Seringueiro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Icon tools.png Seringueiro
Raspador de pau, Agarrador de tronco

1461812702 dfad0532c9.jpg

Um típico caminhoneiro trabalhando
Lema Quem tira leite do pau é sua mãe
O que faz Extrativismo e detruição da mata amazônica
Utilidade Icon 33 percent.png
Popularidade Odiado
Salário Icon 33 percent.png
Empresa Havaianas e fábrica de chupeta
Sindicato Sindicato dos Seringueiros
Profissionais Ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Clodovil e Justin Bieber
Ex-Profissionais Jece Valadão e Luiza Erundina
Na ficção Romero Jucá interpretou um caminhoneiro em filme pornô
Animal Qualquer um em extinção
Planta Seringueira de pau preto
Padrinho da Profissão
Male Icon.png
Elton John
Madrinha da Profissão
Female Icon.png
Xuxa



Cquote1.png Agora me dedico a fazer chupeta Cquote2.png
Empresário sobre sua fábrica de chupetas


Seringueiro é o profissional especializado em tirar leite do pau.

História[editar]

O que tinha mudado era a estrutura econômica. Depois que a maioria dos seringalistas tinham falido muitos dos trabalhadores ficaram na área do seringal e se tornaram seringueiros posseiros, inclusive podendo cultivar a terra (que antes era interdito para eles), vendendo a borracha para revendedores ambulantes chamados "Regatões" ou "Mareteiros".

Estes Mareteiros enganaram muito o seringueiro e mesmo como os antigos seringalistas mantiveram ele numa dependência econômica.Regularmente o seringueiro anda nas trilhas que passam pelas seringas, em cujos troncos ele aplica cortes diagonais. Assim o látex vai saindo e escorrendo num pote amarrado na árvore e pode ser recolhido na próxima volta. Este látex liquido antigamente foi aplicado em varas, os quais eram giradas na fumaça em cima da fogueira. Com o calor o látex ficava solido e com a fumaça ficava resistente contra fungos. Assim se formavam fardos de borracha de mais ou menos meio metro de diâmetro. Esta técnica hoje em dia quase não se usa mais. Hoje existem outras formas de processamento do látex sem fumaça.

A forma de subsistência como seringueiro é até hoje a mais comum entre os moradores da floresta. Os seringueiros de hoje, sendo a maioria índios ou mestiços, chamados "caboclos", não extraem só o Látex, mas também outros produtos da floresta, principalmente a Castanha do Brasil. Eles também exercem agricultura e caça para o próprio uso em pequena extensão. As casas dos seringueiros são simples, cobertas de palha.

Muitas vezes onde eles moram não tem escolas nem assistência medica. O usufruto sustentável da floresta pluvial pelos seringueiros é uma forma de convivência harmoniosa e ecologicamente consistente de homem e floresta pluvial. A situação ecológica da floresta amazônica é inseparavelmente ligada á situação econômica e social dos seringueiros...


Nikos Ese artigo é um esboço.
Se vozê aumentar ele, Patronzinho vai ficar feliz.