Sexting

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Potenciais putas vítimas de sexting.

Cquote1.png Quem sabe sou contratado pela Brasileirinhas se espalhar esse vídeo na internet Cquote2.png
Moleque idiota sobre sexting
Cquote1.png Fodeu Cquote2.png
Moleque de cima depois dos pais, dos amigos, da Torcida do Flamengo e da imprensa descobrir o tal vídeo
Cquote1.png Prefiro o Pornotube Cquote2.png
Punheteiro sobre sexting
Cquote1.png Vou me suicidar. Não aguento essa humilhação Cquote2.png
Emo vítima de sexting
Cquote1.png Vagabunda!Vagabunda! Cquote2.png
Gilberto Kassab sobre meninas que fazem sexting

Sexting é uma palavra do ingrês que se refere à divulgação pela internet, celular e escambau de fotos e vídeos eróticos feitos por adolescentes e retardados em geral que acham que são atores pornôs e que podem imitar os profissionais que fazem filmes de putaria, mas o máximo que conseguem é se foder (nos dois sentidos).

Sempre que alguém manda as fotos ou vídeos para um amigo, esse amigo manda para outro amigo, e assim vai até a pornografia cair na net. Aí a chance dos pais[1] descobrirem o conteúdo é certa. E então a pessoa leva o maior esporro da sua vida. Para completar, seus colegas vão lhe chamar de Anônimo boqueteira, Kid Alfinete ou apelidos do gênero.

Para foder (nos dois sentidos) ainda mais com ele(a), a mídia descobre, faz uma reportagem de repercussão nacional sobre isso e ele(a) fica conhecido no país inteiro como o vagabundo ou a vagabunda que comeu o coleguinha no banheiro da escola; perdendo a coragem de aparecer em público. Por isso, nunca faça um vídeo ou uma foto sua no ato[2].

História[editar]

Foto de suruba que se espalhou pela net.

O primeiro caso confirmado de sexting foi o de um jovem que depois de ficar viciado em sites pornográficos, achou que poderia arrumar um emprego em alguma produtora de filmes adultos caseiros. Ele chamou sua priminha para fazer um vídeo de sexo caseiro.

Além da filmagem ter ficado uma merda por causa da incompetência do priminho dele como cinegrafista, o retardado teve a brilhante ideia de colocar o vídeo no Orkut para todo mundo ver. Todo mundo mesmo. Logo o filme ficou mais famoso que a lista de cornos da cidade.

No final todo mundo se fodeu. Os dois tiveram que sair da cidade por não agüentarem a zoação. A menina por ser uma puta, o menino por ter um pênis comparável ao de um japonês,o priminho por não saber usar uma filmadora.

Aspectos sociológicos e escambau[editar]

O sexting só conseguiu ter a dimensão que tem hoje por 2 motivos: A estupidez dos idiotas que espalham fotos e vídeos por aí pensando que nada vai acontecer, e a tecnologia. Atualmente, com a maldita inclusão digital e aparelhos eletrônicos com mais de 8000 funções, qualquer um[3] pode enviar mensagens de sexo explícito pra qualquer lugar.

Soluções[editar]

Xuxa depois de descobrir que seu vídeo de sexo está disponível em blogs e sites.

Portanto, o único modo de acabar com o sexting é sumir com todos os celulares que podem filmar ou fotografar. Porque conscientizar não serve pra nada.

Casos famosos[editar]

  • Um moleque de 14 anos tenta comer uma guria de 11 anos, mas não consegue porque o pequeno instrumento não o ajudava. Hoje ele é conhecido como Kid Alfinete.
  • Uma garota emo se suicidou depois de descobrir que ficou famosa na cidade com um vídeo de sexo oral.
  • Um moleque foi preso depois de espalhar fotos dos pais brincando de médico.
  • 42 pessoas foram presas por espalharem fotos e vídeos de uma suruba que aconteceu na casa da tua mãe.

Links externos[editar]

MWAHAHAHAHAHA! Não tem link seu punheteiro!

Referências[editar]

  1. 99% dos que fazem sexting são jovens sem noção do perigo que moram (ou não) com os pais
  2. Conselho desnecessário, com certeza você morrerá virgem.
  3. Excluindo seus avôs, que nem sabem usar um computador