Shyla Stylez

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Predefinição:Morto

Stylez com sua roupa de dormir, os legistas aprovaram.

Shyla Stylez, nome artístico de Amanda Friedland, era uma atriz pornográfica canadense boa, muito boa mesmo, e não digo isso apenas porque ela morreu, e depois que morre todo mundo vira bom. Antes de virar farinha na churrasqueira do cemitério, ela era conhecida pelos seus peitos (falsos) e bunda enormes (a sua bunda era verdadeira, os vermes comeram e aprovaram). Não conseguia passar mais de 3 dias sem tomar noku, por isso sua morte se deu devido a um câncer no cu.

Biografia[editar]

Amanda Friedland nasceu na favela de Armstrong, no Canadá, em Setembro de 1982, onde passou a sua infância. Já na escola secundária de Armstrong, ela já era virada para a putaria, pois namorou e deu a bunda a todos os rapazes da sua turma, até para o professor e para a tia da cantina chamada Tereza, que comeu ela com uma cinta com um dildo negro de 25cm na ponta. Desde essa altura, Stylez sonhava em ser atriz pornô, transformar o hobby em profissão mesmo, e dar duro, ou dar no duro, para conseguir o pão de cada dia. Após concluir seus estudos, se mudou para Vancouver, onde começou trabalhando como stripper (como todas as pornstars em início de carreira) e como modelo em pequenos sites pornô, complementando seus rendimentos mostrando os peitões na webcam para velhos tarados cheios da grana.

Carreira[editar]

A sua oportunidade surgiu quando conheceu um diretor pervertido de filmes pornográficos, que apenas a deixaria trabalhar com ele se ela fizesse a sua primeira cena com ele, e se lhe deixasse por-lhe o pau na bunda, como aconteceu.

(fap fap fap fap fap).

Em 2001, Amanda começou dando a bunda para o pessoal da produtora Anabolic onde fazia cenas de sexo anal, dupla penetração, faciais e zoófilas, estas com caras que se parecem com cavalos, não apenas no rosto.

No ano seguinte, fez uma cirurgia para aumentar os peitos, ficando com esses peitos enormes (para a bunda não foi necessário). Alguns meses depois foi contratada pela Jill Kelly Productions, onde conheceu a Jill Kelly e passou algumas horas a sós com ela. Gravou várias cenas para a produtora e conheceu Bob Friedland, presidente da produtora ao qual fez um boquete e se casou com ele mais tarde.

Em 2003, assinou um contrato de exclusividade com a Jill Kelly Productions. No fim desse ano, viu-se obrigada a abandonar temporariamente a sua carreira, depois que se divorciou com Bob, porque ele sempre se recusava em meter-lhe o pau na bunda enquanto faziam sexo. Também não podia gravar cenas para outras produtoras devido ao contrato de exclusividade. Em 2006, o tal contrato expirou, ela decidiu fazer uma cirurgia para ficar com os peitos ainda maiores, e voltou "trabalhando" com diversas produtoras.

Morte[editar]

Em 9 de novembro de 2017, o mundo da punheta foi surpreendido com a triste notícia da morte de Shyla Stylez. Foi encontrada morta na cama, aparentemente durante a noite ela virou-se de bruços enquanto dormia e foi sufocada pelos próprios peitos. Aos 35 anos de idade, infelizmente ninguém vai poder vê-la como milf para novos fetiches. Quanto à necrofilia, isso é coisa de deep web e não foi possível filmar-se um filme do gênero, mas o mesmo provavelmente existe.