Sean Connery

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Scotland-wallace.jpg Thws artekille ys Scotch!

Este artigo é escocês! Ele usa Kilt, bebe whisky e Irn-Bru, arremessa troncos de árvores e martelos, toca gaita-de-foles, é fã do David Coulthard e é primo do Duncan MacLeod!

Se você traiu William Wallace, caia fora daqui!

Paisagem escócia.jpg


Não fixe o olhar nas poderosas sobrancelhas.

Sean Connery é um ator britânico que só fez filmes top de linha, além de pegar as mulheres mais gostosas de seu tempo e também as de depois e de bem depois e de mais depois ainda de seu tempo. Claro que esse artigo não vai apenas se resumir a isso de quem Sean Connery pegou, nada disso, também incluirá quem ele quase pegou e quem, apesar dele estar na quarta idade, ainda irá pegar.

007[editar]

007 desvendando que as ostras não caíram bem.

Estavam alguns nerds cineastas querendo fazer virar filme um agente secreto, mas como ele não era desajeitado e punheteiro, pois sempre haviam mulheres das melhores em todos os sentidos na cola dele, acharam que seria mais um filme pra um público específico e teria um sussesso relativo junto a esse público. E era para ser assim, a história era não muito diferente de várias com agentes secretos e tals.

Eis, que eles tem a sorte de ter como astro do filme, Sean Connery, que transformou um filme meia boca em classico e nunca imaginariam que faria tanto sussesso e se fariam várias sequências, dando origem a filhotes de Sean Connery, como Roger Moore e Pierce Brosnan e os atores escolhidos teriam agora que tomar chá de sempre viva para fazer jus à sussessão. Se acha que teria o mesmo sussesso se o Sean Connery não tivesse sido o primeiro, apenas pense que qualquer um que não fosse o Bruce Lee, pareceria uma mocinha dançando balé, ao tentar qualquer luta, se não fosse Chukc Noris, pois então: Os 007 não seriam grande coisa senão fosse o Sean Connery.

Características[editar]

Não subestime o poder das sobrancelhas por causa da idade... nem o da pistola.
Pistola começando a crescer, alguma bond-girl por perto.

Aviso que se a bibona desmaiar vai levar um cascudo ao estilo do Seu madruga, o Chaves é que sabe como é. Falando no Seu Madruga, ele se inspirou muito no 007 para aguentar tanta pancada de gente invocada e tanta criança com problema de retardamento para ensinar. Só assim ele pode se fazer firme para não sucumbir à tanta estupidez. Lembrando que ele também se inspirou na potência do Sean Connery para pegar ao mesmo tempo a tia da Pati e a Senhorita Clotilde que são mulheres bem fogosas.

Sean tem a sobrancelha ideal do macho, o pau ideal (eu vi), a cara ideal, a altura ideal, a musculatura ideal, a voz ideal, a postura ideal, a inteligência ideal, ou seja, o macho. E nem precisa fazer muita coisa, apesar de que ele faz muitas coisas, e todas muito bem, mas, é só ele olhar que já convence. Atente para a sobrancelha, se você por exemplo que é uma meiga mocinha, fixar o olhar só nas sobrancelhas dele... Tomou no cu, literalmente.

A pistola do Sean Connery, ele, é claro, não precisa dela, mas sabe usá-la muito bem, garantem as moças que o viram em ação. Por sinal a pistola dele já foi motivo de muita briga entre elas, que queriam todas ver um pouquinho que fosse, e segurar, elas sentiam um misto de êxtase e medinho, mas ele sempre estava por perto para as amparar e isso ele também fazia bem. Já houve tentativa de quebrá-la ao meio, explodir, quebrar, derreter, entupir, tudo em vão, pois ela permaneceu mais eficiente do que nunca.

Outros filmes[editar]

Pra você pegar uma mulher assim, basta ser 007 Sean Connery.

Eu lá tenho saco... pra fazer toda a filmografia e todos os 007, se quiser procure, mas, lá vão alguns. A filmografia de Sean, é seleta e ele nunca mais foi convidado a participar de filmes que não tivessem o mesmo calibre de sua pistola. E quando o filme da qual ele participava não era grande coisa, acabava se tornando bom por sua presença, embora nem sempre sua pistola estivesse á mostra.

Os intocáveis é uma história que conta como Sean convenceu inúmeras pessoas que tinham nojinho, de tudo, tipo os Pôneis malditos, de que não precisavam viver em uma bolha.

O Nome da Rosa, a única atuação gay de Sean Connery em que ele fazia a traveca de nome Rosa e tinha um caso com um monge, mas acabou por comer todo mundo no mosteiro, único papel em que Sean Connery não se adaptou tão bem.

Highlander 1 e 2, onde Sean Connery ensina Christopher Lambert a se comportar como homem e saber usar a espada.

Tarzan's Greatest Adventure, Nesse Sean Connery fez um vilão que faz o Tarzan parecer uma mocinha, pois era o mais macho e bananudo da história, isso eu também vi. Por sinal, Cristopher Lambert, também fez um Tarzan inspirado em Sean Connery.

Falando nesse Tarzan, muitos dos filmes com Sean Connery fazem parte da metade de um gênero chamado de aventura que faz jus ao nome, sendo da porção aventura que preste.

Ver também[editar]