Sertãozinho (São Paulo)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Sertãozinho (São Paulo) é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Esse artigo é um ponto turístico da cidade.

Sciences de la terre.svg.png
Serjão entrevista.jpg Enxada-1.png Esti artigu é caipira, sô!! Enxada-2.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!


Cquote1.png Aquele bairro de Ribeirão Preto... Cquote2.png
Qualquer um sobre Sertãozinho
Cquote1.png O sertão vai virar mar! Cquote2.png
Antônio Conselheiro sobre Sertãozinho
Cquote1.png Se o dele tá roxo, veja o meu come é que tá! Cquote2.png
Sérgio Malandro sobre Roxo
Cquote1.png Ganhamos do Santos, agora vamos tentar um time grande Cquote2.png
Técnico do Sertãozinho sobre Campeonato Paulista 2008
Cquote1.png Não sei onde fica! Cquote2.png
Google sobre Sertãozinho
Cquote1.png El mejor jogador de futbol del mundo! Cquote2.png
Maradona sobre Ceará
Cquote1.png THIS IS SPARTA!!! Cquote2.png
Leônidas sobre Sertãozinho
Cquote1.png Neve!!!!! Cquote2.png
Daltônico sobre Queimadas

Os primeiros colonos

Sertãozinho é mundialmente conhecida como uma cidade do interior, mas não precisa cavar muito para chegar lá, bastando que para isto você esteja disposto a se perder em meio ao canavial.

Localizar a cidade é muito fácil, uma vez que ela não passa de um pedaço de terra cercado de cana por todos os lados e que se localizada no nordeste de São Paulo, lembrando com isso o sertão de onde vieram muitos de seus moradores.

Há informações de que Sertãozinho pode ser vista do espaço como um pequeno ponto roxo isolado em meio ao verde típico da cana.

História[editar]

Racha-Cuca sorridente ao visitar Sertãozinho

De início, Sertãozinho era um mar. Ele servia de rota comercial entre Lisboa e Rondonópolis. Após consertarem o vazamento, o mar secou dando lugar a uma terra roxa. Era o fim da fase áurea do surf mineiro.

Aos poucos foram chegando os primeiros senhores feudais com seus escravos negros e brancos que também ficaram roxos.

A mineração da cana permitiu a exportação do açúcar mascavo para o ainda não tão velho continente, trazendo progressos como a construção dos primeiros armazéns, quitandas, um saloon, um teatro de fantoches e uma arena para duelos que atraiu personalidades famosas como Tripa-Seca, Racha-Cuca e o Pistoleiro-Veloz.

Geografia[editar]

Os leigos costumam pensar em Sertãozinho como uma cidade sem lei, com pistoleiros, xefire, sol 24 horas, terra seca, capim rolando, praça com shows de enforcamento, dançarinas de can-can e crânios bovinos espalhados. Obviamente eles se esqueceram dos cactos.

Sertãozinho pode ser facilmente imaginada como um vale. Só que ao invés de serem duas belas montanhas cortadas por um belo rio, são dois lados da cidade cortados por um esgoto: O Ladelá e o Ladecá, além de ter incorporado o Vaticano.

Ladelá[editar]

O Ladelá é uma das duas regiões principais de Sertãozinho. Abrange bairros pobres, muito pobres, miseráveis e ligeiramente ricos. Tem uma organização estupenda de bairros, como a sequência de Cohabs (Habitações das Cobaias, em português): começa pela Cohab 3, do lado da 7, vizinha da 9 e no meio delas todas está a 4. No Ladelá também fica a maior parte das indústrias de Sertãozinho, responsáveis pelo seu PIB alto, seu cheiro de graxa e a fama da cidade em programas manipuladores de opinião pública.

Vaticano[editar]

O Vaticano deixou de ser cercado de água para cercar-se de CANA. Inclui regiões como: Jardim Santa Lúcia Jardim Santa Marta Jardim Santa Bárbara Jardim Santa Clara Jardim Santa Rosa Jardim Santa Rosa II Vila São João Jardim São Sebastião Jardim Santa Isabel Jardim São Josef Distrito de Cruz das Posses

Clima[editar]

Em Sertãozinho a temperatura pode variar entre 104°C no verão e 30°C no inverno. Como as massas de ar frio não sabem onde a cidade fica, as chuvas ocorrem na média de 2 minutos por ano, quando uma nuvem se perde. Há também um fenômeno raro que ocorre duas vezes por ano, exatamente no período da safra, que é a neve. Porém esta neve não é gelada e nem branca: é preta! Mas se cai do céu no inverno, então é neve!

Economia[editar]

Sertãozinho possui fama internacional por produzir vários itens para a população, mas que rendem lucros zilhonários para seus produtores. Artigos como eletrodutos, motores, caldeiras, granadas, bonecas infláveis, biodigestores, água em pó, pedaços de pau e compressores de batatas são a linha de frente da economia sertanezina, crescente e potente, inquestionável e totalmente igualitária em sua distribuição de renda.

Indústria[editar]

A Indústria de Sertãozinho produz tudo o que você sonharia em ter na sua casa, se sua casa fosse uma Usina de 400 km² de extensão. Ela está focalizada apenas no setor quarternário da economia mundial, que é manter o que é dos ricos sempre saudável: produção de peças com nomes que ninguém sem um curso técnico entenderia (como a mandrilhadoreira, o sextavador monocutélico de rotação transistórica, desramificador multifásico de sácarogomos externalizados e o torno CLHC versão TX), além da rotineira manutenção de objetos que ninguém sem um curso técnico conseguiria diferenciar de uma simples frigideira fosforescente.

Vale lembrar que o comércio de Sertãozinho possui uma fórmula matemática milagrosa: Lojas na "Barão" que de janeiro a dezembro não se vê uma alma viva entrar e comprar, com mais de 03 funcionários conseguem manter suas portas abertas, mídia local, panfletos arrasadores em papel " COUCHET" e numa fórmula matemática que nem Pitágoras divulgou pagam esse aluguelzinho merreca que os magnatas falidos pedem, coisinha de R$ 3.200 os mais em conta ( dizem seus proprietários ), chegando em R$ 12.000 naquela lojinha que vende bolsas e malas de viagem incrementando com bijoux da 25 e imediações.Não vamos considerar a "LUVA" que os magantas pagam .É surpreendente como Sertãozinho tem um comércio FORTÍSSIMO.Não estou levando em consideração as reformas internas, o Lay-Out externo com aparência de Shoppings Iguatemis da área nobre de Pinheiros em São Paulo.Shopping Morumbi nem pensar..,. essa aparência é só para as lojas de médio porte...Fórmula matemática industrial ( lavagem na cara dura ).Pitágoras não tive esse êxito...Não podemos afirmar mas as fórmulas Pitagorenses dos triângulos devem ser assim: Lavagem x lavagem= loja aberta (Barão) .Simples né?

Comércio[editar]

Sertãozinho possui um comércio atentador e assustador. Você nesta cidade nunca vai encontrar o que precisa e quando você acha pode ter certeza que pagará o dobro se for em ribeirão. Sua única rua comercial tem apenas 5m de extensão, o que faz com que a centro da cidade ficasse entupido de seres humanos por qualquer promoção engana-trouxa das Casas Bahia. Sem contar que nesta cidadezinha do interior, os comerciantes abrem suas malditas lojas de domingo, achando que a população vai comprar algo. Ledo engano. Qualquer coisa é desculpa para ir na viznha cidade de Riberão. Como a procura é gigantesca e a oferta mede 5m, os preços são absurdamente caros. Você às vezes pode pagar R$900,00 numa bermuda de qualquer marca chinesa e ainda achar que se deu bem. Mas isso não tem problema né, afinal os sertãozinos são todos milionários, como apareceu na TV. Os produtos vendidos nesta possilga são de alta qualidade, bolsas chinesas, tecidos chineses, mercadorias contrabandeadas, sem contar as lojas que pensam que estão na Rua Oscar Freire em Sampa.E ainda tem as lojas DAFHER e CAIOFATO. Essas duas lojas vendem produtos de alta tecnologia, quase uma FASTSHOP do interior, la podemos encontrar moedor de carne ultrassônico, fazedor de caldo de cana semi novo, panela de ferro e de barro, carrinhos de rolemã, fumo de rola e de corda, carriolas, gaiolas e etc. Temos ainda a Loja Birosca que finge que vende roupas de marcas, perfumes importados do Paraguai e Bolívia, carrinhos de brinquedo da china. Porém é tudo contrabando. Outra loja engraçadinha metida a DASPU é a Barbada Diesel que na verdade deveria se chamar Noitada Etanol, exite la no fundo um grande número de costureiras bolivianas que costuram etiquetas falsificadas em jeans comprados em Franca, ai eles põe aquele precinho camarada e os boys e as patys quasem morrem. Podemos aindar ressaltar a loja PALADAH BRASIL a qual vende Jeans Diesel importado do Paraguay e da 25 de marco,além da PALADAH INFANTIL sua versao moda mirim com uma margem de lucro de 400% onde voce compra um vestido infantil tamanho RN(Recem-nascido) pela bagatela de R$499,00 e parcelado em 12 vezes com juros de 10% ao mes.

Vida Noturna[editar]

Após o toque de recolher, pontualmente aos 12 minutos pra volta e meia, um estado de inércia e trevas incide sobre a vila cidade, deixando os desavisados à mercê de seu próprio horóscopo.

Para os mais bravos de chapéu, ainda resiste a opção de perambular pela Ruela do Corgo, um local imaginário que divide o sertão em duas eras: do ladelá e do ladecá.

A verdade é que, se você planeja vir em Sertãozinho apenas pela vida noturna, não venha. Escolha qualquer vila cidade com 1/4 da população de Sertãozinho que voce ira se divertir mais.

Usina 94[editar]

É o máximo de criatividade que os publicitários da região conseguem ter quando se trata de uma empresa de tamanha influência no gosto musical da juventude sertanezina. Exatamente, uma boate com um nome enfadonho e por que não familiar. A Usina 94 conta com shows sertanejos toda sexta-feira de duplas famosas e inéditas como Lucas & Luciano, Lucas & Luciano, Lucas & Luciano, Lucas & Luciano e Lucas & Luciano. A Usina (boate) conta com dois andares bem espaçosos, mais do que suficiente para as patricinhas mimadas mal-comidas da região poderem se expressar e deixar as "recalcadas morrendo de inveja, okay honey?", com festas de 15 anos que custam metade dos lucros anuais da Usina (de cana) de seus papais.

Praça dos Bandeirantes[editar]

Também conhecida como Woodstock 2008, a Praça dos Bandeirantes é o novo point dos menores infratores com vida social ativa. Depois que a Promotoria proibiu as crianças de ocuparem estacionamentos de supermercados e entrar em boates, a Praça dos Bandeirantes teve um aumento significativo em sua movimentação, sendo frequentada por várias espécies de seres humanos, como os emos, alcoólatras mirins, patricinhas pseudovirgens e viajantes. Agora tais vagabundos sem futuro promissor podem adentrar à propriedade com sede por sexo e destilados, sem temer as consequências de uma possível abordagem da Polícia Militar. No entanto, às vezes os vândalos incomodam a vizinhança com suas brincadeiras infantis ou barulhos suspeitos, que prontamente acionam toda a força que a lei tem entre os ricaços, expulsando todos os humanos sertanezinos do local. A cada ano que passa o nivel dos freqüentadores da praça do bandeirantes decaí.

População[editar]

Dia pacato em Sertãozinho

A cidade conta hoje com aproximadamente 106 sertanzinhanos. Graças ao Pistoleiro-Veloz, o crescimento populacional segue na faixa de 1 sertanezino para cada 3 coelhos roxos.

Detalhes sobre a personalidade da população sertanezina[editar]

Caracteristicas de um jovem de classe média natural de Sertãozinho. Se você irá para stz, prepare-se para encontrar uma pá de gente exatamente assim:

  • Tem sobrenome italiano maledeto
  • O uniforme masculino é camiseta pólo, apesar do calor morfético de 475ºC ser desfavoravel a esse tipo de vestimenta.
  • Gordo. Apesar de alguns frequentar assiduamente academias, são poucos os vencedores da batalha contra a maldita balança. Meninas com potencial para serem putas de luxo lindas tendem a virar baleinhas nessa cidade
  • Começam a "trabalhar" tarde. Sempre na empresa do pai ou de parente, é claro. O agroboy ou a cowpaty nunca conseguem sair de debaixo das asas dos pais. Se da onde voce veio todos têm que começar trabalhar cedo, ficará indignado ao ver um monte de marmanjo pra lá dos 30 que até hoje só coçaram.
  • Estudou a vida inteira em escola particular e ainda assim é burro.
  • Todo mundo sabe que universidades publicas brasileiras são dominadas pela classe média. Porem não a de stz. A classe média sertanezina burros não é lá muito intelectualmente favorecida. Aproximadamente 115% iram para faculdades de merda universidade particulares. Então rumam em direção a vizinha Ribeirão Preto (todos os dias, ida e volta), se não querem cometer a atrocidade de frequentar a Fasert ou a Semar. Curso?. Os jovens de stz conhecem apenas três: Agronomia, Administração e Engenharia Mecânica.
  • Dirige a camionete do pai. Nada de sedans, Audis e BMWs. Lá imperam as pick-ups.
  • Fala com orgulho e nostalgia da vida do campo. Afirmam conhecer profundamente a musica sertaneja de raiz (mentira, só ouvem essa bosta de sertanejo "universitario"). Tenta forçar o R ainda mais, para ficar com o sotaque bem caipira, se tem alguem de fora por perto em época de rodeio. No entanto nunca morou em fazenda, nunca acordou 5h da manhã com o galo cantando, muito menos pegou em uma enxada ou tirou leite de vaca. Na verdade, nem sequer seus pais fizeram algo assim, pois Sertãozinho é totalmente dominada pela desgraça monocultura da cana de açucar há uns 200 anos.
  • Apesar do item acima, sempre tem algum parente grileiro proprietario de algum sitio (mas todo mundo mora na cidade, nunca na fazenda). Então se você entrar no orkut da pessoa, inevitavelmente verá fotos com ele(a) edo lado de uma porteira ou em cima de um cavalo.
  • Bebe e fuma pra caralho.
  • Quando sai a noite, dá 54 voltas de camionete em torno da Avenida Antônio Paschoal e depois para num posto, liga o som com alguma dupla sertaneja nojenta. O engraçado é que tem espaço na carroceria da camionete para colocar um isopor cheio de gelo e cervejas compradas previamente. Mas ninguem parece lembrar disso e continuam comprando na loja de conveniencia do posto, pagando R$2 a lata de cerveja quente. E alem disso, o grande mal gosto: o cara pode ser rico o quanto for, continua tomando as cervejas nacionais de merda, Antarctica, Skol, Brhama. O filha da puta parece que não sabe da existencia de Heineken, Stella Artois e Eisenbahn.
  • Fica eufórico quando tem rodeio ou show de sertanejo universitario. E tome jacus gente andando pela cidade com chifres chapéis ridiculos. E se prepare para ver cenas grotescas de marmanjos gordos e beberrões, tentando pegar piriguetes menininhas muito mais novas.
  • Mesmo com situação financeira "braba", é provavel que o cara more numa casa extremamente bonita. Sertanezino investe até o cu em construção civil. A fachada da casa deve ficar linda para ninguem pensar que se esta pobre.

Esporte[editar]

Pela falta de adversários, Sertãozinho sempre foi a capital universal do hóquei sobre patinhos, esporte muito praticado na cidade devido a falta de inverno, já que os patos nunca migram.

Seu time futebolístico, o "Touro dos Canaviais", apelidado de lanterna Sertãozinho, fez história na primeira divisão do futebol paulista com seu açucar toque de bola refinado e uniforme roxo .

Emissoras Locais[editar]

Além de possuir enormes atrativos no futebol, Sertãzinho também possui uma emissora local. Todos os dias uma infinidades de programas são exibidos em horários variados.

Um deles (ou o único) é o Drª. BuRRita na TV, que possui um show de atrações incríveis (sim, realmente incríveis) principalmente porque tem alguns retardados com tempo de sobra pra assistir. Uma delas é a 'Drª. BuRRita na sua Casa', na qual ela vai te visitar pessoalmente, levando sempre um galo retardado junto (É, o galo também é retardado como os que assistem). Além de ser premiado com a "ilustre" presença dela, você pode dar a sorte de ganhar alguns presentes da apresentadora, como um conjunto de copos de plástico ou uma caixa de bombons da Garoto ou um pacote de açucar de 5 kilos. O programa é extremamente técnico e muito bem elaborado, dado o nível escolar da apresentadora (tem também os retardados que chamam a dentista de Doutora), palavras como: nóis vamu, ocêis e outras expressões coloquiais do nosso dialeto maior o "PORTUGUÊS" são assassinadas cruelmente sem nenhuma piedade. Bem, o figurino do programa não precisa nem falar, né? Já que a futura prefeita (é esperem mais uns 4 anos, pois tamu rogando uma praga noceis) mais parece um bolo de aniversário que levou um susto.

Pontos Turísticos e Comerciais[editar]

Avenida Antônio Paschoal[editar]

A Avenida Antônio Paschoal é realmente muito agitada. Ela consiste de uma vasta gama de lugares para lazer. Lá você pode arrumar um bom lugar para passear com a namorada, dar um rolê com a galera, participar de reuniões e almoços de negócios ou simplesmente ficar bêbado. Não hesite: vá à Avenida Antônio Paschoal agora mesmo.

Geografia da Avenida Antônio Paschoal[editar]

Foto da avenida tirada em 10 de outubro de 2009

A famosa Avenida Antônio Paschoal (para ficar mais fácil, vamos chamá-la apenas de "Avenida", pois é assim que os sertãozinhanos a chamam. Até parece que não existem outras avenidas na cidade). A avenida é um dos maiores atrativos da cidade, o local preferido para reuniõezinhas, pior que salão de cabeleleiro e melhor que o Cirque du Soleil. Nela acontecem espetáculos incríveis, como a avenida da morte, onde muitos motociclista fazem seu teatrinho e a plateia aplaude, quando não é necessário uma intervenção hospitalar. O lugar também é famoso por propiciar um palco perfeito para demonstrações de carros toscos tunados por parte dos moradores ou mesmo com Golzinhos farol xenon e som mítico.

Posto Dos Mano[editar]

O Posto Dos Mano era um posto de gasolina qualquer, até a "boate" Usina 94 (a cidade é tão provinciana que até a boate tem nome de usina) ser inaugurada ao seu lado. Depois disso o Posto começou a ser habitado por jovens das regiões mais afastadas da cidade(sem contar as minas com o cabelo de franjinha molhado na torneira do banheiro e com seus celulares pré-pagos sem crédito e com capinhas que parecem meias com pingentes pendurados). Jovens que com seus carros (quase todos carros de época como Opalas, Fuscas, Belinas, Fiat Tipo e Monza de pedreiro) com um som comprado a muito custo (tendo inclusive que parar de comer) ficam tentando se igualar à boate, só observando e tentando fazer inveja aos idiotas que vão "curtir um Psy irado na Dila".

McDonalds[editar]

Bom, esse poderia passar batido, mas vamos descrevê-lo mesmo assim. Todos já conhecem a rede de lanchonetes McDonalds, famosa por seu inovador hambúrger de minhoca e pelos preços populares. Porém o McDonalds de Sertãozinho também tem uma utilidade muito interessante. Ele também serve de creche! Sim, Ronald McDonald aceitou que sua filial em Sertãozinho tivesse também uma função social, permitindo que as criancinhas pudessem ter um lugar onde ficar nas sextas-feiras e sábados à noite. Não é lindo? Porém, os pais que quiserem deixar suas filhinhas queridas lá só devem tomar cuidado com os garotinhos um pouquinho mais velhos que, como não têm competência para pegar as minas da sua idade, insistem em frequentar a lanchonete norte-americana. Um pouquinho à frente do McDonalds, no quarteirão do lado, esconda a carteira...

BarCana, ou BarPobre, ou BarMano, ou BarSamba[editar]

Bem, sejamos sinceros, nos tempos de Kanguru's até dava pra pisar lá. Se não por prazer, pelo menos por curiosidade. Porém, desde 2007, este simpático bar vem sendo habitado principalmente pelos seres mais amáveis e pacíficos existentes no Brasil: pobres, pagodeiros, bêbados, analfabetos, putas e coisinhas simples assim. Realmente, é um lugar muuuito seguro e divertido, não acham crianças? Bem, saindo de lá continue com a carteira escondida, porque andando mais um pouco em direção ao centro da cidade você chegará à...

"Frente da Fasert" ou "Corredor da Morte" ou "Show-Room de Honda Biz"[editar]

Este lugar é perigoso. Em frente à tradicionalíssima e histórica Fasert (Faculdade de Sertãozinho) habitam mais e mais jovens das regiões mais afastadas da cidade. Porém, essas criaturas odiáveis se posicionam em frente à Fasert de forma a criar um "corredor da morte", ficando de um lado os desgraçados favelados e de outro suas Honda Biz tunadas e super velozes estacionadas na Avenida. Qualquer pedestre que ouse passar por lá tem que atravessar o Corredor da Morte, sendo alvo dos olhares fulminantes e perspicazes dos jovens das regiões mais afastadas da cidade, que procuram direto a sua carteira quando você passa por lá. Se o incauto pedestre tentar passar por trás das Hondas Biz, quase com certeza ele irá se fuder, já que ele estará andando bem no meio da Avenida e, pra ser atropelado pelos motoristas barbeiros inocentes é questão de tempo. Se você conseguir sobreviver à travessia, pode sacar a carteira tranquilo (principalmente se quiser fazer moral com as menininhas sertãozinhanas, já que o local a seguir é mais que propício (pelas minas atrás de grana e pelo preço a se pagar). Bem-vindo à....

Delight Night Club[editar]

Que beleza, que alegria! Gente jovem reunida, todo mundo feliz! A Delight é uma das casas noturnas mais sem graça antigas de Sertãozinho, (porém reformada). Depois do advento do Psy ela comecou ser frequentada pelos manos jovens cohabeiros. Um fato bem interessante a respeito da Delight (ou Diláit pras menininhas abaixo de 14 anos) é que, se você não for amigo de nenhum dos 67 funcionários que lá trabalham, você terá que pagar uma grana violenta pra ir em qualquer festinha ou boatezinha mixuruca que a casa promova (por exemplo, pagar R$30 pra ir ver um grupinho de pagode de Guaíra, pagar R$15 pra ver uma banda emo de Cravinhos ou então R$25 pra curtir uma balada com o DJ número 1 de Jaboticabal), isso sem falar no absurdo de pagar R$5 numa lata de cerveja, R$4 numa de refrigerante ou R$10 numa batida aguada. Outra qualidade da Delight é o ambiente com muito espaço, que faz as pessoas parecerem sardinhas enlatadas.

Lagusta: A Segunda Divisão de Ribeirão Preto (falido denovo)[editar]

Lagusta (belo nome, hein!), é um barzinho/choperia falido onde se reuniam os "playboys" e "patricinhas" de Sertãozinho. Eles gastam a grana do pai e da mãe no bar pensando que são a Primeira Divisão de Sertãozinho, numa triste ilusão achando que são a Classe A da cidade. Mal sabem eles que vestem camisetas (falsificadas) da Diesel e vestidinhos da Dolce & Gabbana (comprados na 25 de Março e revendidos a preço de ouro pela Biboca), que eles na verdade são a Segunda Divisão da cidade. Na verdade, a nata dessa roça está toda agitando em alguma micareta ou rave em Ribeirão Preto, enquanto a galera sertãozinhense se diverte, achando que estão abafando vendo jogaços do Palmeiras ou curtindo o melhor da música sertaneja da última semana, na voz de astros da viola de nossa cidade. Depois do Lagusta, andando em frente, há um certo intervalo onde a avenida morre, sem nenhum ponto de desinteresse ou buraco balada. Na verdade, do lado da pátio de luxo rodoviária da cidade, os pedestres descobrirão que a Avenida não morreu, ela apenas hibernou, despertando no Habbibs e suas esfirras a preço de banana.

Savegnago/Bóbis/MercaShopping ou se preferir Shoppingnago[editar]

Inaugurado em 2007, o Shoppingnago é um verdadeiro centro de convenções municipal. Chega a ser emocionante o nível de interatividade entre as várias "tribos" jovens que lá frequentam. Lá existem meninos emos dançando o Créu, Pseudo-Bombados jogando uma mentira deslavada falando que curtem NX Zero só pra comerem as eminhas gostosinhas, Nerds usando abadá (ganhado do primo fortão) pra tentar impressionar as minas fúteis, Roqueiros otários bebendo pinga na grama, moleques idiotas que mal saíram das fraldas dançando "psy" (o que é isso?) de óculos escuros (em uma noite mais escura que o Evander Holyfield) e chupando PIRULITO, achando que o mercado é rave (provavelmente, as mamães não deixam eles irem em uma rave de verdade). No Shoppingnago também funciona o único cinema da cidade (onde os filmes começam a passar duas semanas depois de sairem de cartaz no resto do país) e também o Bob's, o Fast Food que faz concorrência com o McDonalds em Sertãozinho (e tem preços tão populares quanto). Depois do Shoppingnago, esta espetacular Avenida simplesmente morre, não tem mais nada de interessante, a não ser que você goste de comércio caipira. Só beeem lá na frente, quando a Antônio Paschoal digivolve para Egisto Sicchieri é que tem mais alguma coisa interessante. Mas isso eu escreverei depois, já que meus dedos estão doendo...


==== Strike ==== (FALIDO PELAS DROGAS)

A Strike(também conhecido como Lesbian Bar), é um bar temático (não sei por quê) que faz você se sentir numa dimensão paralela. É o que sobrou de uma extinta lan-house, também do mesmo nome, depois que os antigos donos foram acusados de envolvimentos em escândalos sexuais. Na Strike você encontra cerveja a um preço razoável, lésbicas, mesas de sinuca, lésbicas, computadores de última geração com acesso rápido à internet e com o incrível jogo Tibia, uma porção com 10 batatas fritas a R$40,00, lésbicas, um telão que fica rodando 354 vezes seguidas o DVD do Kid Abelha, lésbicas, rinocerontes, lésbicas e destilados. É famosa por ser um reduto dos que antes não tinham para onde ir, e que agora se sentem em casa. E quando entra alguma gatinha ela é metralhada por olhares afoitos e desesperados por atenção, o que chega a despertar uam certa duvida em todos, inclusive na garçom, se ela é ou não lesbica. Grandes estrelas do rock já freqüentaram a Strike, dentre eles Gene Simmons, Paul Stanley, Ozzy Osbourne, James Hetfield, Britney Spears, Lindomar, Hércules, Fátima Bernardes, O Gato Félix, Lúcifer e até Gandalf, o Cinzento. Incrivelmente, dias depois, eles foram acometidos de uma doença rara, conhecida como Homossexualismo Crônico. Até hoje não sabe ao certo o que causou isto, mas cientistas alegam que isto não foi uma coincidência, e já abriram uma investigação sobre uma possível contaminação do ar por bactérias causadoras de tal doença, ainda desconhecidas dentro do ramo científico. Porém, apesar de todo este risco iminente de contaminação, a Strike continua sendo a melhor pedida dentre os muitos sertanezinhenses alcoólatras sem muito dinheiro, pois sua cerveja é barata e eles não ligam para a polícia caso você não queira pagar os 10%.

Bingo[editar]

Depois que tais jogos foram proibidos, os velhinhos estão se organizando e construindo um canal subterrâneo que liga o INSS diretamente ao local

Habib's[editar]

Ver Habib's

CENTRAL PARK (Parque da São Geraldo)[editar]

É o paraíso dos sertanezinhenses e dos pontalenses que nao tem o que fazer na grande metropole chamada pontal , lá é bem frequentado aos domingos,sabados,domingos e alguns sabados .A (lagoa) praia é linda e tem uma água cristalina como o do rio que corta a cidade ,e é bem visitado por cachorros moscas e pessoas que gostam de tomar um solzinho e dividir uma piscina gostosa com umas 200 pessoas. Cuidado para não nadar em direção a um pedaço de bosta.

Cristo Redentor[editar]

Como Sertãozinho é uma cidade muito rica, e a prefeitura tem dinheiro sobrando, resolveram construir uma estátua do Cristo Redentor 18 metros maior que a do Rio de Janeiro, que seria para ser inaugurada na pascoa de 2009. Só que houve erro tao grande no projeto que se concluido pode despencar. Então pediram + 2 milhoes,(Que estátua cara!!) Onde está o dinheiro?, pra terminar pro governo federal. Se rolar em 2011 os sertanezinhenses terão + um motivo pra se orgulhar da cidade.

Ver Também[editar]