Setor de RH

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mario do Armario em ação!!
HAHAHAHAHEHEHEHEHEHIHIHIHIHIH
Esse artigo pega trouxas! Se fudeu, Dunha!

Esse artigo gosta de pegar trouxas com a famosa pegadinha do mario e pega todo tipo de pessoas com suas pegadinhas do cacete!

Nota: se vandalizar, o coringa não vai deixar barato!

O Setor de RH é uma parte "essencial" da empresa, responsável por contratar e demitir funcionários, controlar folhas de pagamento e, claro, dar emprego para psicólogos e filhos dos internos. Como um clube secreto, ninguém sabe como os que estão lá dentro entraram. RH é a sigla para Retardados Humanos, um nome muito apropriado para a classe.

Você, otário leitor da Desciclopédia, está cansado de ficar em casa sem fazer nada? Está cansado de ficar ouvindo sua mãe te chamar de vagabundo que só sabe ficar sentado na frente desse computador jogando e conversando com desconhecidos? Que tal dar uma lida nos anúncios de emprego, então? Afinal, você já está bem grandinho e provavelmente pronto para o mercado de trabalho... ou não. É tudo uma enganação, meu querido leitor. Tudo para trouxas como você caírem feito patinho.

As Traquinagens do Setor de RH[editar]

Como dito acima, o Setor de RH é um clube secreto com a única finalidade de dar emprego para psicólogos, onde organizam dinâmicas de grupo fajutas para acobertar o preenchimento da vaga pelo sobrinho de algum funcionário (geralmente do clubinho). Tudo começa aqui, caro descíclope. É essa entidade demoníaca que atrasa nossas pobres vidas que estão em busca de um emprego. É essa entidade demoníaca que nos prometem cargos milagrosos, mas que no final das contas nos põem em salinhas sem ventilação com uma redaçãozinha besta que nada tem a ver com o emprego, e claro, mais preenchimento de ficha, como se não bastasse as que você já preencheu no site.

O Conto da Mudança de Vida[editar]

Eu não te conheço, caro leitor, mas sei que você já caiu (ou ainda não, mas graças à esse artigo não vai mais) na história do vendedor externo ou interno com ganhos altíssimos e plano de carreira. Você pensou que era telemarketing ou outra coisa relacionada à vendas, mas quando foi no local marcado para entrevista... teve que ouvir um discurso de duas horas sobre as vantagens de ser um corretor de imóveis e como sua vida vai mudar para melhor dali em diante!

Você provavelmente já os viu. Em várias empresas, nos quadros. As mesmas pessoas, a mesma pose... Pois é, o setor de RH é um negócio tão porco que o pessoal não tem nem a decência de fazer algo diferente.

Tudo começa com o anúncio de emprego. É de fácil acesso, pois até quem tem apenas o Ensino Médio completo pode se inscrever, e o melhor: não precisa de experiência! Numa época em que até estoquista de loja precisa ter doutorado em Medicina, você vai querer mais? Então toma mais: Também há vários benefícios, como vale-alimentação, vale-transporte e vale-xereca! O anúncio quase sempre é assim:

VAGA PARA VENDEDOR EXTERNO
C/ OU S/ EXPERIÊNCIA para trabalhar 6H/dia

- Ensino Médio completo;
- Maior de 18 anos;

- Ganhos de até R$5.000,00 por mês!

Benefícios: VR, VT, VA, VPQP, Plano de Saúde, Plano Odontológico, Plano para Ser o Dono da Lua!
E-mail com currículo para: ...


O folheto ou o informativo na internet é sempre bonito, com um design moderno e com a figura de pessoas que você estranhamente já viu em outros folhetos. Você fica estupefato, de olhos brilhando. Então, é claro que você e mais trezentos otários iludidos mandarão e-mail para a empresa. Puta que pariu, finalmente você arranjou a chance de deixar sua mãe em paz orgulhosa de você!

Algum tempo depois, e em provavelmente algum horário inconveniente a empresa te liga, dizendo que você foi chamado para uma entrevista. Mas não há entrevista alguma, meu amigo. Você e parte daqueles trezentos otários que mandaram um currículo todo bonitinho e formatadinho para o e-mail da pessoa ficarão numa sala esperando a recrutadora por meia hora, para então fazer uma dinâmica de grupo com vocês que envolve tudo menos as funções que exerceriam no trabalho. E então, uma bela redação sobre quem é você. Começa, então, um discurso de duas horas, e só agora você percebe que foi enganado, e que a vaga que diziam no anúncio não era realmente aquela. Essa é a primeira traquinagem do RH:

Cquote1.png Já sei. Vamos pegar um monte de gente, colocá-los numa salinha, prendê-los com o discurso do corretor de imóveis com vida mudada por umas duas horas, e então o nosso lucro aumentará! Cquote2.png
Gerente de RH

Cquote1.png Mas... chefe, não é melhor abrirmos uma vaga de corretor de imóveis para quem realmente está interessado em ser um? Cquote2.png
Funcionário sensato (que é novo no setor e não conhece as maldades do mundo)

Cquote1.png Como é? Isso é inadmissível, Astolfo! Tá demitido! Cquote2.png
Gerente de RH

A recrutadora que conversa com vocês já trabalha lá há muito tempo, e ela teve uma vida muito difícil antes de se tornar corretora. Não conseguia comprar o pão de cada dia e tinha que dar a bunda pra poder jantar; mas, depois que ela entrou para a empresa, tudo mudou: acorda sorridente, com vontade de trabalhar, de abraçar as pessoas, gosta de farrear, almoça nos restaurantes mais caros... Tudo para convencer você de que vale a pena trabalhar na empresa de imóveis porque a comissão é "alta".

E então, ela fala que você precisará pagar o curso para ter a identificação do corretor de imóveis. E, claro, eles não pagarão. Você que se foda, amigo, e não poderá trabalhar até tirar a carteira, o que demora uns dois anos (isso se você não for burro e repetir os semestres).

E acaba que você volta absolutamente puto para casa. E sem emprego.

O Conto do Perfil[editar]

Você também já viu essa imagem em algum site, anúncio ou quadro na parede. Retrata a árdua tarefa do gestor de RH de "identificar o perfil ideal" para a empresa, já que o filho da funcionária que foi contratado do dia para a noite não o tem.

Essa é clássica, presente em todas as empresas. Os anúncios são como os acima, porém, mais realistas. Afinal, todo o teatrinho precisa ser muito bem arquitetado para que no final o idiota seja você e não eles, certo? Aqui, você precisa ter dez anos de experiência como vendedor para uma vaga de repositor de supermercado, mesmo que você tenha recém-terminado o Ensino Médio. Precisa ter inglês fluente para uma vaga em que ninguém precisa falar um hello, pacote Micro$oft Office avançado, mesmo que seu trabalho seja apenas escrever uma lista de compras, entre outras pataquadas.

Na verdade, você não precisa. Não, se você for o filho do funcionário! É o chamado quem indica. Foda-se se você não sabe limpar a bunda! Você é filho do nosso melhor funcionário, quer assumir a poltrona do presidente da corporação?

Claro que isso não pode ficar na cara. Então, qual é a arma secreta do setor de RH? Isso mesmo, dinâmica de grupo! Tudo começa quando você é alertado para chegar trinta minutos antes da "entrevista" começar. Para ficar igual uma mula esperando, pois o recrutador costuma atrasar trinta minutos. Você e mais cinquenta otários iludidos farão a dinâmica de grupo (e tanto eles quanto você só ficam sabendo na hora). É dada uma folhinha para preencher os dados, pois os recrutadores são ocupados demais para verificar os mesmos no site, e então você espera mais alguns minutos até que todos acabem. Daí, é entregada uma outra folha, mas dessa vez de redação. Isso, redação! Não é de todo ruim, pois é um treinamento para o ENEM, com o brilhante tema: Quem Sou Eu? Argumentam os jumentos profissionais de RH que isso é para se ter uma ideia do que a pessoa é e como ela se descreve. Não que tenham feito isso com o filho do funcionário, claro.

Após todos terem terminado, o recrutador lhes pedirá para aguardar (de novo) em uma sala ao lado enquanto ela supostamente conversa com outros retardados colegas do RH para fazer uma suposta triagem. Passados quarenta minutos, todos são chamados. E agora? Como fazer para dar um chute na bunda de todo mundo sem parecer feio? O recrutador então pensa:

Cquote1.png Já sei! Vou dizer que entraremos em contato! Cquote2.png
Recrutador

As pessoas, incluindo você, otárias que são, acreditam. E, enquanto isso, o filho do cara que segurou vocês por todo esse tempo está descansando no ar condicionado e vendo putaria no PC da empresa. O recrutador fala que ligarão para cada um que acredita ter o perfil da empresa.

E acaba que você volta puto para casa. E sem emprego.

O Conto do Retorno[editar]

Aqui é onde um dia parece uma semana, uma semana parece um mês e um mês parece... ah, você entendeu. Você, trouxa que é, está esperando pela ligação da empresa, pois acredita que faz o perfil dela. Muitos estão como você, não se preocupe: idiotas sofrem sozinhos, espertos não! E, enquanto isso, o filho da funcionária já ganhou duas promoções na empresa enquanto você disputa com mais cinquenta bestas a vaga mais bosta.

Você esperando o RH da empresa entrar em contato.

Eis que você recebe um e-mail. O tão esperado e-mail.

Prezado Anônimo,
Agradecemos a sua participação no processo seletivo da empresa XXX, entretanto, não foi possível dar continuidade à sua candidatura, pois vimos que seu perfil não é compatível. Guardaremos seu currículo em nosso banco de dados para eventuais oportunidades e desejamos boa sorte em seus próximos processos!

E seu mundo cai por água abaixo. Mas você, meu caro leitor, você sabe da verdade! Esse e-mail é automático e contém várias mentiras. Primeiramente, é claro que você tem o perfil da porra da empresa, assim como todos os outros trouxas. Segundo, eles não guardarão seu currículo em uma base de dados (eles nem sabem o que isso significa), e por último, que sorte? Eles querem é que você se foda. É capaz de os recrutadores terem levado o seu currículo e o dos outros para o filho deles mijarem em cima.

E acaba que...

Ver Também[editar]