Sertânia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Sertânia é um fim-de-mundo localizada a aproximadamente 170 anos-luz de onde Judas Iscariotes perdeu as botas e o cão esfregou os ovos, acredita-se porém que Sertânia seja um município brasileiro do estado de Pernambuco, pois eles acentuaram a palavra "sertânia" embora qualquer pessoa alfabetizada saiba que a palavra "sertania" não se acentua, e tal elevada demonstração de analfabetismo só deve remeter ao interior desinstruído de Pernambuco.

História

Catarina dos Santos foi casar e o pai para se livrar dela e do novo genro maldito, deu-lhes um pedaço de terra chamado de Lagoa de Baixo (por isso a cidade não cresce) num lugar que segundo os especialistas é localizado longe bagarai.

A pequena fazenda prosperou e deu origem a uma linda cidade rodeada de mato, e hoje Sertânia é um pacato vilarejo só com uns poucos assassinatos brutais aqui e acolá no qual é um dos poucos lugares do mundo onde os seus filhos saem (fogem) de lá e não querem mais nem saber notícia e fogem do programa do Gugu, do Ratinho e do Rodrigo Faro com medo que eles o tragam de volta para Sertânia. O único ser nascido lá que dá notícia é o deputado Gozada Patriota nas épocas de eleição.

Geografia

Nessa terra tão tão distante, que até parece uma cidade cenográfica das novelas de época de Globo é dependente do rio Moxotó, e se assemelha a qualquer cidade miserável paraibana, mas fazendo ao máximo para permanecer como pernambucana.

Economia

A economia da cidade já foi mais movimentada... mas as raparigas já se aposentaram e hoje vivem honestamente em suas casas (ou não!). Ebtão hoje a economia de Sertânia destaca-se absolutamente pelo altos índices de consumo de aguardente (Pitú ou 51), destacando-se como cidade da caprinovinocultura, além de uma vasta criação de almas sebosas, marginais de todas as espécimes, boyzinhos que comem viados em troca de roupa de marca e putas que sempre estão aos excessos pelas ruas da cidade.

O capital gira em torno dos donos de motéis e das famílias que babam quem está no poder para terem maiores chances de tornarem-se "da alta" e fazerem dos seus filhos e filhas clientes da Disney Boutique (loja que tem as atendentes mais desatualizadas em relação à moda e superficiais - elas sempre dizem que tudo tá show - e sinceramente oh lojinha de pobre!).

O comércio de roupa falsificada também é forte, pois as patricinhas sem futuro compram roupas de marcas genéricas por um preço destinado à pessoas de baixa renda. Seis meses após as principais festas do ano, a economia dos cobradores cresce consideravelmente, pois para parecerem ricas, as pessoas metem o pau a comprar nas lojas de confecção e depois não pagam. Esse serviço de cobrança dos endividados é muito indiscreto e vira motivo de comentário nas calçadas.

Política

Sertânia já foi do domínio eleitoral dos Lafayettes, mas hoje, devido à antipatia e pedantismo de alguns de seus familiares (espero que não tenha na sua nova geração), já não possuem voto pra eleger UM vereador! Politicamente Sertânia destaca-se pela alta criatividade dos seus políticos com musiquinhas sem a mínima graça.

Os machos sem ocupação reúnem-se o dia todo em frente a prefeitura deduzindo quem vai ser demitido ou não, dependendo de quem ganhe a eleição municipal. Oh, assunto... Mas essa de eleição é a época de maior movimento na cidade, porque brigas entre os baba-ovos rivais e os porta-a-porta divertem a população, é nessa época onde os candidatos a algo mais comem as meninas dos comitês em troca de voto (tem um vereador que já é efetivo). As pessoas fazem débitos nas lojas para comprarem roupas e assessórios das cores dos seus partidos (vermelho ou amarelo).

População

Os povoados sertanienses, compostos por 2 ruas, são habitados por 10 pessoas cada que vivem de beber cachaça e dar notícia da vida alheia, totalizando 35.000 habitantes com a soma de todos povoados. As pessoas são desocupadas e vivem de fofocar.

Distritos

Administrativamente compõe-se de cinco distritos: a sede; Algodões onde nem tem algodão; Henrique Dias onde não tem ninguém chamado assim; Rio da Barra onde nem tem rio nem barra;e Albuquerque-Né. Há também sete povoados tão inúteis que nem distrito são (Pernambuquinho, Waldemar Siqueira, Moderna, Caroalina, Várzea Velha, Umburanas e Cruzeiro do Nordeste, este último até com um artigo, comprovando que há internet no local, pois jamais alguém de fora escrevia algo sobre essa localidade).

Educação

As escolas de Sertânia diz a lenda que já prestaram... mas hoje até a escola mais renomada está caducando e ninguém mais consegue educar direito essa mundiça (apelido dado às crianças e adolescentes da cidade). Existem na cidade tanto as Escolas Municipais e Estaduais, as quais se aconselha adentrar equipado com um capacete (pois está tudo caindo aos pedaços), uma máscara (porque a quantidade de maconha que cheiram por lá você entra e sai drogado sem pagar nada) e claro muitas, muitas camisinhas (porque é tanta puta com AIDS que ninguém sabe).

Saúde

Sertânia já dispôs do maior hospital de infectologia da América Latina: O Cabaré de Donzila, onde passar por baixo da saia de uma funcionária era motivo de cegueira irreversível causada por catarata de terceiro grau. Mas, agora só tem o Hospital Maria Lígia onde você só entra se for com a vela na mão e uma nota fiscal da funerária na outra mão. A ambulância serve apenas de carro de passeio para seus motoristas e família irem ao bar e ao açude de Barra.

Cultura

A cidade conta com diversas demonstrações culturais, como por exemplo um grupo de dança repleto de marginais e a banda da prefeitura onde ninguém aprendeu a tocar um apito. Além é claro da existência de poetas regionais que atendem pelos nomes mais exóticos que se imaginar.

O grande expoente da cultura sertaniense é sem dúvida a época da corrida de bode, uma grande atração.

Culinária

Na cidade come-se peixes do açude de barra, pizzas, codornas assadas, a carne de boi mas mal cozida da região, tripa de porco assada, cachaça, pitú, 51, mais pitú, Skol quente e tudo de bode: carne de bode, linguiça de bode, pizza de bode, hambúrguer de bode, chiclete de bode, picolé de bode, cana de bode.

Os estabelecimentos culinários (botecos, cabarés e barzinhos) são frequentados pelas pessoas mais pernósticas, metidas a ricas e cultas da cidade e também ponto de encontro dos filósofos e poetas maconheiros da cidade.

Turismo

Turismo em Sertânia

Sertânia é uma pitoresca cidade que oferece muitas opções para os turistas, dentre as principais: Tomar cachaça na famosa praça de eventos ou na também famosa praça da prefeitura; Fazer um tour pelo Alto do Rio Branco para conhecer os cabarés e participar do congresso de putas aidéticas; Conhecer os motéis da cidade, os mais mundos do mundo; Se for época de chuva pode ir ao Açude de Barra para passar o domingo pois lá estão concentradas famílias inteiras do mais baixo nível social; Assar os ovos falando mal da política na Praça da Bandeira; E acompanhar as diversas rinhas de galo e fazer sua fezinha.

Na questão de festividades, em julho tem a EXPOCOSE, o maior movimento sexual do interior de Pernambuco, onde as quengas de lá tiram o atraso dando o rabo aos cabra de fora e sem cobrar nada. Já o carnaval precisa ser compartilhado com esse povo sem cultura, onde Geraldo Azevedo são comparados com Calypso.