Senador Canedo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Senador Canudo
Bandeira de Senador Canedo.png
Bandeira
Aniversário 1 de junho (porque 9 de janeiro tá todo mundo de ressaca ainda)
Fundação 9 de janeiro de 1989
Gentílico canudense
Apelidos Bairro de Goiânia
Localização
Localização de Senador Canudo
Estado link={{{3}}} Goiás
Mesorregião Casas das Duplas Sertanejas Goianas
Microrregião Dependência de Goiânia
Municípios limítrofes Goiânia, Aparecida de Goiânia, Bela Vista de Goiás, Caldazinha, Bonfinópolis, Goianápolis
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 244,745 km²
População mais de 100 mil caipiras hab.
Idioma Goianês e mineirês
Clima Não disponível
Fuso horário UTC PQP-3
Indicadores
IDH 0,701 (olhando assim até parece cidade evoluída)

Senador Canedo é um imenso brejo, o maior de Goiás, localizado nos buracos aos arredores de Goiânia. Quanto à cidade, pensa num lugar ruim, pensa na sua sogra traindo sua mãe, pensa na sua situação desempregado plantando maconha, pensa na sua mulher colocando chifre em você com o padre, pensa na sua hemorroida ardendo, pensa num chute no saco, pensa num beijo da Inês Brasil, e você vai poder imaginar mais ou menos como é Senador Canudo. A cidade é tão ruim que precisa se apegar a fatores econômicos que dizem que a cidade tem bom PIB ou baixo analfabetismo, como se essas estatísticas pudessem magicamente mascarar a ruindade que é viver nessa cidade repleta de gente tosca, onde idosas são estupradas no meio da praça e outras aberrações mais.

História[editar]

A cidade surge devido à construção da rede ferroviária que ligava a Terra do Pão de Queijo à Terra do Metal, visando integrar a economia nacional, e talvez, desvendar a localidade do Acre. Formado por um grande grupo de pedreiro baianos, obviamente aquela obra nunca progrediu, alguns pedreiros mineiros foram então chamados, e dessa mistura bizarra do capeta surgiu o povo canudense que daria origem à cidadezinha.

O nome da cidade foi uma homenagem à Antônio Amaro da Silva Canedo, o primeiro senador de Goiás, e primeiro brasileiro que achou a então capital Rio de Janeiro uma cidade fria, merecendo assim esta singela homenagem.

Em 1953, devido à proximidade com a capital que surgiu ali, Senador Canedo passou a ser considerado um bairro de Goiânia, obviamente os goianienses se arrependeram profundamente daquilo e aproveitaram da Constituição de 1988 e transformaram Senador Canedo em município separado, que passa a integrar o Reino da Periferia de Goiânia.

Cçima[editar]

O clima da cidade é típico de um deserto, de dia a temperatura chega a 40° Celcius, e de noite atinge até 10° Celcius. Os vários morros da cidade são pontos de encontro dos drogados que passam tardes fumando e apreciando a péssima vista da cidade.

Economia[editar]

A "cidade" se destaca economicamente na área de petroquímica, onde a Petrobrás leva todas as riquezas do solo local para fora do país, pagando uns trocados de royalties. A população em si é formada por desempregados, pobres e gente que economiza o dinheiro do almoço para pagar passagem de ônibus para Goiânia. Outra área que a "cidade" se destaca é na venda de maconha estragada para os goianienses cornos que ficam cantando música sertanoja o dia inteiro.

Todo dia surgem loteamentos novos, como se a natureza fosse infinita. Não há qualquer preocupação com infra-estrutura (asfalto, luz elétrica e principalmente abastecimento de água), a moda é espalhar lotes e mais lotes, como um câncer se proliferando no planeta sem o menor respeito pela natureza.

População[editar]

Caminho para se chegar em Senador Canedo.

Lugar onde os habitantes são misturas de animais com algum tipo de aberração devido ao fato da zoofilia ser permitida, você encontra seres híbridos nessa roça. É o maior centro de caipiras do mundo.

A população desta grande fazenda já passou das 100.000 mil criaturas, sendo: 5.000 bichinhos desnutridos e lombriguentos, 8.000 moradores que passam o dia tocando violão, 2.000 prostitutas que cobram apenas R$ 0,25 pelo dia inteiro e 85.000 que passam o dia coçando a bunda. A grande atividade cultural do município são as divertidas viagens de ônibus coletivo à Goiânia (cada ônibus chega a ter até 850 pessoas nestas belas escusões). Todos em Senador Canedo fazem isso diariamente como ritual cultural.

Esportes[editar]

Senador Canedo abriga um tradicional time goiano de futebol, muito popular pelos constantes rebaixamentos e canelas quebradas dos adversários, é o fantástico e totalmente excelente Agremiação Esportiva Canedense, o melhor time de anões aleijados de toda Senador Canedo. Ele comumente é chamado para jogar na primeira divisão do campeonato goiano, visando aliviar os três times grandes da capital que não precisam se deslocar para muito longe nesse campeonatinho imundo.