Schaan

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Schaan é uma cidade do glorioso Condado de Liechtenstein, um dos estados da Suíça, o seu território é formado por 3 enclaves espalhados pelo país, cada um pertencente a um duque que cobra impostos dos camponeses em troca de proteção militar. A cidade é um próspero exemplo de como um sistema econômico feudal é muito mais eficiente que o capitalismo.

Schaan é uma especie de Niterói da vida, embora muita gente saiba onde fica, ninguém nunca vai lá.

História[editar]

Schaan é como se fosse uma cidade mesclada a um campo de golfe.

A cidade foi fundada por alguns elfos lá na época da onça. No século XI, o Príncipe Rudolf von Liechtenstein se casou com uma bruxa e madrasta da Branca de Neve, fundando Schaan como castelo do Reino de Liechtenstein. Foram construídos 459 castelos e fortalezas, entre eles o famoso Castelo de Schaan.

Muitos carismáticos reis e rainhas governaram Schaan, entre eles pode-se citar a Princesa Peach, a Princesa Zelda e a atual Princesa Fiona.

A cidade chegou a ser invadida por Hitler durante a Segunda Guerra Mundial, em 5 segundos a cidade se rendeu por telefone. Parece que o Führer queria construir um chalé para passar o verão com Eva Brown em Schaan, todavia ele morreu nas mãos dos russos semanas depois e o chalé ficou abandonado.

O atual regente de Schaan é o imortal e generosos Hans Adam II, um dos soberanos mais respeitados e queridos da realeza européia, todos em Schaan podem vê-lo misturado aos camponeses comuns, comprando frutas, até mesmo em tempos de guerras, o rei pega a espada para ir combater o mal junto com seu exército.

Geografia[editar]

Localizado nas margens do Rio Reno, ele é extremamente importante para a escavação do fosso que protege as muralhas do Castelo Vaduz, além dos arqueiros de elite liechtenstianos, os melhores da Europa.

Economia[editar]

A cidade só consegue ser rica da maneira que é por causa de seus bancos projetados especialmente para lavagem de dinheiro estrangeiro, devido a ausência de impostos cambiários e sigilo total e absoluto.