Santa Fé de Goiás

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Santa Fé de Goiás é uma titiquinha de cidade isolada no meio do nada de Goiás. Possui uma população de 4.594 habitantes, sendo que apenas 150 deles são humanos.

História[editar]

Entrada da cidade, a quantidade de gambiarras no poste já denuncia o que aguarda o visitante.

Cidadezinha que surgiu em 1943, quando o casal de homossexuais Paulo Barbosa e Manoel Nery resolveu vir para Goiás em busca de novas aventuras (ou seja, explorar o nada). Perdidos no meio do mato, construíram seus ranchos e ficaram por lá. No dia seguinte, o tal Paulo acordou com a brilhante ideia de escrever num pedaço de tábua o novo nome daquele pedacinho de terra, que era Santa Fé, nome sem nenhuma graça. Mais tarde, pela tranquilidade do local (quem iria para um lugar desse?) o nome foi mudado para Santa Fé do Paraíso.

Em 1945, após o fim da Segunda Guerra Mundial, um monte de gente ficou sem familiares e mais retirantes foram chegando, como Joaquim Baiano e Maria Bonita. O que faltava para aquele lugar era uma igreja, e os geniais habitantes locais construíram um suntuoso rancho de palha que era metade escola metade templo, uma grande desculpa para os alunos bagunceiros que fugiam da aula para ir comungar.

No ano de 1957, enfim Santa Fé se tornou um distrito desmembrado de Jussara, conhecido como Terra de Ninguém por não fazer parte de município nenhum. Depois de bastante tempo de luta, Santa Fé se tornou um município em 1987, com o nome de Santa Fé de Goiás, pois já deveria ter uma cidade com um nome tão escroto em todo o Brasil.

Economia[editar]

A economia de Santa Fé de Goiás é baseada na agricultura de sobrevivência. Eles também exportam capim e feno para os latifúndios do Mato Grosso.

Geografia[editar]

Santa Fé de Goiás fica absolutamente no meio do nada. A civilização mais próxima é Jussara, a 34 km. Considerando-se as estradas de barro batido e o calor de 58º da região, é uma jornada quase impossível.

Turismo[editar]

Numa cidade como Santa Fé de Goiás não há turismo, mas você quiser se arriscar pode ir à Gruta da Fazenda São José, um grande buraco onde se pode brincar de ouvir o eco.

Lazer[editar]

A cidade oferece as opções de nada para fazer, nada para trabalhar, e pouquíssimos humanos para participar de alguma interação social superior a um diálogo na roça.