Seirei no Moribito

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Seirei no Moribito
精霊の守り人
Seirei.jpg
Coisinha sem graça
Gênero Fantasia, Navio
Mangá
Autor Nahoko Uehashi
Divulgação Square Enix
Onde sai Nas bancas
Primeira publicação 2007, saindo
N° de volumes 2
Anime
Dirigido por Kenji Kamiyama
Estúdio Production I. G.
Onde passa Japão, Navio
Primeira exibição 2007
N° de episódios 26
Filmes
OVAs


Cquote1.png Esse anime tem mais é que ir se @#%$%#$% Cquote2.png
Xamã Torogai, irmã de Dercy Gonçalves sobre Seirei no Moribito

O grupo principal. Da esquerda para direita:
Kenshin Himura travestido; Príncipe emo; médico inútil; e Dercy Gonçalves.

Seirei no Moribito (em português Eu sei Onde está seu Cachimbo: Guardião do Espírito) é um anime maçante e enjoativo, não recomendável que se assiste, é desses animes que surgiram com a onda mundial de fanáticos otaku, e acaba sendo um anime inexpressivo e desinteressante, que parece que foi escrito e produzido por fazer, sem capricho ou qualquer tipo de originalidade. O anime conta a história de Balsa, uma lanceira metida a Kenshin Himura que está sempre fazendo atos heróicos e salvando o dia, clichê total e absoluto.

O anime foi escrito por um japonês desempregado desesperado por dinheiro, que escreveu essa anedota com os últimos neurônios de sua cabeça, desenhou e produziu o anime no quintal de sua casa. Esse japonês terminou morto de fome, conseguiu zero ienes com seu anime, já que ele foi 100% comercializado gratuitamente pela Internet e nas ruas por camelôs.

O seu gênero é o de ação clichê e drama piegas.

Depois da morte do autor, o Cartoon Network's comprou de graça os direitos de exibição de Seirei no Moribito, passando a exibi-lo na programação de Adult Swim as 1:30 da matina, conseguindo espetaculares zero índices de audiência, já que nesse horário, ninguém quer ver canal de desenho.

Sinopse[editar]

Balsa é uma lanceira do bem que protege um garoto noob dos perigos do mundo depois de ser paga para isso, e assim descobre que dentro do corpo do garoto há um ovo que desperta a cada 100 anos no corpo de um infelizardo e isso tem haver com o outro mundo, ocultismo e uns seres aquáticos que parecem uns patos humanóides.

Enredo[editar]

Spoiler5.JPG
Atenção! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais spoilers.
Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Jamanta não morreu, ou que Kevin Harvick passa Mark Martin.
Spoiler3.jpg

Cquote1.png Tenho essa pose de confiança pois ninguém pode me vencer! Cquote2.png
Balsa

A complexidade do enredo de Seirei no Moribido é muito variável a medida que a história se desenrola. As vezes a história é bem simples e você chega até a achar o anime bobo e infantil, e de uma hora para outra começam a acontecer coisas esquisitas sem sentido e você passa a entender mais nada, mas a sua opinião de que o anime é bobo não muda.

A história é repleta daquelas situações que poderiam ser facilmente resolvidas com diálogo e cooperação, mas como comunicação não é o típico de japoneses, muitos conflitos desnecessários vão ocorrendo e muitas lutas e sem o menor sentido ocorrem e no final ninguém sabe porque eles estão se desentendendo, ou porque estão lutando, ou porque estão fugindo, ou porque está odiando uns aos outros. Durante todo o anime é um tal de fica inimigo e amigo e depois inimigo outra vez e depois amigo novamente: "Te odeio"; "Te amo"; "Não quero mais te ver"; "Fiquei amiguinho de novo"; "Vamos lutar"; "Desculpe por ter quase te matado"...

A geografia em Seirei no Moribito também é tipicamente esquisita como qualquer outro anime, cheio de nomes inventados de reinos. A aventura ocorre no Reino Yogo, mas existem ainda o Reino Eskambal, o Reino Blá, o Reino Mun-Rá e mais um monte outros reinos que fazem parecer o ambiente do anime a antiga China. Se você mal consegue decorar os países do mundo de verdade, imagine de uma anime ruim. Esse tipo de coisa ajuda a complicar as coisas quando você tenta a proeza de tentar entender o enredo de Seirei no Moribito.

Protegendo o Príncipe[editar]

Olha a cara de derrotado do adversário de Balsa.

Balsa é mais uma protagonista feminina forte pacas que bate em todos os homens maus do anime, isso, enquanto protege um garotinho emo. A história começa quando Balsa está procurando alguém para salvar a vida e assim um garoto cai num rio selvagem e quase morre afogado. Na verdade Balsa não o salva já que ela estava prestes a morrer atropelada por uma carroça e cavalo na água, quando um bolha do nada, como se fosse um golpe de pokémon salva ela e o garoto. Depois de seu ato heroico, ela descobre que aquele garoto é o príncipe Shagum, do reino em que ela está e assim Balsa consegue em recompensa comida, grana, uma cama gigante e problemas.

Balsa que passou a vida inteira lutando e agindo como se fosse homem, e começou a despertar ali um espírito materno, então ela rouba o príncipe com o pretexto de protegê-lo com sua vida e de alguma maneira tentar exorcizar o espírito que volta e meia está possuindo o garoto.

Nessa fuga passa um episódio inteiro lutando contra um grupo de ninjas que andam sobre as águas e assobiam muito. Balsa derrota todos em uma lutinha palha, mesmo com sua lança que ela quebrou na sua saga anterior quando precisou lutar contra o Darth Vader, mas termina gravemente machucada tendo alucinações na lama precisando ser atendida urgentemente. Então o Doutor Panda, um médico-xamã das redondezas, mostra a sua utilidade no anime cuidando ao longo de uns 10 episódios dos ferimentos mortais de Balsa.

O emblemático lobo gordo após mais uma refeição.

Balsa compra um cavalo de segunda mão, faz boas ações libertando uns escravos dando uma de Princesa Isabel e espalhando pelo reinado um monte de mulheres com seus filhos (ex-escravos) para confundir seus perseguidores. No final apesar de todo esforço e ter torrado toda sua grana, Balsa ainda é descoberta e começa a ser perseguida pelos ninjas assobiadores de cavalo e só conseguiu se safar depois que um lobo gordo atacou seu cavalo e a arremessou numa vala envenenada (estranho, não?).

Com o tempo, Balsa se tocou que não tinha vantagem em proteger a vida de alguém se ela precisasse sair matando tantos capangas que apesar de tudo, todos tem família e eles não têm culpa de serem fracos. Balsa assistiu Samurai X e fez um voto de não matar.

Vivendo como uma mãe[editar]

Cquote1.png Com a lança consertada, agora posso fazer cara de má com confiança! Cquote2.png
Balsa

Balsa consegue alguns episódios de paz, aonde consegue estreitar seus laços de mãe adotiva com Chagum, o príncipe que seqüestrou, ela reforma a sua lança para quando ela virar um tigre descontrolado, ela possa cortar seus inimigos no meio sem matá-los.

Quanto a Chagum, ele aprende a arte de viver como "trombadinha" e chega a aprender a apostar em cassinos.

Volta e meia acontecem uns episódios viajantes, aonde os personagens dão uns tapas (e os roteiristas também) e todos começam a ver coisas do outro mundo. Tanda certa vez vê uma montanha disfarçada de tartaruga ambulante. Chagum certa hora tem a impressão de estar flutuando sobre um precipício e ele vê peixes voadores.

As grandes viajens do anime, porém, acontecem com a Xamã Togorai, uma velha sem noção, que dedica um episódio inteiro para narrar as suas aventuras no mundo do tapa. Tudo começa quando ela coloca a cabeça dentro do vaso sanitário para conversar com uns patos e entender o que eles dizem que o ovo dentro de Chagum é um espírito que no festival de solsístico fará aparecer num lago uns siris monstruosos que rasgarão o príncipe no meio. Depois dessa conversa Togorai começa a fugir de uma chama flutuante por uma caverna e terminar sendo comida por uma gelatina, desmaiar e acordar num poço de petróleo ao lado de Balsa.

Os Perseguidores[editar]

Cquote1.png Me chamou de gorda!? Cquote2.png
Balsa

Depois de muito tempo sem acontecer nada, os ninjas assobiadores finalmente descobrem o paradeiro do príncipe amaldiçoado e Balsa. Quando vão invadir a casa da mulher, algum arruaceiro tocou fogo ali e todo plano vai por água abaixo.

Balsa foge uma vila secreta aonde descobre que o Apocalipse está próximo, ela dá um tapa em Chagum e foge para uma caverna.

Passado de Balsa[editar]

Mestre e pai adotivo de Balsa.

Como ainda faltava muito para o último episódio, e não tinha mais nada para acontecer, Balsa decide contar seu passado:

Ela era uma garota normal, mas seu pai foi denunciado por Roberto Jefferson e ele estava com o nome também naquele dossiê da Dilma Roussef. Logicamente o pai de Balsa não duraria muito. Zé Pequeno certo dia mandou matar o homem. Balsa, órfã, foi adotada por Jiguro, um marombado que tomou tanto anabolizante que ficou estéril e ele tinha um sonho de ser pai.

Na suas viagens com seu pai, Balsa, uma garotinha bonitinha, era sempre o centro das atenções nos ambientes que Jiguro freqüentava. Bares, caravanas, becos, tudo cheio de homens que não tomam banho.

Jiguro inventou algumas balelas para convencer Balsa a sair de seu país e virar sua filha. Com o tempo Jiguro ensinou Balsa a lutar com a lança, como ela tinha talento, aprendeu rápido e eficientemente (já Chagum não tem talento algum e seu treinamento com a lança é mais para manter a forma física, pois ele estava muito gordinho).

Balsa acompanhou seu mestre matar 7 soldados inimigos que não tinham culpa de estarem ali. Quando seu mestre morreu de overdose de maconha, Balsa jurou salvar quem ela pudesse salvar para compensar a merda que seu mestre fez.

Final[editar]

Um dos pokémons enfrentados no final.

Cquote1.png O que esses drogados acham que estão fazendo golpeando o ar? Cquote2.png
Xamã Torogai sobre a luta final, aonde todos estão lutando com seres invisíveis
lutando com um monte de

Depois de muito papo furado e muita conversa fiada mesmo, finalmente Balsa vai para a seqüência final do anime aonde Chagum é possuído completamente por um ovo. Como os padres do Exorcista não chegaram a tempo, Balsa teve que improvisar lutando contra uns pokémons (Tentacrueis invisíveis gigantes com garras afiados e fraqueza ao fogo.

Os tentacrueis somem quando o sol se põe e umas cegonhas levando bebês nos bicos pegam o ovo que sai do corpo de Chagum e assim o garoto re-assume o trono e Balsa ganha uma medalha e no maior mal-agradecimento é expulsa do palácio.

O final é triste não porque Balsa e Chagum terminam separados, mas porque todos já esperavam por isso e ficaram 26 episódios pensando como isso poderia ser evitado, para no final, ser aquele anticlímax (triste).

E luta que é bom!?[editar]

Os tentacrueis atacando o príncipe Chagum.

Se você que é fã de Bleach e Dragon Ball e de lutas e pretende assistir Seirei no Moribito por ser um anime do gênero shonen fantasia cheio de ação, vai se decepcionar. Grande parte do anime é baseado em conversas confusas, e as raras cenas de luta são mal animadas e nada empolgantes. A luta final de Balsa contra os pokémons, recebeu o Oscar de framboesa por ser a pior animação de luta já vista.

Conclusão[editar]

Só assista esse anime se você estiver procurando perder tempo.

Personagens[editar]

Balsa.

Protagonistas[editar]

  • Balsa - É uma embarcação de fundo chato, com pequeno calado, para poder operar próximo às margens e em águas rasas, e grande boca, muitas vezes utilizada para transporte de veículos. Uma mulher especialista no estilo Hiten Mitsurugi de luta. É a protagonista do anime que não perde nenhuma luta e dá aulas de filosofia. Apesar de tudo, na maioria do tempo ela está deitada se recuperando de ferimentos ou cuidando da casa e do filho adotivo. Quando luta, é coisa de 3 minutos no máximo de ação (muito abaixo da média dos animes em geral). Seu pai era um corrupto que foi linchado em praça pública, Balsa teve que fugir de seu país com seu pai adotivo Jiguro, que fez muita cagada durante sua vida e agora Balsa tem que pagar os pecados do cara.
  • Chagum - O príncipe da China, como tal, é um garoto complexado inferiormente e emo. Ele parece não gostar de sua mãe verdadeira e foge com Balsa, sua nova mãe sem se preocupar muito. A sua participação no anime é ficar pedindo socorro, gritando por Balsa, atrapalhando e tendo alucinações em estágio avançado. Dentro dele há um ovo que daqui a alguns dias uns demônios invisíveis vão rasgá-lo para pegar esse ovo.
  • Tanda - O médico do anime que toda hora tem o trabalho de remendar Balsa. Ele é apaixonado pela protagonista e guarda consigo a lembrança de cada cicatriz que ele já costurou na sua amada (os únicos momentos em que ele a toca). É aprendiz da Xamã Torogai e sabe falar com os patos do riacho. Depois de tanto tempo sendo um inútil no enredo, é ele que descobre o segredo dos pokémons demônios do final que é o fato de ter que comer uma flor para conseguir atacá-los.
  • Torogai - Irmã de Dercy Gonçalves fica xingando todos e quase sempre está fazendo algo sem o menor sentido. Leva no seu chapelão mexicano um zumbi de cachorro. Poucos sabem mas Maria Alice Vergueir é na verdade a Xamã Torogai.
  • Seijuurou Jiguro Hiko - Pai adotivo de Balsa e mentor espiritual e técnico. Ele ensinou sua filha a vida inteira que ela não deveria matar pessoas e em um dia matou 7. Jiguro começou a ser perseguido pela polícia e terminou a vida depois que comeu cogumelos venenosos num pântano.

Palácio[editar]

Cquote1.png Será que dá para tirar sua cara dos meus peitos Cquote2.png
Balsa
  • Imperador - Aprendiz de Mao Tsé Tung, ele faz questão de dificultar as coisas sempre. Forja a morte do próprio filho, depois o ressuscita, depois manda caçar Balsa, depois manda Shuga traduzir os tomos secretos, depois o proíbe e no final proíbe seu filho de ver sua mãe adotiva e ex-melhor amiga Balsa.
  • Sagum - Irmão mais velho de Chagum, não tem pulso forte e faz figuração.
  • Shuga - Mu de Áries no início de carreira, dedica seu tempo a ficar numa biblioteca num porão escuro e úmido lendo textos em latim e no último segundo do último episódio entender tudo, quando já era tarde...
  • Papai Noel - Mentor de Mu de Áries. Parece ter uns 2 metros de altura, mas na verdade usa tamancos por debaixo de seu roupão. Você nunca sabe a intenção desse velho, talvez porque ele não tenha intenção alguma (não mostrou a que veio).

Outros[editar]

  • Tōya - Um mendigo fã de Balsa que sempre entrega o ouro para os adversários. No seu passado foi salvo por Balsa enquanto ainda se comportava como o Mogli.
  • Saya - Uma garotinha bonitinha que sabe cozinhar e fazer número no fã clube de Balsa.

Os Caçadores[editar]

Um grupo de ninjas assobiadores filósofos liderados por um cara com o rosto todo costurado.

v d e h
Este artigo fala sobre um anime.