Saudade do Iguaçu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruth lemos01.jpg Esse artigo-igo não tem nenhum valor nunonotri.. nunotritriti... adequado!
Ajude-ude essa página-na idiota-ota a comer um sanduíche-íche... AGORA-ORA!!!


Wikify.png Por favor, alguém arrume este pobre artigo segundo as diretrizes estabelecidas no livro de estilo antes que alguém infarte lendo esse artigo mal formatado...
AVISO: NÃO REMOVA ISSO ANTES DE TER CERTEZA ABSOLUTA QUE O ARTIGO JÁ FOI COMPLETAMENTE "WIKIFICADO", SENÃO VOCÊ PODERÁ SOFRER AS CONSEQUÊNCIAS!
Dica: não sabe como wikificar um artigo? Então leia AGORA o nosso Tutorial Wiki! Ou peça ajuda para os usuários mais experientes...
[[1]]Como o próprio nome já diz, todos estão com “SAUDADE” do Rio Iguaçu. E torcendo para que ele nunca volte. Por que se ele voltar o dinheiro vai embora. E todos terão que voltar a trabalhar. Coisa que a muiiiiiiitttooo tempo ninguém faz neste cú-bículo de município.

Lá é assim, se não é funcionário público ou é comerciante ou vagabundo. São estas as opções. O povo não é muito fofoqueiro. Perde de longe para Chopinzinho.

Lá, é um pouco diferente...

Ao contrário a outros municípios “Saudade” como é carinhosamente chamada por quase todos tem um povo vadio por opção. Também pudera né, recebendo cerca de um milhão de reais MENSAIS de royots da tractebel energia pela usina... Imagina só... lá é o único lugar no mundo onde tem.

Comércio

Fora as Lojas de roupa (tem umas 20 mais ou menos) algumas que servem de fachada para negócios ilícitos, o município tem uns 50 bares e uns 80 salões de beleza, entre salinhas 2 x 2 onde apenas se corta o cabelo e grandes estruturas para depilar as periguetes da cidade... O local mais famoso lá para se cortar as “gadeias” (cabelos) é a barbearia do “FRAGA” que apesar de horrível a estrutura, é bem freqüentado o lugar, Não sei como! Não posso mesmo deixar de citar os bares... O maior divertimento do povo! Nos finais de semana e nos dias de semana também já que são todos vadios. O principal Bar e mais conhecido é o do Polidório Bósio ou Bar do “PÓLI”. Que tem um divertido programa de rádio local nos finais de semana entretenimento número 2 das pessoas.


Turismo

O município teria grande potencial para o turismo se não fosse a pouca vontade dos políticos. Todos lá estão com um Cristo Redentor “entalado na garganta”, depois de que até noticiado foi na mídia regional a construção de tal, mas após reuniões e o padre gastador de dinheiro alheio ir embora nada mais foi falado. Resta agora aquela velha esperança que todos os sudoestinos têm nestas épocas “QUEM SABE ATÉ OUTUBRO DO ANO QUE VEM?!”. O rio? Áh o rio em “Saudade”... Lugar onde só os magnatas donos de casas em condomínios podem usufruir. Para os pobres coitados munícipes resta um lugar esburacado perto da ponte, um lugar sujo perto do laticínio Szura e algumas picadas abertas por eles próprios onde só dá lambari que é peixe das classes menos favorecidas para pescar. Outro local para pescar é a “RAMPA MUNICIPAL”, local que a prefeitura disponibilizou para todos os munícipes e que sediou tempo atrás o paranaense de pesca esportiva. Logo após, como várias obras da prefeitura ficou sem manutenção e hoje é um emaranhado de mato que não tem nem como chegar até a água.

Ah, já ia esquecendo das crianças, que se sentirem obsoletos é só irem dar uma nadada no chafariz municipal situado na pracinha do lado da prefeitura. Lógico, se tiver água né... O referido, funcionou mesmo foi uns 2 dias apenas. Tempo bastante para que os pivetes enchessem seus buracos com chicletes e coisas do tipo... Outros tipos de divertimento que se encontra na cidade são os vídeo games. Lógico, se você for filho de um dos magnatas mafiosos ou de um comerciante né por que se você não for só terá a opção de jogar bola nos campinhos.

Dicionário Saudadense

“Fuja” – cair fora de uma pegadinha!

“Zanoni” – Burro! Termo usado para dizer que uma pessoa é bocó!

“Viu” – termo usado para iniciar uma conversa!

“Nem morto” – termo usado para dizer que você nunca faria alguma coisa!

“Baxe” – termo usado para mandar alguém abaixar.

"Menos Quilino" - termo usado para uma pessoa mentirosa.