Santo Antônio do Jacinto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Santo Antônio do Jacinto é um canavial abandonado e cheio de mato no extremo cantão de Minas Gerais. Não se sabe se a cidade é só divisa ou se é um plágio de Santa Maria do Salto, se bem que Santa Maria do Salto não é bem uma cidade boa a ser plagiada.

História[editar]

Como eu dizia, Santo Antônio do Jacinto não é só uma divisa entre Bahia e Minas Gerais... Ou Sim!

Muito semelhante a de Santa Maria do Salto.

Apesar de tudo, a história é quase desconhecida devido aos habitantes queimarem esses papeis para poder fazer um churrasco de um evento qualquer da cidade, festa do Mamão, sei lá (se come churrasco na festa do mamão? Só em Santo Antônio do Jacinto mesmo!). Tudo começou quando aquele fazendeiro, o mesmo de Santa Maria do Salto, decidiu sair de um fim de mundo da Bahia e ir para o fim do mundo em Minas Gerais.

O resto da história já se sabe, o fazendeiro descobriu que a mulher dele tinha dado para todo mundo, e quando eu digo todo mundo eu digo todos, daquela província que é Santa Maria do Salto, nesse momento o fazendeiro solta a icônica frase:

Cquote1.png Santa Maria do Salto! Olha só o pulação de cerca que ela feiz! Cquote2.png
Fazendeiro indignado

Após nomear aquela terra como terra de corno ele vai para uma região vizinha e começa uma fazenda, lá também tinha um povoado que tinha outro nome grotesco e grande pra caralho. Seja como for ele continuou fazendo sua fazendinha, até que na primeira semana uns homens fortes e musculosos vieram ter uma conversa com o fazendeiro.

Cquote1.png Você nos tirou a única mulher que tinha na região, você vai pagar! Cquote2.png
Homens bombados

E assim foi feito, eles o pegaram e tomaram uma coisa dele, no final ele soltou outra frase icônica:

Cquote1.png Santo Antônio me aju... JACINTO! Cquote2.png
fazendeiro soltando outra frase icônica

A frase virou lema da cidade e ela ficou conhecida como Santo Antônio do Jacinto.

Geografia[editar]

De acordo com o péssimo relações públicas da prefeitura (Santo Antônio do Jacinto tem um formado em relações públicas? Jurava que todos da prefeitura fossem analfabetos!) a cidade teria que fazer um artigo na Wikipédia, fazer propaganda e fazer um website para conseguir promover e salvar a economia de Santo Antônio do Jacinto em 1 hora.

Óbvio que a cidade faliu antes que isso, pois sequer tinha alguém que sabia usar computador na época.

Uma das vitórias e admirações que deu um prêmio para a cidade foi como ela executa os cálculos para medir a sua população: ela afirmou com exatidão que a cada dois anos, doze pessoas nascem no município. Após mostrar o como executaram o cálculo eles ganharam um prêmio por ter sido a cidade mais esperta de Minas Gerais.

Era simples o cálculo, só chamar todo mundo em um churrasco e pedir para contar cada um deles, eles iam contando nos dedos e assim que eles ganharam o prêmio. A frase mais dita no dia foi:

Cita3.png1 203, 1 204, 1 205... NÃO SE MOVE AÍ PORRA! Cacete... Vou começar tudo de novo!Cita4.png
Profissional de contabilidade em Santo Antônio do Jacinto

Administração[editar]

O padeiro administra todos os poderes políticos depois de ter comprado os 2 hectares de mato que eram a cidade.