Sexus Metingfuck

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esboço da ideia de Sexus

Sexus Pênis Metingfuck vai toma no cu[editar]

Um filho da puta que inventou uma coisa gostosa (para algumas pessoas mas,eu,não gosto de sexo e eu não acho gostoso)[editar]

Ele se chamava Sexus Metingfuck. Nascido no inferno, o diabo resolveu manda-lo para a terra. Quando ele chegou aqui, como um bebe com cara do diabo. Quando ele fez 4 anos, ele pegou a avó dele (aquela filha da puta que aos 100 anos ficou viciada em maconha,cocaina,drogas,crack e sexo) olhou para a vagina de sua avó, que era suja, abaixou as calças e a cueca dele, e enfiou o penis dele na vagina da avó dele, ficou dando umas bucetadas e depois a avó dele com raiva, chupou o penis dele. ele gritou ohohohohohohoh!!!!Ai ele mandou a mensagem para o diabo e o diabo espalhou esse poder por ai.Primeiro,os virgens (o que é comum ver hoje) e depois os normais (o que é raro ver hoje).Os virgens começaram chupando o penis (igual a avó dele),a técnica de enfiar o penis na vagina (igual o Sexus Metingfuck) e ai o sexo foi crescendo, lançaram outro significado, que é transar (em homenagem a avó tarada dele, a Transar Beibe),o significado fuder (em ingles:fuck,em homenagem ao Sexus Metingfuck, a parte do fuck),que também começou a servir de super-palavrão.E ai o sexo foi se espalhando no mundo inteiro.

Armando a barraca[editar]

Aos 13 anos, Sexus percebeu que o courinho de seu pênis podia ser filho da puta ai ele transou com uma puta a puta teve filho ele não parava de transar com ela,(o que dá resultado que ele tinha 100.000 filhos) até hoje existe a família filha da puta da Metingfuck.


Dando origem ao que conhecemos hoje[editar]

Certo dia, Sexus estava passeando por um dos cômodos de sua casa, quando viu uma garrafa pet toda cortada de tesoura e com um design chamativo. Resolveu testar seus conhecimentos sexuais recém adquiridos. Enfiou (pôs) seu minúsculo pênis em contato com o bico da garrafa. Adentrou-o e, pelo outro lado (aberto) da garrafa incitou-o a crescer, de modo a poder fazer um movimento de "vai-vêm, vai-vêm"... Quando finalmente chegou ao ponto certo, ele começou. Porém, nada saia nem acontecia. resolveu tirá-lo de lá. Mas nesse momento, uma de suas "mães" saiu nua na frente dele e começou a chupar o penis dele. Ele gostou e foi ai que o sexo aumentou.

Cartada Final[editar]

O que os livros contam é que, no dia 24 de Janeiro de 1542, o rapaz, já com 19 anos, foi em busca do novo, o que ele nunca tinha feito antes: ver até onde vai o túnel mágico das mulheres! Quando estava em casa, viu uma de suas supostas mães se masturbando (já tinha em mente o garoto, que aquela parte da mulher não servia só para necessidades fisiológicas(também)). Quando chegou ao colégio, naquele mesmo dia, pediu a uma colega se ela gostaria de conhecer a toca do Coelho e até onde ela vai. Mostrou a menina duas pilulas, uma azul e outra vermelha. A azul era uma bala de Blue Ice e a vermelha era uma pedra suja de menstruação. A menina pegou e engoliu as duas e os dois foram para o banheiro (coletivo na época). O Sexus baixou as calças, deixou cair para fora seu apetrecho avantajado, que bateu no vaso sanitário A menina, ergueu sua saia e tirou-a, de modo coloquialmente lírico. Sexus adentrou seu majestoso cetro na bolsa de diamantes persas encontrados na Babilônia em 5156 a.C.... Ai o mussi desandou e a vaca foi pro brejo. Os dois sentiram um prazer imenso. Foi a primeira relação amorosa profunda da história do mundo! Até antes disso, os filhos vinham por cegonhas!


Consequência final[editar]

Após a relação de contato entre as partes genitais do homem com as da mulher, a moça, de nome desconhecido até hoje (supostamente Váh Gyna), sugeriu que colocassem o nome a descoberta de "SEXO"! Ai pegou e todo mundo viveu feliz para sempre, fod... a vontade, todo dia, a qualquer hora, sem camisinha por acaso (porque você acha que temos hoje 7 bilhões de pessoas no mundo!!!).

Artigos relacionados[editar]

A fantástica história do PÊNIS

A VAGINA nos tempos atuais