Sexo na escola

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
Va-a-merda-porra Alborghetti.gif Este artigo é IMORAL!

Você deve estar achando que este artigo é uma afronta, uma pouca vergonha, uma baixaria... FODA-SE!!! Vai fazer algo que preste e não foda minha paciência!!

Dois alunos praticando as aulas de Orientação Sexual muito bem na sala de aula.

Sexo na escola é uma prática comum ao extremo que acontece de 4 (ui!) em cada 5 escolas do mundo. No Brasil é de 8 em cada 9 colégios, e em Portugal é de 1 em cada 10 mil (é o único formado por alunos brasileiros, já que os portugueses não sabem o que é sexo até os 30 anos de idade).

É uma prática muito combatida por moralistas de todo o mundo, mas com o advento da internet e dos celulares com câmera baratinhos, além da Deep Web, querida por pessoas de práticas sexuais controversas, se tornou algo comum, valorizado, ganhando até um mercado de pornografia proibida grátis para quem tiver a fim de ser rastreado pela Polícia Federal e ganhar uma pulseira de Roberto Carlos, além de vários filmes pornôs tentarem realizar essas fantasias, mesmo que com atrizes maiores de 18 anos metidas a ninfetas com a xavasca depilada para os sacanas de plantão.

Este esboço relacionado a um esboço é um esboço.
O remetente deste esboço também pode ter mandado um esboço.
Você pode ajudar o esboço se desesboçá-lo.