Seleção São-Tomense de Futebol

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
60px-Bouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Seleção São-Tomense de Futebol.

Cquote1.png Tô chegando na CO-HA-Bi, pra curtir minha galera... Cquote2.png
Netinho sobre seleção de São Tomé e Príncipe
Cquote1.png Cuma? Cquote2.png
Didí Mocó sobre seleção de São Tomé e Príncipe
Cquote1.png Colonizados... Cquote2.png
Português sobre seleção de São Tomé e Príncipe
Cquote1.png Eles falam que língua? Cquote2.png
Brasileiro sobre seleção de São Tomé e Príncipe
Cquote1.png O fantasminha camarada! Cquote2.png
Locutor sobre seleção de São Tomé e Príncipe

A seleção de São Tomé e Príncipe não existe. Isso porque este país também não existe. Os marinheiros da esquadra de Cabral contam que as ilhas existem e ficam próximas à costa do Acre, perto de Atlântida. O último a visitá-las foi Luís de Camões, que escreveu que lá falam português.

O último jogo da seleção são-tomense foi contra um combinado do XV de Bangu sub-12 com as Ilhas de Páscoa em 1920, partida terminada em 87 a 0 para o combinado, com 52 gols do coelhinho da Páscoa e 23 de Fernandinho Beira-Mar, do XV de Bangu.

Na última reunião da FIFA em Angola, decidiu-se rebaixar o time de São-Tomé e Príncipe para a divisão fantasma do futebol, junto com Plutão e a seleção do Vaticano.

Em São-Tomé, quando se faz um gol ninguém vê.

Grandes vitórias[editar]

  • A maior vitória da seleção de São-Tomé terminou em uma incógnita de 2x.0¹ a -y+1/12, equação que os cientistas russos ainda estão tentando decifrar, visto que 0¹ não existe.
Este artigo é um esboço.
Ele é tão minúsculo quanto sua cabecinha.
Desligue a TV e vá ler um livro!!!