Sinhôzinho Leôncio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bambu.png Sinhôzinho Leôncio é boca suja!

Sem vergonhamm! SEM VERGONHAMM!!

Bambusilvio.JPG

Cquote1.png Você quis dizer: Sinhozinho Malta? Cquote2.png
Google sobre Sinhôzinho Leôncio

Don Leôncio, no auge do seu poder.

Don Sinhôzinho Leôncio Almeida (Oslo, 25 de Setembro de 1936 - Cuiabá, 17 de Novembro de 2002) foi uma espécie de Bia Falcão do arraial. Traficante perigoso, chicoteia, estupra (mas não mata) e humilha aquele escravo ou escrava que fizer merda nas suas grandes plantações de erva.

Vida[editar]

Começou a mexer nos negócios do seu pai, Elias Maluco, ainda jovem, com 16 anos. Passou uma temporada em Hogwarts aprendendo técnicas de plantar maconha, fazer ecstasy, entre outras drogas.

Quando completou 22 anos, arrendou um terreno onde começaria um dos maiores impérios narcotráficos do mundo. Com apenas uma enxada e algumas mudas de maconha, Sinhôzinho Leôncio começou lá de baixo na carreira de traficante.

A expansão do império narcotráfico[editar]

Quando completou 30 anos de idade, Leôncio já tinha 1000 hectares de maconha nos estados de São Paulo e de Minas Gerais e duas fábricas de Ecstasy. O grande salto veio com a chegada de Aécio Never no poder do estado mineiro.

Mesmo sendo adepto ao Cheiramento de Gatinhos, Aécio valorizou o narcotráfico pelo estado e Leôncio foi o mais beneficiado pela medida do governador. Nessa época, seus patrimônios juntos somavam mais de R$5.000.000.000.

Don Leôncio faz alianças[editar]

Don Leôncio: aos 40 anos já conquistava parte no tráfico mundial

O apoio de Aécio Never foi só o começo. Com a ajuda de políticos ( com um bom dinheiro também ), Leôncio se tornou o maior traficante da América Latina, com apoio de Fernandinho Beira-Mar, Marcola e de Chaves. Tem controle total de áreas na Colômbia e de parte do Rio de Janeiro, onde continua uma luta para conseguir o destaque Latino-Americano.

As duas mulheres, Isaura e Rosa[editar]

  • Isaura Almeida da Conceição Silva, conhecida mundialmente como Escrava Isaura, é a mulher do grande Don Sinhôzinho Leôncio, era uma das escravas do grande Don. Leôncio gostava dela, então queria fazê-la sua muulher. Apesar de resistir bravamente, Isaura cedeu aos encantos do grande Don, que a transformou numa rainha.


  • Rosalinda Thalia Shakira Latina, alter-ego de Patrícia França, foi a segunda mulher de Don Leôncio. A Isaura aceitou numa boa a Bugamia proposta pelo Don, e argumentou que uma mulher para ele era pouco. Por isso, sempre rolam grandes surubas entre os três na mansão do grande Don.

Curiosidades[editar]

Don Leôncio trepando com Rosa no depósito de maconha

Resumo da carreira de Don Sinhôzinho Leôncio[editar]

  • 50000 Hectares de Maconha
  • 14 Fábricas de Ecstasy
  • 7 Fábricas de proudução de LSD
  • 1500 Hectares de Cogumelos Alucinógenos
  • 3 mil escravos á seu serviço
  • 2 mil traficantes e capangas espalhados pelo Brasil
  • Somando tudo, ele tem um patrimônio de R$500.000.000.000
MainardiInv.JPG Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.