres bichinhos.


Anatomia[editar]

Uma sanguessuga caminhando feliz e pimpona!

O corpo da sanguessuga tem uma forma meio achatada e afunilada em uma extremidade, onde se encontra a cabeça e a sua ventosa principal, possuindo 32 anéis que circundam todo o corpo, sendo este um fato interessantíssimo. Elas podem medir qualquer tamanho, depende do preço do sangue no mercado ambiente em que ela habita bem como a sua alimentação( a dela(ou melhor, se bem que depende da sua também porque aí o que você come passa pra ela e...)).

Diferindo-se dos outros anelídeos inúteis, a sanguessuga não possui cerdas, necessitando sempre estar gruadada em outros animais para se aquecer, o que nos leva a crer que essa praga é uma das piores coisas que podem acontecer caso você esteja andando sozinho, no escuro, na floresta amazônica, descalço e com fome.

A sanguessuga pode ter variadas cores, que vão da mais comum, a afro-descendente, passando por um tom mais esverdeado em regiões tropicais, azul-bebê nas regiões aquosas, amarronzadas nas regiões montanhosas e até mesmo arco-íris. (Essas últimas foram criadas em laboratórios suspeitos Huuuum!)

Alimentação, reprodução e afins[editar]

Você, fugindo da sanguessuga
Primeiro ponto chocante:
Todo ser que suga sangue é uma sanguessuga, mas, nem toda sanguessuga suga sangue.

As sanguessugas se alimentam basicamente de... sangue! Mas, o desenrolar de toda ação que chega ao resultado é bem complexo. Primeiramente, o animal utiliza suas ventosas para grudar na sua perna ou no seu saco, secretando uma substância ilícita chamada hirudina. A hirudina é responsável por coagular o sangue, evitando o disperdício do mesmo e aumentando o fluxo de sangue a ser ingerido pelo pequeno anelídeo. Além de ter esta função, a hirudina também faz com que o local mordido não doa na vítima.Pelo menos foi o que o menino camponês das citações disse...

A sanguessuga enquanto se empanturra com mililitros de sangue por segundo, chega a triplicar o seu tamanho original, parecendo que a qualquer momento ela irá explodir, mas não o faz. Se esta cena for vista por um terceiro que esteja observando, ele pensará apenas em três coisas:

  • Cquote1.png Será que se eu apertar, ela explode?! Cquote2.png
  • Cquote1.png Ai! Que nojo! Vou sair daqui! Cquote2.png
  • Cquote1.png .......... Cquote2.png (Ele saiu correndo porque estava com medo de haver outras sanguessugas por perto)


"HEI! Mas peraê! Eu já sabia disso tudo ! Que papo era aquele de 'nem toda sanguessuga suga sangue'?"

Há determinados tipos de sanguessugas bombadas que digievoluíram a tal ponto que apenas o sangue não as satisfaz... sim! Elas se tornaram carnívoras!MUAHAHAHAHAH!!! ... Estas além de tomarem sangue como suco no café da manhã, tem como parte do cardápio lesmas, outras minhocas, larvas, sua mãe etc. Agora com certeza, você pensará duas vezes antes de se tornar um escoteiro, montanhista, ativista ou um ecochato qualquer.

Segundo ponto chocante:
Toda sanguessuga é bissexual literal, mas, precisa de uma segunda para se divertir.

As sanguessugas possuem originalmente 32 anéis, sendo um desses especial, denominado clitelo. O clitelo é uma unidade que guarda os amiguinhos e a priminha do amiguinho que não podem brincar de médico no mesmo corpo, isto porque as sanguessugas precisam uma das outras para procriarem.

Uma nota aos amigos zoófilos bizarros: O clitelo das sanguessugas fica visivelmente exposto apenas quando estas estão no cio, sendo esta uma boa oportunidade para você dar uma borumada no gongolo dela.

Usos medicinais[editar]

Historicamente, as sanguessugas vêm sendo utilizadas como um instrumento medicinal nos casos de infecção urinária, cortes semi-profundos e até mesmo no tratamento da AIDS. O princípio parte do pressuposto de que as sanguessugas tem a habilidade de chupar o sangue, coagulando o sangue e se utilizada na parte do corpo certa, de puxar todas as coisas ruins que estiverem no machucado no momento. Pois bem, o procedimento para a utilização das mesmas é bem simples: Pegue uma sanguessuga, jogue-a cuidadosamente na ferida e deixe que ela faça todo o trabalho. É bem provável que alguns efeitos colaterais possam surgir como a falta de sensibilidade das pernas, anemia ou provocar uma hemorragia interna. Nada que você não aguente.

Entretanto, há alguns casos em que não se recomenda a utilização de sanguessugas para tratamento, listadas a seguir:

  1. Caso o paciente seja raquítico - a sanguessuga ficará revoltada por não conseguir absorver nutrientes e irá matar a pessoa.
  2. Caso o paciente esteja drogado - a sanguessuga pode ficar doidona também, o que será maléfico para a saúde do animal.
  3. Caso o paciente seja afro-descendente - A sanguessuga pode confundir o seu coleguinha com uma semelhante e tentar se acasalar.
  4. Caso o paciente tenha o sangue do tipo AB - A sanguessuga pode ter um tipo sanguíneo incompatível com o do ser humano, o que pode levar a morte do animal.

É importante salientar que a hirudina têm propriedades analgésicas,anticoagulantes,antisépticas bucal, anticancerígenas e antivirais que podem salvar a sua vida a qualquer momento.(ou não)

Como morrer para uma sanguessuga[editar]

Existem inúmeras formas de se ser massacrado por um bando de sanguessugas, nos mais variados lugares, entretanto, citaremos aqui apenas as formas mais comuns de morte.


No banheiro de casa

A TEMIDA!

Existe uma espécie rara de sanguessuga que ataca em domicílio devido a facilidade de se encontrar comida em freezers ou despensas alheias, que vive nos esgotos e toca o maior terror nos submundos urbanos, sendo ela a principal aberração geneticamente modificada que nos ronda. Esqueça jacarés, esqueça ratos gigantes e esqueça até mesmo a loira do banheiro, o maior perigo que há é esta sanguessuga.

Enquanto você está no seu banho, passando seu xampu, limpando-se e asseando-se, eis o fatídico momento em que você deixa o sabonete cair no chão, como sempre. Do ralo vem aquela criatura asquerosa e... BAM!, gruda no seu braço onde você gritará como uma mocinha até ele deixar uma poça de sangue no chão, farto, sendo esta uma morte pior do que a de um certo filme.


Caminhando na ilha de Lost

Essas matas misteriosas sempre nos chamam, e você sendo um dos passageiros da Oceanic está perdido na floresta em busca de ajuda. Como sempre chove do nada nesta ilha, aqui não será diferente e até que você comece a passar por debaixo das folhas das árvores para se proteger, nada o salvará do maior perigo de todos: a fumacinha preta mecânica as sanguessugas que caem das árvores, milhares delas, sedentas por sangue humano. Basta uma vacilação e BAM! Algumas dezenas delas estão na sua cabeça, chupando o seu pequeno cérebro.


Gravando um programa idiota

Algo que você jamais não deve fazer!

Há algumas pessoas que fazem cada trabalho... Em uma aldeia longíqua, os habitantes costumam utilizar sanguessugas para o tratamento de várias doenças, normal até aqui. O problema é quando alguém tenta por elas no olho,não, não este olho,mas o de enxergar mesmo. Esta é a forma mais prática de se morrer para uma sanguessuga, uma vez que ela te cegará (o garotinho camponês que o diga...) e a hemorragia o matará...

Resumindo, nunca faça uma burrice dessas!


Tratando um ferimento

Por fim, a última maneira de ser morrer é justamente tentando viver! Você está com um ferimento semi-mortal na garganta, o médico lhe recomenda uma sangria feita com sanguessugas. No momento em que elas estão no seu pescoço, realizando o trabalho sujo, uma mais curiosa penetra o ferimento e resolve passar férias no seu esôfago. A proliferação de bactérias suas com as dela provocará um curto-circuito em você, além dela bloquear a passagem de ar... e aí, já era!


Sanguessuga feliz com o artigo que fizeram para ela entre outras coisas que ela fez.

Ordens[editar]