Shaunae Miller

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Shaunae Miller
Shaunae Miller.png
Shaunae satisfeita após vencer mais uma competição de mergulho
Nascimento 15 de abril de 1994
Bandeira das Bahamas Bahamas - Nassau
Ocupação mergulhadora e velocista

Shaunae Miller é uma atleta profissional de saltos ornamentais das Bahamas que conseguiu sua consagração nas olimpíadas do Rio 2016, sendo ela um caso típico de atleta que surgiu em alguma ilhota miserável do Caribe e que depois do sucesso foi importada pelos Estados Unidos, e só não se naturalizou porque mantendo-se como bahamense seria sempre a melhor de seu país, enquanto isso não seria possível caso fosse americana.

Carreira[editar]

Shaunae Miller dá um mergulho perfeito e conquista a medalha de ouro nos saltos ornamentais da olimpíada do Rio de Janeiro 2016. Visivelmente o salto da segunda colocada Allyson Felix não foi nada interessante.

A primeira aparição de Shaunae em alguma competição de saltos ornamentais foi nos Jogos Olímpicos da Juventude de 2011, quando competiu na categoria dos 400 metros e venceu a competição, pois ao invés de ir competir na piscina como todas outras, preferiu ir para a pista de atletismo onde ninguém mais fica se jogando. Com essa técnica exclusiva quase que masoquista, ela chegou até a conquistar o vice em 2012.

A sua estreia entre adultos foi no campeonato mundial de 2014, onde já ganhou a medalha de ouro moral, visto que o ouro e a prata verdadeiros já são sempre garantidos por antecipação para os Estados Unidos e Jamaica, tanto que a estadunidense Francena McCorory ganhou o ouro e a jamaicana Kaliese Spencer ficou com a prata.

Em 2015 melhoraria seu desempenho em relação ao ano anterior, ficando com a prata, derrotada apenas pela norte-americana Allyson Felix, Shaunae superou um montão de jamaicanas, e talvez tenha ficado com a prata justamente porque foi confundida com uma jamaicana.

O seu grande ano seria mesmo 2016, quando primeiro foi porta-bandeira das Bahamas na abertura 2016, afinal que outra atleta aquele país teria? Até a Rihanna na verdade é de Barbados e não das Bahamas. Não decepcionou e levou o ouro em sua especialidade, os saltos ornamentais em 400 metros rasos, numa emocionante disputa contra a rival Allyson Felix até os últimos milésimos.