Senhora do Porto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Senhora do Porto é uma cidadezinha-bairro melhor do que as outras porque:

  1. . Duas rodovias cruzam e isso dá mais benefício econômico... Ou não.
  2. . É uma cidade melhor do que as outras pois duas rodovias cruzam... E os playboys aqui vão a igreja.
  3. . Apesar de se chamar Senhora do Porto, não tem porto.
  4. . Tem mais velhos que o normal

História[editar]

Quem mora em Senhora do Porto sabe que toda a diversão da cidade gira em torno dessa praça deprimente no centro dela.

Não há registros sobre a história de Senhora do Porto. Isso se deve ao fato de uma situação que houve com a cidade alguns meses antes de começarem a catalogar a história.

Após terem emancipado Senhora do Porto de uma cidade-cafetão qualquer que a detinha como um distrito eles começaram a escrever a história com as folhas de papel A4 que tinham, tá certo que a maior parte, se não em totalidade, da população de Senhora do Porto é analfabeta ou só sabe escrever o próprio nome mas eles tentaram.

Após perceberem que não sabiam escrever desenharam com giz da creche e única escola local a história do município. Por ser muito remota muitos suprimentos chegavam por avião, sim era a África no meio do Brasil. E um dos suprimentos foi o papel higiênico que nunca chegou.

Eles então tiveram que tomar uma decisão: sacrificar a preciosa história de Senhora do Porto ou usar paus e folhas de urtiga, que era a única planta que crescia na região, para limpar a bunda.

Considere-se honrado habitante de Senhora do Porto pois apesar de analfabetos e camponeses os habitantes de Senhora do Porto tinham que economizar seu Reto para coisas mais importantes e decidiram sacrificar a "preciosa história de Senhora do Porto" que todos entraram em um consenso que não era tão importante assim.

Atualmente[editar]

Ainda isolada, não recebe mais os suprimentos pois o governo mineiro achou que a região tinha sido eliminada por um dos vários testes nucleares feitos pelos Estados Unidos quando compraram Governador Valadares. Com a cidade destruída eles tomaram a liberdade de não mandar mais suprimentos.

Com tudo faltando em Senhora do Porto eles precisaram fazer alguma coisa e recorreram a agricultura. Após construírem por acidente duas rodovias na cidade e ela então passou por uma "prosperidade econômica" ou o "pico dessa cidade": 0,50 centavos de real por mês.

Isso, como verba para uma cidade do calibre de Senhora do Porto era demais e foi o maior índice marcado em Minas Gerais, isso se deve muito à produção de 3 quilos de milho e de cana de açúcar produzidos anualmente em Senhora do Porto e nas BR's que ninguém passa que cruzam o município.

Apesar de tudo, como se sabe, quando algo sobe demais tem que descer a menos que crie asas. Como Senhora do Porto tinha subido demais ela afundou tanto que aquilo virou uma cratera.

Hoje é um misto de asilo com cidade empoeirada e cheia de mato de BR.

Nome[editar]

O nome da cidade vem do Porto FC. Conta-se que um dia o prefeito da cidade, que era um português ilegal no Brasil (Isto non ecziste!), rezava um terço para a nossa senhora e disse:

Cquote1.png Se o porto ganhar em mudo o nome da cidade para o seu nome! Cquote2.png
Prefeito manuel de Senhora do Porto

E de fato, ganhou nos pênaltis. O prefeito, feliz da vida mudou o nome da cidade para o nome da santa mais o do time, nas quartas de final da eurocopa o Porto perde mais uma vez.