Santos Futebol Clube (Amapá)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Santos Futebol Clube (Amapá)
Escudo do Santos-AP.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Santos Falseta de Macapá
Origem link={{{3}}} Amapá- Macapá
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Amapaense
Divisão Série A
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Santos Futebol Clube do Amapá é um time extremamente sem importância do Brasil e que possui apenas uma leve e discreta relevância apenas para um finalzinho de mundo chamado Amapá, um estado brasileiro onde ninguém liga pra nada e não quer nada com nada, ou seja, um time no ostracismo total e absoluto. Auto-considera-se um time grande do Amapá, embora não consiga se garantir nem em seu pobre estado onde nem existem times direito, sendo que esta equipe dedica-se mais a tramas escusas por trás dos panos para conquistar vagas em Série D e Copa do Brasil, do que para jogar futebol propriamente dito, visto que quando joga estas competições nacionais jamais passa de um mero figurante.

História[editar]

Fundação[editar]

Este famigerado Santos surgiu em 1973. Um grupo de caipiras estavam por ali sem ter o que fazer da vida, então decidiram fazer um time de futebol, afinal até hoje não existem mais do que 4 times no Amapá inteiro em atividade. A escolha do nome da equipe foi apenas 100% falta de criatividade, mas isso custou 20 anos de inatividade para o Santos, que confundido com o Santos Paulista foi negado de disputar o campeonato amapaense. Mas em 1993, após a federação do Amapá assistir um amistoso do Santos falsificado, viu os jogadores chutando a bola na cara dos companheiros, fazendo gol contra, cansando e jogando na lama com naturalidade, que ficaram convencidos que era mesmo um time do Amapá e foi liberado de disputar o estadual.

Primeiro título[editar]

Ganhou seu primeiro título amapaense em 2000, embora não haja o menor registro de tal feito, mas como não existe outro time que reivindique este título que foi sobre o todo poderoso timaço do... Mazagão!

Temporada de 2013[editar]

O segundo título amapaense do Santos foi em 2013, no campeonato estadual com a maior quantidade de times jamais imaginado, foram 8 equipes amapaenses. Está certo que é um pior que outro.

Temporada de 2014[editar]

2014 foi o ano mais agitado da história do Santos. Ao todo o time teve 8 jogos em toda temporada, batendo o recorde de time amapaense mais ativo num mesmo ano. Começou o 2014 num campeonato amapaense com 2 times, 1 amador e uma semi-falido, onde o Santos com a disputa de 1 jogo e meio e uma vitória de W.O. tornou-se tri-campeã estadual.

Outro torneio que disputou foi a Copa Verde, e não me pergunte que bosta é essa, mas sabe-se que o Santos Falsificado foi eliminado logo na primeira fase (pra variar, como esperado) para o poderoso e bem estruturado time do Princesa do Solimões do Amazonas.

Na Copa do Brasil enfrentou pela primeira em sua história um time advindo da civilização, o Atlético Mineiro de Belo Horizonte, para quem foi derrotado logo de 3x0 e sequer teve direito de um segundo jogo.

A campanha memorável fica porém para a participação do Santos Falsificado na Série D de 2014. Graças à mamata que a CBF dá aos times do norte deixando-os enfrentar-se entre si num grupo com todos times falidos possíveis da Amazonia, o Santos classificou-se em segundo lugar num grupo repleto de times ruins onde o Rio Branco do Acre terminou em primeiro, aquele time que terminou com zero pontos uma Série C. Nas oitavas-de-final o Londrina Esporte Clube comemorou muito, pois agora tinha um jogo a menos na sua trajetória, pois o Santos é ponto ganho pra qualquer outro time que seja minimamente bem estruturado. Foi uma derrota de 5x0.

Temporada 2016[editar]

Mais uma vez, o Santos falsificado do Amapá conseguiu vaga para participar de figurante disputar a Copa do Brasil, e foi sortudo em ser sorteado para enfrentar o Santos verdadeiro da cidade de Santos, lembrando que não existem cidades chamadas Santos no Amapá pois o time de lá é só uma cópia cretina e sem criatividade mesmo. Como o Santos Amapaense é um time corrupto e sem vergonha, não sentiu vergonha nenhuma em cobrar 100 reais no ingresso para o jogo do século contra o Santos verdadeiro, mesmo que este valor represente o salário de 90% dos macapaenses.

Títulos[editar]

  • Não perder de mais de 4x0 numa Copa do Brasil
  • Chegar numa oitavas-de-final de Série D: 1 vez (2014)
  • Chegar numa semi-final da Copa Verde(Que porressa?): 1 vez (2017)
  • Golear ó Remo(MUAHAHAHAHAHHAHAHA!): 1 vez (Até agora(2017)