Shyla Stylez

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Dark-Art-Grim Reaper 01DesktopNexus.jpg Shyla Stylez já morreu!

E fizeram festa no velório!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Stylez com sua roupa de dormir, os legistas aprovaram.

Shyla Stylez, nome artístico de Amanda Friedland, era uma atriz pornográfica canadense boa, muito boa mesmo, e não digo isso apenas porque ela morreu, e depois que morre todo mundo vira bom. Antes de virar farinha na churrasqueira do cemitério, ela era conhecida pelos seus peitos (falsos) e bunda enormes (a sua bunda era verdadeira, os vermes comeram e aprovaram). Não conseguia passar mais de 3 dias sem tomar noku, por isso sua morte se deu devido a um câncer no cu.

Biografia[editar]

Amanda Friedland nasceu na favela de Armstrong, no Canadá, em Setembro de 1982, onde passou a sua infância. Já na escola secundária de Armstrong, ela já era virada para a putaria, pois namorou e deu a bunda a todos os rapazes da sua turma, até para o professor e para a tia da cantina chamada Tereza, que comeu ela com uma cinta com um dildo negro de 25cm na ponta. Desde essa altura, Stylez sonhava em ser atriz pornô, transformar o hobby em profissão mesmo, e dar duro, ou dar no duro, para conseguir o pão de cada dia. Após concluir seus estudos, se mudou para Vancouver, onde começou trabalhando como stripper (como todas as pornstars em início de carreira) e como modelo em pequenos sites pornô, complementando seus rendimentos mostrando os peitões na webcam para velhos tarados cheios da grana.

Carreira[editar]

A sua oportunidade surgiu quando conheceu um diretor pervertido de filmes pornográficos, que apenas a deixaria trabalhar com ele se ela fizesse a sua primeira cena com ele, e se lhe deixasse por-lhe o pau na bunda, como aconteceu.

(fap fap fap fap fap).

Em 2001, Amanda começou dando a bunda para o pessoal da produtora Anabolic onde fazia cenas de sexo anal, dupla penetração, faciais e zoófilas, estas com caras que se parecem com cavalos, não apenas no rosto.

No ano seguinte, fez uma cirurgia para aumentar os peitos, ficando com esses peitos enormes (para a bunda não foi necessário). Alguns meses depois foi contratada pela Jill Kelly Productions, onde conheceu a Jill Kelly e passou algumas horas a sós com ela. Gravou várias cenas para a produtora e conheceu Bob Friedland, presidente da produtora ao qual fez um boquete e se casou com ele mais tarde.

Em 2003, assinou um contrato de exclusividade com a Jill Kelly Productions. No fim desse ano, viu-se obrigada a abandonar temporariamente a sua carreira, depois que se divorciou com Bob, porque ele sempre se recusava em meter-lhe o pau na bunda enquanto faziam sexo. Também não podia gravar cenas para outras produtoras devido ao contrato de exclusividade. Em 2006, o tal contrato expirou, ela decidiu fazer uma cirurgia para ficar com os peitos ainda maiores, e voltou "trabalhando" com diversas produtoras.

Morte[editar]

Em 9 de novembro de 2017, o mundo da punheta foi surpreendido com a triste notícia da morte de Shyla Stylez. Foi encontrada morta na cama, aparentemente durante a noite ela virou-se de bruços enquanto dormia e foi sufocada pelos próprios peitos. Aos 35 anos de idade, infelizmente ninguém vai poder vê-la como milf para novos fetiches. Quanto à necrofilia, isso é coisa de deep web e não foi possível filmar-se um filme do gênero, mas o mesmo provavelmente existe.