Saxofone

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Um sax soprano.

Cquote1.png Você quis dizer: Cachimbo? Cquote2.png
Google sobre Saxofone
Cquote1.png Você quis dizer: Sexofone? Cquote2.png
Google sobre Saxofone
Cquote1.png Nunca vi, mas sempre tive certeza da sua importância para o Jazz. Cquote2.png
Ray Charles sobre Saxofone
Cquote1.png Se não fosse por ele, não teria sido reeleito. Cquote2.png
Bill Clinton sobre Saxofone
Cquote1.png Saxofone é MARA!!! Cquote2.png
Seu Ladir sobre Saxofone
Cquote1.png Eu só gosto dos negões saxofonistas de ombros largos... ui!!! Chegou até a me dar um arrepio!!! Cquote2.png
Clodovil Hernandes sobre Saxofone saxofonistas negões de ombros largos

Lisa Simpson curtindo um Sax.

O Saxofone, também conhecido como Sax, é um cachimbo gigante instrumento musical classificado como Aerofone (vulgo instrumento de assoprar), muito utlizado em Jazz, Rock, Punk e Música Erudita, embora qualquer bandinha hoje em dia tenha um saxofonista (menos as bandas Emo, afinal de contas o Saxofone tem alguma classe). Sua tessitura (gama de notas que consegue emitir) vai do Si bemol grave ao Fá natural agudíssimo (extensão de pouco mais de duas oitavas e meia).

SaxRoll.

A invenção[editar]

Um saxofonista. Repare na sua felicidade.

Ao contrário da maioria dos outros instrumentos, que evoluiram de outros ainda mais antigos, o saxofone foi inventado. Por volta de 1840, um desocupado e clarinetista belga, além de músico de bordel chamado Adolf Hitler Adolph Sax, inventou o saxofone quando adaptou a boquilha de seu pênisclarinete (que ele havia quebrado ao ter deixado cair da varanda de sua casa) ao todel de um Sarrusafone. Aí a merda invenção estava pronta.

Para não ter que pagar royalties para o inventor do Sarussafone, Adolph mudou o formato a fim de enganar o escritório de patentes. E deu tão certo, que logo depois ele estava registrando uma patente como inventor do saxofone. Apesar disso, Adolph morreu na miséria.

O Instrumento[editar]

O Saxofone é um aerofone cujo som é produzido pela palheta, que é uma lâmina de bambu (segundo alguns especialistas, é a materia-prima da palheta que torna o som do saxofone foda, mas não há um consenso geral). A palheta é grudada à boquetilha boquilha pela presilha (não é a de cabelo). A boquilha é encoxada encaixada no todel (vulgo pescoço do sax) e depois, colocada no corpo do sax (a parte maior e cheia de botões do instrumento).

Para produzir um som decente, é preciso produzir a embocadura correta. Para isso, deve-se lubrificar bem a palheta, a fim de tornar o contato com a língua mais íntimo (Ui!!!). Depois, dependendo da nota que se quer produzir, deve-se relaxar e gozar o maxilar se a nota for grave ou apertar o maxilar se a nota for aguda. Mas a pressão ou o relaxamento devem ser sutis para não perder o estímulo interromper a corrente de ar (lembre-se que o sax é um instrumento de assoprar). Fazendo a embocadura correta e apertando os botões certos, você se tornara um saxofonista profissional em menos de 100 anos.

Famíla do Saxofone[editar]

Um sax alto.

Existem saxofones em diferentes afinações, o conjunto desses saxofones forma a famíla dos saxofones. Entre eles estão:

  • Saxofone Soprillo
  • Saxofone Sopranino
  • Saxofone Soprano
  • Saxofone em Dó melódico (mais conhecido por C-Melody)
  • Saxofone Alto (ou Contralto)
  • Saxofone Tenor (estilo Pavarotti)
  • Saxofone Barítono
  • Saxofone Baixo
  • Saxofone Contrabaixo
  • Tubax

Veja também[editar]