Shōgun

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Shogun)
Ir para: navegação, pesquisa
Mitsurugi-ronin.gif Este artigo é sobre um samurai!

Tire a honra dele vandalizando seu artigo
que ele o retalhará!

O primeiro shogun que como podemos ver, não passava na época de um caipira esquisito

O termo Shōgun, também conhecido como Xogum peos brasileiros analfabetos, significa em japonês: O Comandante do exército, provavelmente porque na época os japoneses estavam sem ideias ou criatividade para criar um nome mais decente do que este.

Este termo foi por muito tempo, um título e distinção militar usado antigamente no Japão. Era concedido diretamente pelo Imperador, que o dava após certos favores que o candidato ao título devia lhe fazer.

O que ele é afinal?[editar]

O primeiro Shogun japonês

Como título, Shogun, que como foi visto tem um significado pouquíssimo original, é a abreviação do ainda mais estranho Seique Tánocu Seii Taishōgun, que em japonês quer dizer " O Grande Pequeno General Apaziguador Destruidor dos Bárbaros Cultos".

Essa nomeação nop começo era temporária e fazia mais sentido com o usuário do título já que era utilizada pelo general que comandava o exército enviado a combater os emishi, um tipo de favelados japoneses que viviam no norte do país.

Uns tempos depois no entanto, uns japoneses ignorantes viram essa palavra e axaram-na bonitinha apesar de não saberem do que ela falava, e decidiram usa-la para referir-se à uns sujeitos que andavam tomando o poder das mãos do imperador na época.

Assim, o shogun passou a ser o nome dado ao governante de fato do país, embora teoricamente o Imperador fosse o legítimo governante e desse a autoridade ao shogun para governar npor ele, mas ninguém liga para isso pois se fossemos falar desse jeito ninguém entenderia nada. Assim, basta dizer que o Imperador viu-se obrigado a entregar de bandeja e mão beijada qualquer atribuição ou autoridade civil, militar, diplomática, médica, tutelar, infantil, prisional, geográfica, mafagafica ou judiciária a quem tivesse tal título.

Durante os primeiros contatos com o Ocidente e com alguns países asiáticos como a China, os japoneses tinham o costume de enganar eles, dizendo que o shogun era o "rei do Japão", ignorando que existia também o imperador, mas se levarmos em conta que o imperador já não valia mais nada mesmo, isso até que faz sentido.

Atualmente alguns escritores e historiadores comparam o xogum com apelativos estranhos do tipo que é usado por puxa-sacos. Como esses historiadores, no entanto, são os mesmo que dividiram o Japão em períodos históricos que acontecem ao mesmo tempo, isso já era esperado.

Os Shogunatos[editar]

O governo dos shoguns é conhecido em português como shogunato e em japonês como bakufu, que quer dizer: "O Governo que dá o cu desde a maku". Durante a mal dividida história do Japão existiram três shogunatos:

Shogunato Kamakura[editar]

O primeiro dos shogunatos começou com MinhaMoto que YoriTomou Minamoto no Yoritomo, e ficou conecido como shogunato Kama-Sutra, pois além de ávidos consumidores de hentai, foram eles que criaram esse livro. Tal governo era controlado por apenas três membros do clã MinhaMoto, pois o poder fora roubado (junto com a moto) pelo clã Roxo Hōjō, que como regentes nomeavam marionetes para serem shoguns, e como mariopnetes não falam era como se desistissem do título.

Ele aconteceu durante o Período Kamakura (por motivos óbvios) e era composto de três órgãos: O mandokoro, encarregado dos assuntos administrativos, finanças e mandar no coro. O samurai dokoro, encarregado dos assuntos militares e de ajudar no coro. E o monchugo, encarregado dos assuntos jurídicos e provavelmente de algo mais que envolvesse esses animais peludos.

Shogunato Ashikaga[editar]

O segundo shogunato é conhecido como Assim Caga e foi fundado por Assincaga Tacusuji Ashikaga Takauji. Durante este, quinze membros do clã Assim Caga mantiveram o posto até um militar do Período Azuchi-Momoyama conhecido como Oda Nobunaga mandar todos eles pra conta do Papa.

Shogunato Tokugawa[editar]

Tokugawa Ieyasu, famoso shogun que como a maioria dos nobres japoneses, era gordo até dizer chega.

O último shogunato foi o Tocuágua, instituído por Lesado Tocuágua Ieyasu Tokugawa e durou mais de oito mil duzentos anos, até a renúncia de Tokugawa Yoshinobu, que pediu pra sair er deixou que o Imperador Mijei Meiji retomasse o seu papel como protagonista na política do país. A partir daí, a figura do shogum foi esquecida e hoje em dia ningué nem sabe nem liga para o que eles foram.

Outros Cargos[editar]

Historicamente, foram usados outros termos parecidos a Seii Taishōgun (o Shogun é óbvio), todos eles provavelmente criados por japoneses fracassados e resentidos pelo fato de nõa terem sido eles que criaram o nopme original, decidindo assim copiar. É óbvio que nenhum deles foi minimamente importante na história do país:

  • Sento Noteucu Seitō Taishōgun (em japonês: "Pseudo-comandante-em-chefe-para-a-pacificação-do-Leste-da-região-japonesa-e-tudo-mais")
  • Sequei Todoteucu Seisei Taishōgun (em japonês: "Pseudo-comandante-em-chefe-para-a-pacificação-do-Oeste-da-região-japonesa-e-tudo-mais")
  • Chifrudo Nocu Chinjufu Shōgun (em japonês: "Pseudo-comandante-em-chefe-do-quartel-general-central-secreto-de-pacificação-japonês-e-tudo-mais")
  • Sentada Quedoiocou Seiteki Taishōgun (em japonês: "Grande-pseudo-General-aparentemente-subjugador-dos-bárbaros-e-também-de-outros-povos-que-consideramos-inimigos")
  • Mordecerto Noteucu Mochisetsu Taishōgun (em japonês: "Grande-pseudo-general-estagiário-de-cargo-temporário-que-uma-hora-ou-outra-vai-ser-demitido")
  • Fede Nocu Sekke shōgun (em japonês: "Grande-pseuo-general-inútil-que-só-serve-mesmo-é-de-conselheiro-e-nada-mais")
  • Miado Nocu Miya shōgun (em japonês: "Grande-pseudo-general-maluco-que-acha-que-tem-um-palácio")
v d e h
日本史

Nomi no sukune small.jpg