Senador Canedo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Senador Canedo é um imenso brejo, o maior de Goiás, localizado nos buracos aos arredores de Goiânia. Quanto à cidade, pensa num lugar ruim, pensa na sua sogra traindo sua mãe, pensa na sua situação desempregado plantando maconha, pensa na sua mulher colocando chifre em você com o padre, pensa na sua hemorróida ardendo, pensa num chute no saco, pensa num beijo da Inês Brasil, e você vai poder imaginar mais ou menos como é Senador Canudo.

História[editar]

Arremesso de tampas de vasos sanitários, o principal passatempo local.

A cidade surge devido à construção da rede ferroviária que ligava a Terra do Pão de Queijo à Terra do Metal, visando integrar a economia nacional. Formado por um grande grupo de pedreiro baianos, obviamente aquela obra nunca progrediu, alguns pedreiros mineiros foram então chamados, e dessa mistura bizarra do capeta surgiu o povo canudense.

O nome da cidade foi uma homenagem à Antônio Amaro da Silva Canedo, o primeiro senador de Goiás, e primeiro brasileiro que achou a então capital Rio de Janeiro uma cidade fria.

Em 1953 passou a ser considerado um bairro de Goiânia, obviamente eles se arrependeram, e em 1988 transformaram Senador Canedo em município, que passa a integrar o Reino da Periferia Goiânia.

Economia[editar]

A "cidade" se destaca economicamente na área de petroquímica, onde a Petrobrás leva todas as riquezas do solo local para fora do país. A população em si é formada por desempregados, pobres e gente que economiza o dinheiro do almoço para pagar passagem de ônibus para Goiânia. Outra área que a "cidade" se destaca é na venda de maconha estragada para os goianienses cornos que ficam cantando música sertanoja o dia inteiro.

População[editar]

Caminho para se chegar em Senador Canedo.

Lugar onde os habitantes são misturas de animais com algum tipo de aberração por causa da zoofilia ser permitida, você encontra seres hìbridos nessa roça. É o maior centro de caipiras do mundo.

A grande população da fazenda, é de 75.000 mil criaturas sendo: 5.000 bichinhos desnutridos e lombriguento, 8.000 moradores que passam o dia tocando violão, 2.000 prostitutas que cobram apenas R$ 0,25 pelo dia inteiro e 60.000 que passam o dia coçando a bunda. A grande atividade cultural do município é as divertidas viagens de ônibus coletivo à Goiânia (cada onibus chega a ter ate 850 pessoas). Todos em Senador Canedo fazem isso diariamente como ritual cultural.

Geografia[editar]

O clima da cidade é típico de um deserto, de dia a temperatura chega a 40° graus celcius, e de noite atinge até 10° graus celcius. Os vários morros da cidade são pontos de encontro dos drogados que passam tardes fumando e apreciando a péssima vista da cidade.

Esportes[editar]

Senador Canedo abriga um tradicional time goiano, muito popular pelos constantes rebaixamentos e canelas quebradas dos adversários, é o fantástico e totalmente excelente Agremiação Esportiva Canedense, o melhor time de anões aleijados de toda Senador Canedo.