Scorpions

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Scorpions
Scorpions logo.jpg
Logo
Origem Bandeira da Alemanha Alemanha
Gênero Musical RAP, ametaleiro, hard roquerist, psicodélico-clássista-acústico
Álbum mais Vendido Ângela Rondonia Ródio
Maior Sucesso me dá em mim
Integrantes Carlos Meu
Rodolfo Xênquer
Matias Jabes
Tiago Cotaque
Paulo Matessuóda
Ex: Juca Rosa e tal
Roda Leno
João Rossi
Francisco Bucólz
Curto
Influências Simone
Vícios Cerveja com Vodka
Cafetão/Produtor Nike

Cquote1.png Você quis dizer: Rock de interior Cquote2.png
Google sobre Scorpions
Gn.gif Nenhum resultado encontrado para "Música mais tocada no interior do que Wind of Change"
Google sobre Scorpions

Cquote1.png Modão bondimais sô. Cquote2.png
Caipira sobre Scorpions
Cquote1.png Eu quase ia! Cquote2.png
Roberto Barros sobre Scorpions
Cquote1.png A música que mais gosto é aquela do assovio. Cquote2.png
Fã nº1 sobre Scorpions
Cquote1.png Here I'm Rock You Like a Hurricane!!!! Cquote2.png
Scorpions discutindo com moças.
Cquote1.pngAqui tem mais pérolas de ou sobre ScorpionsCquote2.png

Um show do Scorpion, não dos Scorpions. Com participações especiais de Sub-Zero, Reptile e Smoke

O Escorpiões (é assim mesmo, por erro do estenógrofosse aguda subordinada pseudomona) é uma banda de Ranôva, com fronteiras ao norte de Tangamandápio e em cima do inferno.

É uma das miores bandas que ja passaram pelo planeta água, influenciando várias outras bandas como Victor e Leo, Fafá de Belém, Xuxa e várias outras.

Atualmente estão desfrutante das águas termais do Hotel Termas, localizado em Mossoró, desfrutando de um sol quente pra caralho e muitas comidas mossoroenses tipo cuscus com ovo, farofa de água, peixe do Rio Mossoró, que atualmente está passando por uma pequena época de poluição que está durando apenas 150 milhões de anos.(Boatos dizem que o motivo de aparecer nodas nas cordas vocais de Noel Meu na década de 80 foi ele ter bebido água deste rio).

Formação[editar]

Deus çupremo do vocal, Carlos Meu
Fase Hippie da banda
Maior inspiração fã da banda
  • Antes de se juntar ao Escorpiões, Carlos Meu, o então vocalista da banda, trabalhava que era uma beleza como decorador.
  • Rodolfo Xênquer já estava tentando formar essa banda há tempos mas sem sucesso. Então junto com seu irmão pirralho Miguel Xênquer que era uma criança prodígio e mais alguns músicos de Ranôva montaram a banda e gravaram de cara a trilha para o filme O Paraíso Gelado quando Miguel abandonou a banda para integrar o grupo UFObanda muito boa, fizeram um aobra de arte em 1974,Phenomenon. O Escorpiões recebe João Rossi, um guitarrista meio hippie que deu um upgrade na roupagem da banda.
  • Mais tarde a banda contaria com o baterista Irmão Sinorraro que ficaria com o Escorpiões por 2 décadas.
  • Nesse mesmo período o baixista Francisco Bulcôuz integraria a banda até 1991 no final da turnê do disco Mundo Louco.
  • Foi com a saída de João Rossi depois do seu último disco de estúdio, o Pego na Marra e a gravação do maior espetáculo de roque ao vivo da história, o Fitas de Tóquio, que o Escorpiões contratam o jovem Matias Jabes, virtuoso guitarrista que dividiu a gravação do disco Condutora do Amor (1979) com o então guitarrista caçhaceiro Miguel Xênquer.
  • Aí estaria a mais clássica formação do Escorpiões: Carlos Meu, o vocalista; Rodolfo Xênquer, o guitarrista-base; Matias Jabes, o guitarrista-solo; Francisco Bulcôuz, o baixista; e Irmão Sinorraro, o baterista.
  • A parceria durou no entanto apenas até quando Francisco e Irmão deixam a banda, como já foi citado.

Discografia[editar]

Scorpions é uma banda grande
Scorpions seguidores da pedofilia?

Anos 70[editar]

Déls çupremo maravilhozo da guitarra João Rossi
Déls çupremo maravilhozo da guitarra 2 Matias Jabes
  • O repertório do Escorpiões no início da carreira, sobretudo na turnê do Corvo Solitário e Voe para o Arco-íris, tinha músicas do grupo Doce. A banda alemã chegou inclusive a gravar 2 músicas deste grupo que foi sua influência: "Sebo nas canelas, raposa!", gravada com o título em alemão "Raposa, siga em frente!" e "Ação", ambas gravadas em alemão, idioma que aliás era usado nas primeiras turnês.
  • O 1.° clipe da banda foi gravado em película no ano de 1972. A música de trabalho foi "Estou endoidando"[1], do disco Corvo Solitário.
  • O álbum posterior, Voe até o Arco-Íris, teve alguns vídeos promocionais lançados. Mas o mais importante é o vídeo da música "Essa é minha canção"[2] que marca a primeira aparição de João Rossi na banda.
  • Da passagem desse grandioso guitarrista pela banda, talvez o momento mais marcante seja a gravação da música "Nós Sapecaremos o Céu"[3], do disco Pego na Marra, composta por sua amada, Mônica Dêinimã, de presente para ele.
  • Um fato curioso que envolve a pessoa de João Rossi é que a América do Norte jamais o veria em performance junto ao Escorpiões. Já vi muito americano lamentando isso por aí. Mas é a vida.
  • E por falar em América, é a partir da saída de João que a banda se prepara para conquistá-la de forma triunfal através dos álbuns Condutora do Amor, Magnetismo Animal, e Apagão (o mais popular destes).

Anos 80[editar]

Rudolfo Xênquer
A banda não é pequena!
Papa também curte Scorpions: 321!
Pequeno acidente na passagem de som...
  • Uma das bandas que influenciaram o Escorpiões nos anos 70 foi sem dúvidas a Doce. Duas coisas deixam isto bem evidente, se os amigos repararem: o girado caubói que Noel Meu faz com o microfone, já era feito em 1900-e-antigamente pelo finado vocalista da banda. Mas no Longue Plêi Magnetismo Animal essa admiração fica evidente também na música "Senhorita Luz Estelar" [4], pois ocorre que nas idades mais primitivas do roque em rôu, o Doce havia gravado uma canção com o mesmo nome [5].
  • O álbum Apagão, do ano de Nosso Senhor Jesus Cristo de 1982, é um capítulo especial na história do Escorpiões. A começar pelas letras que vieram totalmente descompromissadas de ideais políticos. Era uma celebração à farra. O baterista Irmão Sinorraro, cada vez mais chegado a uma farra, escreve "Arizona"[6], que é um ícone do momento da banda. Aliás, até hoje (vide o clipe do novo disco do baterista, intitulado Estou de Volta - o disco, não a música, que se chama "Pegue Isso Como Isso Vem" [7]) ele mostra que nunca vai perder o bom gosto de saber selecionar só as boas para seus trabalhos.
  • Mas nem tudo é fuzarca. O Apagão é um registro do momento mais trágico da banda alemã: Noel Meu depois de tanta firula nos 3 anos anteriores de repente perde sua voz. Rodolfo pensa em parar tudo, mas Noel não admite tal possibilidade então depois de terapias e tratamento intensivo ele recupera sua voz e só pra se vingar da ironia do destino grava uma das músicas mais altas da história do Roque, a saber a música "Agora"[8], cujo único registro ao vivo foi em terras brasileiras. Quando esteve no Programa Domingão do Faustão, o vocalista da banda para fugir das piadinhas indiscretas do bolo-fofo mais chato dos domingos, deu uma palinha da música: Na-na-na-na-naaaaaaau!!!! Uraaaaa mêeeeeu!!! Quem sabe faz ao vivo!!!
  • Lembrando também que em Apagão saiu o maior hit da banda antes do próximo disco, "Ninguém como você"[9].
  • Bendita parceria de Rodolfo Xênquer e Noel Meu que rendeu à banda milhões de cópias vendidas por “Ainda amando você” e à França milhares de recém-nascidos já que, segundo dados que chegaram ao conhecimento dos dois compositores, muitas crianças estavam sendo feitas ao som de ...teeeeempo... É preciso teeeempo...
  • Vale lembrar que este álbum também foi de onde saiu "Noites na Cidade Grande"[12].
  • Depois de tanta música emplacando nas paradas de sucesso, o Escorpiões lançaria o seu segundo disco ao vivo, intitulado Mundo Inteiro Ao Vivo, que seria o trabalho árduo de todos primeiros anos na Europa, colhidos no Ocidente, mais precisamente na América do Norte. Com direito a Rodolfo pular com uma Flying V na piscina do hotel.

Anos 90[editar]

Mesmo depois de 40 anos e gente nova na banda, a empolgação continua a toda.
  • Francisco Bulcôlz sai da banda em 1992, entra em seu lugar Rafa Riquerma, e no ano seguinte sai outro disco de estúdio, intitulado Enfrentar o Calor, contendo o sucesso "Sob o Mesmo Sol"[19].
  • E depois do sucesso de Enfrentar o Calor, Irmão Sinorraro sai da banda. A banda escala para a gravação de Instinto Puro o baterista Curto Crespo. Que logo depois é substituído por Tiago Cotaque. Após Instinto Puro (de onde saiu o hit "Você e Eu"[20]), a banda entra numa fase mais pop e grava Olho no Olho.

Anos 10[editar]

Os Escorpiões, depois de 40 ANOS fazendo muito barulho, anunciaram que vão lançar um último disco, Ferrão no Rabo, e fazer uma turnê de despedida pelo mundo antes de parar de estourar ouvidos. A curta turnê durará apenas 3 anos e passará apenas pelos 5 continentes. E pra finalizar, o último show da turnê no Brasil será dia 24 de setembro de 2010 na Sarneylândia.