Serra Talhada

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Serrote Talhado
"Capital da Xoxota"
Bandeira de Serra Talhada.png
Bandeira
Fundação Não disponível
Gentílico serro-talhadense
Lema Sem carrão num rola não.
Localização
Localização de Serrote Talhado
Estado link={{{3}}} Pernambuco
Mesorregião Desertão Pernambucano
Microrregião Esgotão Pajeú
Municípios limítrofes São José do Belmonte, Mirandiba, Carnaubeira da Penha, Floresta, Santa Cruz da Baixa Verde, Calumbi, Betânia
Distância até a capital 415 Km km
Características geográficas
Área Não disponível
População Não disponível
Idioma Cachacês
Clima Não disponível

Cquote1.png Você quis dizer: Serra Pelada Cquote2.png
Google sobre Serra Talhada
Cquote1.png Sorria, você está na Capital do Xaxado! Cquote2.png
Placa de Trânsito ludibriando um incauto visitante
Cquote1.png Mas essa blusa só custa 17 centavos! Cquote2.png
Julius sobre oferta do dia da feira do rolo

Serra Talhada é uma cidade bizarra do Pernambuco que está localizada numa região insólita conhecida como "polígono do goró e da farinha", cercada de muitas serras por onde perambulam bodes e jumentos, distante 249209 Km da capital fedorenta e gonorréica Recife. É também orgulhosamente a cidade natal de Lampião, o maior bandido, ladrão, assassino, contraventor do mundo, o que representa bem a segurança pública local. A cidade é formada basicamente por boçais ostentação endividados, marias gasolinas e outros alienados retardados amantes de carteado ou, pior, de jogos mais recentes e pútridos como o LoLzin.

História[editar]

Vilarejo que surgiu em algum momento do século XVIII exatamente do mesmo modo que todas as outras cidades do interior pernambucano surgiram, que foi quando marginais se enjoaram de Recife e decidiram ir explorar as proximidades da Puta que o Pariu, até chegarem no rio Pajeú e se estabelecerem por ali mesmo.

Devido à altíssima reunião de desocupados, farofeiros e peões, a região tornou-se polo do maior engenho de cana-de-açúcar da história do universo, pois mão-de-obra para boia-fria nunca faltava, sendo inventado ali um movimento hoje muito disseminado conhecido como coronelismo.

Sabe-se que em 1898 nascia em Serra Talhada Lampião, mas ele ficou tão farto daquela corrutela inútil que foi embora dali e nunca mais voltou, mas mesmo assim a cidade tenta explorar o fato de ter sido o berço do maior criminoso bandido do Brasil, sendo inspiração para os demais bandidos criminosos que infestam a cidade.

Clima[editar]

As estações climáticas são extremamente bem definidas em: Verão quente, verão pelando, verão fornalha e verão chapa quente.

Economia[editar]

Uma residência de luxo em Serra Talhada.

A economia de Serra Talhada não é feita somente por inúmeros motéis e botecos com tira-gostos gordurentos, a cidade é sustentada principalmente por ninguém sabe o quê, mas que dá muito dinheiro, que ainda sustenta outras cidades do sertão do estado de Pernambuco.

A classe social, ao contrário de outras regiões do país, é claramente definida pelo preço do carro que possui, ou seja, quanto maior o carnê do financiamento, mais rico. A cervejinha pode ficar no prego e a conta bancária estourada.

Em Serra Talhada se realiza semanalmente a feira do rolo, muito popular entre os sem-teto e pobretões da região. Lá você pode comprar 10 peças de grife made in china por 50 real e sair de lá parecendo o próprio Roque Santeiro, ou apenas um cabide pirata ambulante mesmo. A feira é o principal evento econômico da cidade e se tiver uma bicicleta ou celular roubado, melhor ir lá procurar o mala e recomprar no precinho, claro.

População[editar]

A população de Serra Talhada é de aproximadamente seis bilhões de vagabundos cupins e muriçocas, que comem tudo o que aparece na cidade, inclusive a bunda dos turistas, queiram eles não queiram, mediante picas duras picaduras doloridas.

Já seus 85.000 habitantes humanos descendem da miscigenação entre integrantes do povo fudidolês que habitava o oeste da península ibérica com membros das etnias bacanalê e orgialê, do que resultou uma mundiça feia como o cão chupando manga. É basicamente formada por mulheres da cara redonda, tipo biscoito maria, e com corpos volumosos tipo mulheres frutas.

Cultura[editar]

Pessoas de Serra Talhada se vestindo como o Bozo para dançar xaxado no meio da terra onde devem imitar lagartixas mancas enquanto se esfregam em suas carabinas.

Além de possuir os maiores investidores em som de carro no mundo, de preferência aqueles puxados a reboque para escutar música fulêra e atormentar a vizinhança, Serra Talhada é também reconhecida mundialmente pela vanguarda nos movimentos populares pelos direitos dos homossexuais em passeatas gays, como a já nacionalmente famosa CangaGay que anualmente desfila alegrando e movimentando a cidade.

Serra Talhada é conhecida internacionalmente por ser a Capital da xoxota do xaxado, espécie de dança sexual inusitada baseada no par de dançarinos ficarem esfregando as genitais uns nos outros e inventada por algum desocupado patusco inveterado. Estes movimentos foram inspirados em um bode manco após ser atropelado por um ladrão de bode motorizado, espécime muito comum nas estradas da região, os quais esfomeados por diariamente comerem somente pão, ovo e kitut - fontes reconhecidamente pobres de aminoácidos e proteínas, se aventuram sorrateiramente pelas BRs a subtrair o que é dos outros. Mas é este xaxado todo que torna a cidade de Serra Talhada como o maior reduto de motéis per capita das terras tupiniquins.

Há os que não gostam de xaxado mas adoram qualquer música rebolosa e de letra vagabunda, também não podendo se esquecer daqueles que são contra todos os costumes das municipalidades e curtem lixos estrangeiros artistas mais descolados como Lana Del Rey ou One Direction, pessoas que geralmente não ligam para opiniões alheias sendo conhecidas localmente como esquisitões.

Lazer[editar]

Os costumes dos habitantes são bem simples, como por exemplo andar com som alto na praça para tentar pegar alguma neguinha, tomar cana, comprar Hilux ou qualquer outro carro caro para dar uma de rico, tomar cana, inventar moda, ir pra Triunfo e achar que está turistando, tomar cana com tripa, falar da vida dos outros, dar 100 voltas na praça até se encontrar com o esquema ...Já falei "tomar cana"!?