Saya

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Donamorte1.jpg Saya já morreu!

Não era presente, mas empacotou!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

沙谷
Cosplay.gif
Nascimento 9 de Novembro de 1989
Tóquio
Morte 15 de março de 2011
?
Nacionalidade Bandeira do Japão Japão
Ocupação morta
Principais trabalhos Fez uns cosplays aí
Prêmios Acho que nenhuma coisa que preste

Saya (9 de novembro de 1989) foi uma modelo japonesa especializada em cosplay. É, foi, porque sua carreira acabou cedo, mas não por ela ter se aposentado, e sim porque morreu mesmo. Porém, a notícia de sua morte não teve muita repercussão nem sequer no Japão, já que ainda existem mais de 8000 japinhas idênticas a ela que fazem a mesma coisa e pouquíssima gente tem interesse em descobrir seus nomes, então, só uma a menos não fez a menor diferença.

História[editar]

E lá vai você com fantasia por empregada agora...

Saya nasceu em Tóquio, a única cidade japonesa que dispensa maiores comentários e explicações para uma pessoa normal que mora no ocidente. Seu sobrenome nunca foi divulgado. Aliás, nem existe garantia de que Saya é seu verdadeiro nome.

Durante a infância, ela foi uma criança deprimida, pois era obrigada pelos pais a vestir-se de maneira escrota igual aos personagens de animes e mangás só porque eles queriam ter uma cosplayer na família, para que no futuro viesse a tornar-se uma gravure idol e rendesse muito dinheiro. Como a irmã de Saya era uma baranga que jamais daria certo nesse caminho, sobrou para a própria bancar a otome poser e fingir que gostava de toda aquela porcaria, quando na verdade ela só queria levar uma vida nobre, elegante e recatada à moda antiga. Porém, quando entrou na adolescência viu que já não tinha mais volta, pois havia atraído uma legião de fãs onanistas.

Na fase adulta, já consagrada profissionalmente, Saya estava quase aprendendo a gostar da profissão quando gordas como Maryou Chouzuki e anoréxicas como Ushijima começaram a aparecer para trabalhar na área e foram fazendo mais sucesso que ela, já que eram visivelmente mais putas. Dessa forma, a depressão de Saya foi agravada profundamente e ela tentou o suicídio diversas vezes, até que sua irmã trancou-a na garagem para acalmá-la. Mas foi uma péssima ideia, pois lá dentro estava Christine, o carro assassino, e Saya nem pensou duas vezes antes de entrar no automóvel e sair dirigindo feito uma louca por aí. Lógico que Christine não gostou nem um pouco de ser acordada tão bruscamente de seu sono de beleza, então também nem pensou duas vezes antes de matar Saya enforcada com o cinto de segurança. Quando a irmãzinha encontrou seu corpo, tentou escondê-lo das demais pessoas.

Saya morreu em 15 de março de 2011, mas o corpo nunca foi encontrado a história demorou para ser confirmada, então surgiram boatos de que ela teria sido vítima de um terremoto. Porém, a irmã dela contou a verdade depois, e disse que trancou-a propositalmente com Christine por inveja.

Cosplays[editar]