Weekly Shonen Jump

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Shonen Jump)
Ir para: navegação, pesquisa
ShonenJump White.jpg
Weekly Shonen Jump...

...é mais um Mangá (que muito possivelmente já virou Anime) da Shonen Jump S/A!
Qualquer semelhança com Yoh... Ou com Hokuto no Ken é mera coincidência...
...SERÁ?!
Pow! Paf! Tum!
AAAAA!!!
Weekly Shonen Jump é algo relacionado a Shounen

Esse artigo tem a ver com animes/mangás onde os personagens vivem brigando, lutando, metendo porrada e resolvendo as diferenças na base do cacete!
Provavelmente o protagonista dessa joça apanha mais que todos os demais.
Weekly Shonen Jump
A revista que todo mangaká deseja trabalhar
ShoneJumpcaparevista.JPG
Típica capa da Shonen Jump cheia de figuras e letras japonesas que não dá pra entender porra nenhuma
Editora Shueisha
Testa-de-ferro Akira Toriyama
Gênero Mangás
Origem Bandeira do Japão Japão
Rival
Nuvola apps core.png
CLAMP
Fontes de Plágio Shonen Sunday
Objetivo Maligno Ganhar muito dinheiro
Público Alvo Nerds, otakus e emos
Nível de Corrupção Alto Alto
Aliados Monkey D. Luffy,
Ichigo Kurosaki
Piores Inimigos DC logo.jpg DC Comics,
Marvelcomics1.gif Marvel,
Disney Channel.png Disney
Leitores Ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Você
Colunista(s) Conchavado(s) Tite Kubo,
Masashi Kishimoto
Pior Seção Todas
No. de propagandas Mais de oito mil
Uso alternativo Usar como livro de colorir



Cquote1.png Você quis dizer: Casa das modinhas Cquote2.png
Google sobre Weekly Shonen Jump
Babel fish.gifTraduzindo: Pula Menino da Semana
Babel Fish sobre Weekly Shonen Jump
Cquote1.png Nunca me vencerão! Cquote2.png
DC Comics sobre Shonen Jump
Cquote1.png Idem Cquote2.png
Marvel Comics sobre Shonen Jump
Cquote1.png Mas, unidos, nenhum de vocês de vocês nos ultrapassaram! HA,HA,HA,HA!!! Cquote2.png
Todo a linha Jump (Weekly Shōnen Jump, Monthly Shōnen Jump, Ultra Jump, Super Jump, Young Jump, Hentai Jump, Caralho Jump, Acre Jump e qualquer outra porra Jump) sobre DC Comics e Marvel Comics
Cquote1.png Por favor, seus universos e seus inimigos são tão fracos que até o Batman e o Homem de Ferro conseguem derrota-los. Cquote2.png
DC Comics e Marvel Comics sobre citação acima
Cquote1.png Sai fora, velhote, deixa os hq trucidarem...Superman Cquote2.png
Akira Toriyama
Cquote1.png Jamais vou perdoa-lo... KAME...HA...HE... Cquote2.png
Goku puto com Superman
Cquote1.png O Goku tá certo, Por ser o pai do mangá Shonen moderno, então tá na hora do GEAR SECONDO! Cquote2.png
Luffy entrando na conversa
Cquote1.png T.T Sacanagem, datte... Cquote2.png
Naruto sobre discussão acima
Cquote1.png O que vocês acham de surrar esse imbecil?! Cquote2.png
Yusuke Urameshi e Seiya de Pégaso sobre Naruto
Cquote1.png Tem a Jump aí, tiozinho? Cquote2.png
Gintoki Sakata caçando a revista quando sai no sábado
Cquote1.png Meu sonho é trabalhar lá. Cquote2.png
Fanzineiro sobre Weekly Shōnen Jump
Cquote1.png Ainda vão publicar meus mangás por lá. Afinal eu sou amigo de longa data de Osamu Tezuka! Cquote2.png
Maurício de Souza sobre Weekly Shōnen Jump
Cquote1.png Ainda vou comprar essa joça da mesma forma que fiz com a Marvel e a série Star Wars. Cquote2.png
Disney sobre Shonen Jump
Cquote1.png Nessa revista só conta história de moleque! Cquote2.png
Alguém parafraseando Capitão Nascimento sobre os personagens adolescentes da Weekly Shōnen Jump
Cquote1.png Ou não, né! Cquote2.png
O mesmo alguém acima depois de ler Dragon Ball Z, Hokuto no Ken e Samurai X
Cquote1.png Ainda vamos acabar com essa joça... Cquote2.png
CLAMP sobre Weekly Shōnen Jump
Cquote1.png Ainda vamos acabar com essa joça... Cquote2.png
Type-Moon sobre Weekly Shōnen Jump
Cquote1.png Idem. Cquote2.png
Shōnen Sunday, Shōnen Hollyday e... Ah, outras porcarias que ninguém conhece
Cquote1.png A Jump me deve, sem mim ela não iria sair nem do círculo asiático! Cquote2.png
Akira Toriyama sobre Dragon Ball

Shonen Jump.gif

Weekly Shōnen Jump, ou SHONEN JUMP para os manos ocidentais do norte, trata-se de uma grande editora de quadrinhos MANGÁS SEU BAKA!! Banda Desenhada, especialmente Shōjo, Yaoi Shōnen criada com o objetivo de exportá-los para os quatro cantos do mundo e divulgar a cultura otaku no mundo inteiro.

Ps.: De acordo com o Desciclonews(1) esses planos já estão sendo colocados em prática.

Saldo de vendas[editar]

Alguns mangás da Jump como esse costumam deixar referências a outros mangás da mesma.

De acordo com pesquisas feitas pela própria Shonen Jump a Weekly Shonen Jump é uma revista das revistas, as que mais vendem no Japão e também no mundo, perdendo apenas para a Veja e a Playboy. De acordo com a Wikipédia, a Shonen Jump teve seu auge de vendas com a publicação de Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco, quando chegavam a vender 666 milhões de exemplares por semana e isso sem contar os produtos piratas ou baixados pela internet que vendiam feito água no deserto.

Partes dessas vendas se deve ao fato da Shonen Jump estar sempre relançando seus mangás: primeiro eles lançam em capítulos em versões semanais, depois juntam uns oito capítulos, formam o volume e vendem novamente. Não se sabe o porquê dos japoneses comprarem a mesma revista várias vezes, alguns alegam que é porque a maioria dos leitores são crianças que não entendem o quanto os pais trabalham para ganhar dinheiro...

Naruto e Konohamaru lendo uma revista da Playboy Shonen Jump

História[editar]

Tudo começou em 1968, quando um japonês assistiu Pinky e Cérebro pela primeira vez e ficou impressionado com a perseverança dos dois ratinhos, que apesar de tentarem, nunca dominaram o mundo. Foi aí que o jovem, decidido a mudar de vida, tentou criar sua própria franquia de quadrinhos. Porém como ele era pobre e falido, não tinha capital algum para desenvolver seu projeto, mas teve uma ideia brilhante: apostar no talento de desconhecidos. Para isso ele juntou o dinheiro que seu pai ia usar pra pagar a conta de luz e colocou um anúncio no jornal com as seguintes: "Estou realizando um concurso de mangás, para participar basta enviar seu trabalaho e pagar a inscrição de 979,9227 ienes. O vencedor terá sua obra publicada na minha revista."

Quem sabe, sua revista pode ser capa da Jump! Sei, vai tentando otário

Centenas de pessoas se inscreveram para este concurso, e graças ao dinheiro das inscrições e uma parceria com o tiozinho do xerox(tanto que a impressão ficou em preto e branco, mais tarde eles usaram uma desculpa e passaram a lançar revistas em preto e branco), foi possível a publicação da primeira revista, que conseguiu vender porque os participantes do concurso e seus amigos compraram graças a ideia inovadora. A primeira revista não vendeu muito, porém conseguiu o suficiente para uma segunda a publicação, já na terceira publicação, o dono da revista contratou alguns dos desenhistas que se inscreveram para publicarem suas estórias. Não demorou muito e a empresa precisou de mais ideias, como essa época coincidia com o dia do primeiro concurso. O jovem teve a ideia de criar um evento onde iniciava um novo concurso, com as mesmas regras de antes. Esse concurso atraiu mais desenhistas e foi um sucesso, tanto que já acabou... Mas os desenhistas ainda mandam suas estórias para a revista na tentativa de terem suas obras publicadas.

Publicações[editar]

Para poder aumentar o fluxo de publicações, a Shonen Jump dividiu-se em várias categorias, as mais famosas são a Shonen Jump Semanal(que publica um capítulo de mais ou menos 20 páginas por semana e você não entende nada) e a Shonen Jump Mensal (que publica um capítulo de mais ou menos 40 páginas por mês e você também não entende nada).

Clichês da Shonen Jump[editar]

Ver artigo principal: Lista de Clichês dos Animes
Típica cena dos mangás da Shounen Jump onde os protagonistas ficam com poses de fodões após atingirem suas digievoloções formas finas.
  • Toda obra deve ter personagens estéticamente belos(caso a obra não siga essa regra, ao menos os protagonistas devem seguir) ,ou não;
  • Toda estória deve ter uma ou outra cena de briga, ainda que o mangá seja sobre um caderno que mata ou sobre um jogo de cartas ,ou não;
  • Toda estória sempre tem um personagem retardado engraçadinho, ou não;
  • E em estórias de inteligência sempre tem um estrategista master, capaz de planejar várias jogadas a frente do oponente, mas o protagonista vence com literalmente qualquer coisa que sair da mente do autor, ou não;
  • Todo protagonista deseja ser o número um (ou vai se tornar) em algo, ou então deseja proteger todos a sua volta (há exceções) ,ou não;
  • Vira e mexe aparece alguma criatura meio humano meio animal, como um menino macaco ou um menino raposa,ou não;
  • Nos quadrinhos americanos, é comum o personagem principal lutar contra o seu lado sombrio para evitar que ocorram destruições, nos mangás da Shounen Jump eles simplismente deixam o lado sombrio lutar e foder com tudo, ou não;
  • Arcos de histórias que poderiam ser contadas em um ou dois capítulos levam dez e não muda em nada, ou não;
  • Hentais, todo título da Shonen Jump deve ter uma ou outra cena de apelação sexual, mesmo que seja direcionada para um público pré-adolescente/juvenil, ou não;
  • Nos mangás da Shonen Jump há sempre uma imitação referência a um filme ou a outras estórias da Jump, ou não;
  • Precisa-se mostrar personagens lendo a Jump, por motivos mais que óbvios, ou não;
  • Todo anime da Shonen Jump deve ter fillers(quer sejam em menor ou em maior quantidade), ou não;
  • Brigas representam amor fraternal: quanto mais um sujeito bater/humilhar/torurar o irmão, mais ele o ama e se preocupa com ele, ou não;

Como trabalhar na Shonen Jump[editar]

Os personagens dos mangás também são obrigados a frequentarem outras histórias da Jump com o final de suas franquias.

Ao contrário do que muita gente pensa, trabalhar na Shonen Jump é mais fácil do que se pensa, para fazer isso basta seguir osseguintes passos:

  1. Envie seu currículo para a Shonen Jump (é bom que você saiba falar japonês, se não souber faça um curso no Kumon)
  2. Se você for brasileiro, mude-se para o Japão, a Shonen Jump não é nenhuma corporação mega-milionária que te deixaria trabalhando no Brasil para depois ter que pagar 13°, licença maternidade, Bolsa família, etc.(ao menos não para você que é um merda funcionário em início de carreira);
  3. Espere eles te chamarem para entrevista;
  4. Evite imitar algum personagem ou mostrar que é cheio de ideias, isso normalmente é sinal burrice;
  5. Caso seja aprovado na entrevista, prepare-se para a bateria de testes;
  6. Caso seja aprovado na bateria de testes, prepare-se para fazer o teste no local de trabalho;
  7. Caso consiga aprovação no teste de local de trabalho, prepare-se para fazer cursos sobre como se comportar diante dos seus superiores;
  8. Depois do curso, você fará um estágio, é nessa hora que você deve mostrar mais serviço;
  9. Depois de cumprir o estágio, você poderá trabalhar na Shonen Jump;
  10. Pronto! Agora é só começar a entregar cafés e a lavar o chão... ou você achava que eles iam te contratar como mangaká?


Como fazer sucesso na Jump[editar]

Artigo principal: Bakuman(ou não)

Ok, você finalmente começou a trabalhar na Jump, mas ainda não está satisfeito e quer alçar vôos maiores como mangaká, não é? Então leia a lista a seguir:


1.Pra começar, você vai precisar dos materiais necessários e a saber desenhar existem exceções;
2.Comece a fazer amizade com os figurões e os mangakás da Jump: pois se eles não publicarem o seu mangá, ao menos você ainda terá seu emprego;
3.Caso o passo dois não dê certo, comece a trabalhar como assistente dos mangakás famosos, isso fará com que você ganhe alguma experiência no ramo e também alguma grana;
4.Arrume algum padrinho editor da Jump para acompanhar seu desenvolvimento e fazer reuniões com os poderosos da Jump;
5.Crie um mangá One-shot e mostre pra eles;
6.Caso seja aprovado, você terá sua obra publicada, mas não pense que sua vida está ganha, pois esse é só começo;
7.Faça com que sua história seja campeã de vendas ou na votação da Jump(gaste uma grana preta comprando revistas e mande amigos e familiares votarem na sua revista);
8.Agora que você conseguiu sair da zona de cancelamento, hora de pensar no futuro do seu mangá;
9.Uma história absurdamente longa já é um bom começo...;

Cquote1.png Verdade, torrei muito lápis e tinta nanquim em uma certa obra, e largaram no lixo porque a série não era extensível o bastante... Cquote2.png
Tite Kubo

Note o grifado no extensível. Essa é a palavra chave: se quiser sua história publicada, você terá que mudar o mangá completamente se necessário. Para ser mais perfeito, o seu mangá precisa ter um piloto que vai ser ignorado pela Jump...

In memoriam: Kagami Taro, morto pela Jump, que queria um universitário maníaco-depressivo ao invés de um moleque de 13 anos como dono do Death Note.

Cquote1.png Eu que o diga! Cquote2.png
Eiichiro Oda sobre Romance Dawn

Cquote1.png Idem! Cquote2.png
Akira Toriyama sobre Awawa World

Cquote1.png Eu também! Cquote2.png
Yoshihiro Togashi sobre Sensei wa Toshishita

Cquote1.png Já eu tive mais sorte! Cquote2.png
Masashi Kishimoto sobre o que os acima estão reclamando

Cquote1.png É só fazer como eu faço: pegar um clichê e encher linguiça com ele o suficiente pra terminar um capítulo, e aí passar pro próximo! Material é o que não falta! Cquote2.png
Hideaki Sorachi sobre o segredo para Gintama já ter chegado no capítulo 300

10.Depois da Jump te dar uma bronca, coincidentemente a história final que você mudou vai precisar render por mais de 4 arcos (1 arco +- 100 capítulos... Prepare-se para quebrar seu pulso, como aconteceu com o autor de certo mangá), jogos para diversos consoles (já ouviu falar de WonderSwan? E de GameFamily?), bonecos, o anime (que precisa ser propositalmente diferente da trama original e/ou cheio de fillers inúteis), o OVA (para compensar o anime escroto), um spin-off com algum personagem que ficou largado na trama, pode até ser o OVA ou próprio mangá, no meio da história se necessário (nenhum no momento Cavaleiros do Zodíaco: Old-School Chronicles, ou Yahiko no Sakabatō).

Em primeira mão, a Edição Nº1 da Jump em toda sua glória!!

11.Agora que fez sucesso, hora do anime!

Cquote1.png Eu queria fazer o anime do meu jeito, com todas as histórias, mas o estúdio nem me ouviu... Cquote2.png
Hirohiro Araki sobre JoJo's Bizarre Adventure sorte do estúdio que só fez a parte 3

Não se preocupe se você acha que o anime vai ficar escroto DEMAIS, a Jump não permitirá cagadas dessas por nada...

12.Cquote1.png Claro, claro, nunca... Mas pensando bem, se não fosse pelo anime péssimo, não haveria um crescimento de pessoas que leram meus mangás por causa do anime, então acho que foi bom! Cquote2.png
Norihiro Yagi sobre final escroto de Claymore

13.Entendeu o "por nada"? Apenas lembre-se: Fillers não são sinal de fraqueza dos estúdios, mas sim sinal certeza de que você é apressado e decidiu lançar o anime sem nem terminar o mangá! Agora os estúdios que valem a pena (ou não):

  1. Toei Tomeinoku: Antes era o mais requisitado, tendo feito até Dragon Ball (inclusive o GT!) e Cavaleiros do Zodíaco, mas agora, tem perdido espaço que não é brincadeira (só One Piece que ainda se aguenta com eles). Pode ver a seguir:
  2. Pierrot Pierrél'otarié: se fez YuYu Hakusho, Naruto e Bleach sem problemas, até o seu mangá consegue!
  3. MADHOUSE CORINGA'S HOUSE: Já foi de respeito na época de Death Note, mas hoje em dia perdeu a credibilidade ao foder com outro aí...
  4. XEBEC XERECA: Shaman King. Preciso dizer mais alguma coisa? Ah, sim: Busou Renkin também, mas desse aí quase ninguém lembra porque o autor ficou famoso com outro mangá...
  5. GONZO BONZO: Nem trela, a Jump não vai chamar um estúdio furreca desses para estragar sua obra. Lembra-se de Hellsing, Full Metal Panic!, Gantz e Trinity Blood (que nem da Shueisha são)? Pra você ter ideia, o único que deu certo foi Basilisk (que também não é da Shueisha)!

Cquote1.png Mas peraí! Foi esse aí que a Jump chamou pra animar o meu! Então foi por isso que entupiram minha obra de fanservice!!! Cquote2.png
Akihisa Ikeda sobre GONZO BONZO

Isso é apenas uma demonstração do que o mundo da cultura japonesa te aguarda. Boa sorte!

Ver também[editar]

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Weekly Shonen Jump no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg