Schroeder

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bismarckpre.jpg Desciclopëdia über alles in der welt!!!

Estä arrtigö é alemon! Issö querr düzerr que ele é parrte dö conspürraçon gerrmänica parra inwadir ö Frankreich por trrás öutrra wez. Non faça scheiße, öu te porremos de quatrro nö Berliner Mauer.



Schroeder Terrinha, Roça
[[Arquivo:{{{imagem}}}|150px]]
Bandeira
Plante antes de colher
Hino "Schroeder é uma cidade imprecionante, tem mais banana doque habitante"
Local Bandeira do Brasil Brasillink={{{3}}} Santa CatarinaInterior de Santa Catarina
Idioma Alemom caipira
Geografia
Clima As vezes chove todo dia ou chove o dia todo
Locais de referência Ponte do Gneipel, lanchonete do trapp
Economia Banana, arroz, banana, arroz
Produtos exportados banana seca, banana frita, banana com chocolate
Política
Governo
Nuvola apps core.png
PMDB
Atual prefeito
Nuvola apps core.png
Empresário da banana PP
Vice-prefeito
Nuvola apps core.png
Arriba PP
Mídia
Cidadãos ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
pink e cerebro
Esporte símbolo {{{esportesimbolo}}}
Santo local São Nunca

Cquote1.png Sua pesquisa por Schroeder nessa área do mapa não encontrou nenhum local correspondente. Cquote2.png
Google Maps sobre Schroeder
Cquote1.png Você quis dizer jaragá do sul. Cquote2.png
Google sobre Schroeder
Cquote1.png Você quer bananas? Cquote2.png
Schroedenses sobre Turistas perdidos em sua cidade
Cquote1.png Vocês se acham , seu alemão batata...voltam pra roça...!!!!! Cquote2.png
Joinvillense com toda a razão..
Cquote1.png Morreu o Zagallo! Cquote2.png
Mais uma "verídica" notícia da rádio peão da WEG
Cquote1.png Aqui é o inferno, ou o inferno é aqui? Cquote2.png
Sua sogra recém chegada a Schroeder
Cquote1.png você quis dizer Paraná Cquote2.png
Google sobre Schroeder
Cquote1.png Linda paisagem, adorei!! Cquote2.png
Stevie Wonder sobre Schroeder
Cquote1.png Itapocu vem do grego, onde "Itapo" quer dizer: "vá tomar no" Cquote2.png
Professor de história sobre Schroeder
Cquote1.png Na União Soviética a banana entra em VOCÊ! Cquote2.png
Reversal Russa sobre URBS
Cquote1.png Vai pra Guaramirim??? Não esqueça de levar bota, chinelo, calça, bermuda, sunga, camiseta, sobretudo, luvas, guarda-chuva, agasalho e uma canoa, pois você vai precisar de tudo isto em um dia... Cquote2.png
Qualquer mãe schroedense
Cquote1.png Eu não aguento mais essa merda! Eu me demito! Cquote2.png
Mulher do Tempo sobre Schroeder
Cquote1.png Eu vou jogar de gol! Cquote2.png
Schroedense jogando futebol
Cquote1.png Schroeder é vida! Cquote2.png
Schroedense genéricos (paranaenses), que vão passar fome tentar a vida na WEG ou plantar banana.
Cquote1.png Pensei que a Europa fosse mais bonita. Cquote2.png
Paulista ao chegar em Schroeder.
Cquote1.png Ganhei vários banefícios esse mês! Cquote2.png
Schroedense referindo-se ao seu medíocre salário na WEG.
Cquote1.png Nasci em Schroeder, e tenho muito orgulho disso! Cquote2.png
Chuck Norris quando perguntado de sua cidade natal.

Schroeder[editar]

Schroeder é um lugar Colonizado por alemaes e invadido por paranaenses no qual todo mundo conhece todo mundo e que é so tu botar a cabeça fora da janela que jah tem alemom te comprimentando com um Móin ou opp já os paranaense bando de fdp, nem cumprimenta, mais tem os gente boa que quando passa eles falam opa, e por etiqueta tu sempre deve responder opa é marido da oma.

Cidade localizada entre morros montanhas e paredões, aonde é quase imposivel encontrar algo pra fazer no final de semana, nos dias de verão ou de calor o pessoal costuma se reunir na praia de Schroeder, as areias da ponte do gneipel a praia local, fica lotada, isso sem fala do transporte que é monopolizado pela empresa jaraguaense viação urrubuzinho, mesmo a cidade ter uma empresa de transporte ela não pode operar as linhas de maior número de alemoms que vão gasta o cheque do leite em jaraguá, essa empresa a tranpantanal tem ónibus velhos, fudidos e desconfortaveis, bem você ainda não intende porque o nome da empresa? vem pra cá num dia de chuva que você descobre.

Como o proprio hino da metropóle, digo fim de mundo diz, "Schroeder é uma cidade imprecionante tem mais banana que habitante." olha o refrão " Schroeder é uma cidade que produz de dia falta água e de noite falta luz", o melhor de tudo é o ritmo do hino é no estilo bandinha de hoje vou na xit100fest, festa local da cidade vizinha, acontece uma vez ao ano e é quando a cidade fica vazia.

Durante o ano pessoal vive plantando madioca, carregando banana nas costa ou ralando nas empresas agriculas da cidade, mas quando chega o mês de outubro acontece a maior festa da cidade, é a schroeder fest, é uma festa de alemom que reuni paranaense e os alemom tudo junto e misturado, aonde tem os bailão que lota o complexo desportivo arena jaragua, digo alfredo passold, lá também ocorre a venda de shop gelado e cerveja quente, porém não tem mais a bebida tanto faiz, como os alemom tem costume, - me dá um refresco, - qual sabor ?, - pode ser o tanto faiz. A segurança é supimpa, existem quase 2 delegacias, sendo 50% delas militar e 50% cívil.

Schroeder é uma cidade que não tem o centro da cidade, mais a pessoas que assim o chamam o local que fica entre a metade do rua principal que corta a cidade de cabo a rabo, a cidade digo fim de mundo é cortada por uma única rua, as outras sao atalhos para sair o mais rapido depresa daqui. Em tempos de chuva longa e tenebrosa, há necessidade de ter-se na garagem da casa, uma canoa, bote ou caiake, pois quando da enchente, só assim pra sair, isto quando as comportas da usina não forem abertas antes de avisar a todos, que daí não sobra tempo pra muita coisa não, como diz os paranaenses invasores da terrinha, vamo cai na brakiária e pela o peito na buva, que agora a casa caiu.

A música varia de musica alemã até musica germânica. Também nota se a existencia de true headbangers from hell, com existencia de bandas como Atacama, muito famosa por fazer cover do eici/dici, e a banda Repulsores que os nativos chaman de farekenkop.

Bom, o mais engraçado do lugar é que praticamente não existem schroedenses por lá. Isso devido ao fato da cidade ser tão pequena que nem hospital ela tem. Mas como os Alemon são meio teimoso, eles acabam chamando as parteiras para que os alemonsinho possam nascer no fim do mundo. Minha namorada mesmo eu acho que nasceu em casa, porque ela fala bem como os alemon de Schroeder. Em vez de pão, ela fala pónnn, e ao invés de falar: olha que carro bonito!! Ela fala: ÓÓ... QUE CARÓN BONITO!! ESTILO ALEMON!

Bairros[editar]

Os bairros são bem originais, no bairro de Schroeder 1 você encontra nada para fazer, sem dizer que em dias de chuva fica praticamente imposivel transitar pela estrada, porém a cidade tem uns estabelecimentos que fervem durante a noite, tem o bar do dinho, local de encontro de todos os bebum do bairro, tem a lanchonete isalu que serve o melhor dog da cidade, e tem também o dog dog da lombada, é um carro de lanches que fica para parado em uma lombada na principal via de acesso a guaramirim, e que atualmente mudou pro outro lado da rua, agora como lanchonete coberta tendo banco e mesas pra sentar e fazer o pedido, que serve de tudo, até xis salada(xique bem, porção de fritas,pros italianos polenta com chuleta e queijo, e o melhor de tudo, até trabalha e aceita cartão de crédito e débito, e se você vem de a cavalo no DOG da Lombada, tem até aquele pau pra amarrar cavalos, que passa pela vila misséria em guaramirim e sai na frente do bar do zé, principal ponte de recreação noturno, o pessoal daqui chama de zona.

o bairro Schroeder 2 tem mais estabelicimentos mais é tudo a mesma merda, nada pra fazer a não ser ir da uma volta na praça e tomar uma gelada no mimi, o bairro schroeder 3 bem não tem nada pra la, agora no bairro bracinho, temos a grande usina geradora do bracinho, aonde abastece cerca de 40 % da cidade muito não, isso da em torno de 5000 pessoas, o bairro Itoupava-açú é de longe o mais excluído, fazia parte de Joinville até o ano de 2009, mas Joinville não teve peito para manter o bairro e passou a bola para Schroeder que acha que tem. Nenhum pouco contentes os alemão querem construir mais bananal e tentam ficar com toda a área de mata do bairro que é destinada a futuros moradores (único e exclusivamente Paranaenses), felizmente o bairro possuí um dos principais pontos de encontros de trilheiros da cidade, o "Rio do Julio", o bairro ainda possuí locais de encontros de bebuns, maconheiros, e gente que não tem nada pra fazer, os três principais pontos são: a mercearia do Paulinho, que é separada por duas casas e uma rua do maior estabelecimento do bairro "Padaria, açougue, mercearia, Bar, confeitaria, e sorveteria tudo num lugar só", e ainda tem o bar da amizade, onde amizade é só parte do nome mesmo, e tem também onde era o bar do Darci, que ta alugado e tem sempre além da dona, umas 4 garçonete pra atender quem chega lá, só filé, só file(até parece aqueles bar das primas sabe?).O bairro ainda tem um rio chamado de itapocuzinho onde se reúnem pessoas nos fim de semana para se banhar em suas águas verdes (de esgoto). Os outros bairros levam nomes menos originais, como Sossega, que eu ainda não descobri aonde fica essa porra, bairro rancho bom que homenageia o maior mercado da cidade, tem o bairro duas tetas, digo mamas que homenageia uma mulher, digo o seu peito, bairro braço do sul, que bem la nem carro da água passa, mais todos esses bairros tem uma coisa em comum, habitados por alemoes e invadidos por paranaense que saem da metropole para ir ao shoping breithaup o unico shoping sem macdonalds, isso sem falar das festas, que tirando os bailom do cabecinha digo bracinho, a cidade fica parada.

O bairro Rancho Bom ainda conta com um famoso pesque-pague, conhecido por todos os habitantes de mnicipios vizinhos, ele é responsável por 93,4865693154587895561188564544895198% do turismo do municipio. No bairro Duas Mamas tem o Gigabyte, onde a atração principal é o pole dance feito em pés de banana pelas paranaenses.

Medos e mitos[editar]

Um dos maiores medo da população ribeirinha digo schroedense é a da abertura das comportas da usina do bracinho, que pode alagar a cidade toda, tudo bem que ela não é grande náo vamos mencionar o tamanho.

Um outro medo é dos aviom que passa paixinho nas roça do colono, todo alemom que se prese tem medo daquele tren digo aviom cair, mas o perigo foi embora, depois dos piloto louco que tinha lá, fugidos da 2ªguerra, não tem mais os avions, acabaram com tudo eles.

Um grande mito é dizer que os paranaenses sao trabalhadores, trabalhadores que nasa quem ensinou isso a eles foi os alemom daqui, eita povinho preguiçoso.

Igrejas[editar]

Aqui tem mais igreja doque habitante, tem as igrejas tradicionais e aquelas que abre toda semana em um lugar diferente, os alemom denomina essas de igreja dos crente, religiao que na qual o trouxa digo o membro deve doar 10 % do que ganha no mes e deve ter abstinencia a bebidas alcoolicas e não ter tv, esses trouxas digo fieis freguetam essa igreja para se curar ou de expresar o arrependimento, isso prova que todo crente ja foi vagabundo.

ja as igrejas tradicionais fazem as festas religiosas que servem marreco rechiado e repolho roxo, comida típica da cidade, aonde ainda tem o bingao que os velho leva uns grao de milho pa marca os número, e as rifas muito disputadas, normalmente os premios sao 1 arroba de porco, 1 casal de ganso junto ou um casal de ganso separado, varias galinha macho.

Outros[editar]

As principais fontes de economia é a banana; aliás... Banana é o que mais tem nessa terra... Os pontos de lazer de Schroeder é a pracinha do lado da prefeitura... Com um parquinho pras criança q de noitezinha é ponto de encontro para os Fumantes. O muro do Posto Mimi é o Point da bebida, já que no Mimi é proibido beber bebidas alcoólicas. Schroeder também tem Um Mine – Shopping. Quanto luxo não é? Mas tem também a Sorveteria AG,e tmb a Sorveteria e Lanchonete Q Legal com as melhor Batata da metropoli aonde os Alemom c reunem , ponto d quem não tem o que fazer domingo de tarde, o Trapp e a Prainha de Schroeder, “prainha” que no qual é um rio onde percorre o Eisgoto de todos os cus Xeredences que em tardes de verão fervem de pobres q não tem acesso a verdadeiras praias. Os Únicos pontos turísticos são um morro naturista com a ponta queimada no qual é denominado Morro Pelado... E uma Árvore ¬¬' Sim... Uma árvore. Uma FIGUEIRA CENTENÁRIA... Incrível não? Também tem os vida loka xredense, facilmente reconhecíveis por fumarem cigarros a base de cabelo de milho. A gastronomia é muito variada, tendo de tudo: banana, yellow banana, guipratna banan, banana milanesa, banana fogo de chão, filé de banana, banana ao forno, lebawosht, shtinkkraut, wasamelon, shuainna fleish e o famoso shuattz zaua.