Sistema nervoso

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Ei, não fica nervoso não! Cquote2.png
Sistema respiratório sobre Sistema nervoso
Cquote1.png É o nervosinho da turma... Cquote2.png
Corpo humano sobre o sistema nervoso
Cquote1.png Não fica nervoso. Calminha! Calminha! Cquote2.png
Chaves tentando acalmar os nervos

Neuronioconection.jpg

O Sistema Nervoso, ou Sistema Sensorial, é um conjunto de órgãos, células e mais umas paradas aí que comandam todo os outros sistemas e órgãos do corpo, não somente das espécies humanas, como também de todos os seres vivos (presente a partir dos celenterados, no Reino Animal! Não sabe o que é celenterado? Joga no Google! Vá estudar!), sendo que somente será especificado aqui a dos vertebrados. Também é o responsável por toda a sensação prazerosa, dolorosa, friolenta, calorenta e mais umas outras que sentimos de vez em quando.

Física, Matemática, Química. Isso sim deve deixar um Sistema Nervoso

É como se fosse o patrão ou o gerente de uma grande empresa: Vive nervosinho, comanda mal os outros e se der pane no sistema, a culpa nunca é dele, e sim de seus empregados. Porém, se este aqui não comparece na empresa ou não funcionar mais, a empresa (ou no caso, o corpo humano) vai para a merda. Esse sistema é constituído por milhares de células nervosas e uns órgãos nervosos que desempenham alguma função. É dividido em 2 partes: Central e Periférico, sendo que todas elas possuem "trabalhadores" em comum, responsáveis pelo repasse de informação de um local para o outro do corpo, os neurônios.

Neurônio: A unidade básica[editar]

Típico neurônio. O cabeção, em cima, é o Corpo Celular, os cabelinhos ao redor são os Dentritos e o resto, em baixo, com as perninhas é o Axônio

O Neurônio é a unidade básica do sistema nervoso, são as células responsáveis em fazer a condução das ordens de um lugar para o outro do corpo. Especula-se que haja mais de oito mil (ixi! muito mais, segundo o IBGE!) de neurônios dentro de sua cachola, apesar de que muitas pessoas aparentam não tem nenhum se quer para contar história. Sua maioria pode ser encontrada na cabeça, mas realmente encontram-se espalhadas por todo o corpo. É dividida em três estruturas simples igualmente a um pênis que se divide em cabeça, corpo e bolas: Corpo celular, detritos Dentritos e Axônio.

O Corpo celular é a parte mais passiva do neurônio, ou seja, só recebe estímulos. É onde fica alojada o núcleo celular, o citoplasma e todas aquelas organelas estranhas que habitam uma célula. É de lá que saem as ordens para que seja enviada um estímulo nervoso para outros neurônios presentes no corpo até se chegar no seu objetivo final, sendo que essa viagem ocorre mais rápido que um golpe de um Cavaleiro de Ouro que é na Velocidade da Luz.

Os detritos detritos, são as áreas que ficam próximas ao núcleo da célula nervosa, cercando-a. Efetuando-se uma comparação, seriam os cabelos do neurônio, pois os estímulos não são realmente dados no núcleo em sí, mas sim nos Dentritos que repassam para o núcleo. É ele que capta os impulsos nervosos provenientes de outra célula e repassa para o núcleo (um fofoqueiro, em suma, pois só capta a notícia e repassa, sendo ela importante o não). Quanto maior for as suas prolongações, maior as chances de obter fofocas informações de todas as partes corporais possíveis, e também mais chances de pegar algo que não preste também.

O Axônio é a estrutura final do neurônio, responsável por repassar a informação proveniente do núcleo celular (recebido de seu respectivo dentrito) para outra celular nervosa (enviando para o respectivo dentrito do outro neurônio). Ela possui, em seu finalzinho, uma estrutura chamada de Telodendro, que é o local que realmente se conecta com outro neurônio (pelo dentrito dele) e repassa a informação.

Sinapse Celular e Condução do Impulso Nervoso[editar]

Neurônios em realização "Sináptica"

Sinapse é essa ligação realizada entre um neurônio e outro afim de repassar a informação que tratamos acima, a esse repasse de informação dar-se-á o nome de Condução do Impulso Nervoso, que ocorre no sentido "Dentritos" -> "Axônio". Assim, ela tem seu início a partir do momento em que o neurônio, sem muito o que fazer dentro da sua cabeça (o que é totalmente compreensivo da parte dele, afinal ficar na sua cabeça deve ser um verdadeiro saco), resolve fofocar conversar com uma outra célula qualquer (geralmente outro neurônio, se não um órgão qualquer), em suma, bater punheta um pequeno papo.

Para isso, ela envia um estímulo recebido de seus Dentritos para o seu centro (o Corpo celular), que percorre todo o Axônio, chega aos Telodendros do Axônio e são repassados para os Dentritos da célula subsequente, que é a célula com quem ele quer manter contato (ou não). Se não for essa a célula que ela quer conversar, essa célula que recebeu a informação pelos Dentritos, repassam para o Corpo celular, jogam para o Axônio e enviam para outra célula que pode, ou não, ser a célula final do papo (típicamente como aquela brincadeira de telefone sem fio) e assim substantivamente. Compreendeu? Mas ô burro É simples, basta seguir o esquema no quadro abaixo.

Condução: Dentritos (1) -> Corpo Celular (1) -> Axônio (1) ---> Dentritos (2) e por aí vai...

OBS: Os Telodendros do Axônio de um neurônio não se conectam diretamente com os Dentritos de outro (ou seja, não efetuam contato físico direto!), eles repassam informações a vácuo, através de pequenas SMS, conhecidas como neurotrasmissores, são elas que viajam de um neurônio para o outro na realidade, repassando o notícia de algo celular.

As mais famosas moléculas neurotasmissoras presentes na sinapse química são:

  • acetilcolina (ACh) - relacionada às contrações musculares;
  • dopamina - tem efeito excitatório e é precursora da adrenalina e noradrenalina - além de ser usada por drogados.
  • noradrenalina - age no centro de prazer do cérebro e tem ação de excitação física e mental. Por causa dela que muitos loucos se jogam de montanhas pendurados em cordas.
  • serotonina - tem forte efeito no humor, aprendizado... (inteligentes são felizes?).
  • glutamato - principal aminoácido (animo-o-que?) com efeito excitatório.
  • GABA - principal aminoácido com efeito inibitório.
  • endorfina - é um opiáceo (age na dor) e alivia o stress. Está presente na heroína, fazendo com que os viciados deixem de ir ao psiquiatra e procurem a solução na Crackolândia.
Esse entende de Impulso Nervoso e Sinapse MSN, aprenda com ele!

Parte 1: Sistema Nervoso Central, o Mandão[editar]

Um esquema simples sobre SNC, agora, se você não sabe onde eles se localizam no seu corpo, se mata aprenda! P.S.: Ignorem o "cérebro" na figura e coloquem "encéfalo".

Começando pela divisão do Sistema Nervoso, você já aprendeu que ele se divide em Central e favelado Periférico. O SNC (Sistema Nervoso Central, se você, noob, não entender a sigla) é composto pelo Encéfalo, que tem o cérebro como orgão mais famoso, e a Medula Espinhal (pelo amor de Jesus Negão, não vá pensar que Medula Espinhal e Coluna Vertebral é a mesma coisa!)

O Encéfalo é tudo aquilo guardado dentro da sua cabeça, protegida por essa coisa dura que se chama crânio (não pense que o encéfalo é somente o seu cérebro, ele é só uma das partes dele). É onde mais se encontram dessas criaturinhas conhecidas como neurônios, citadas acima. Faz ligação com outros orgão, principalmente os dos sentidos: visão, audição, olfato, paladar, cosmo e equilíbrio, promovendo a realização das suas funções. O do homem é o mais desenvolvido (diz-se, ainda não é nada confirmado) e o da mulher é mais desenvolvido, se comparado com o de uma mulher loira. Apesar de poder ter sua função ignorada (já que muitos outros seres conseguem sobreviver, e muito bem, sem um encéfalo organizado como o nosso) as funções mais complexas do corpo são executadas com o pleno auxílio e ordem dele, como, principalmente, PENSAR.

A Medula Espinhal é o prolongamento do Encéfalo (só para se ter uma ideia de como ele é grande). É todo o resto que não coube mais na cabeça e desceu para o resto do corpo. Ela é protegida pela Coluna Vertebral, ficando alojada dentro dela. Tem um poder enorme sobre os membros abaixo do pescoço, tanto que se ela for fudida machucada, quebrada, arrancada de alguma forma, diga adeus aos seus movimentos de pernas e braços. Foi essa parte que foi danificada pela lutadora do filme Menina de Ouro, quando ela torceu o pescoço na cadeira, e onde as garras do Dr. Octopus resolveram se alojar e controlar o médico no filme Homem Aranha 2.

Parte 2: Sistema Nervoso Periférico, bom Operário[editar]

O Sistema Nervoso Periférico, em uma pintura pré-histórica de Versalius, simples assim!

O Sistema Nervoso Periférico, ou SNP, é o maior e o mais chato complexo de se falar, por contar algumas subdivisões em sua estrutura. Diferentemente do SNC, ele é meio ignorado no corpo e não possui nenhuma proteção contra choques (sendo que o encéfalo tem o crânio e a medula espinhal tem a coluna vertebral), ou seja, é o verdadeiro trabalhador sem direitos, mas é graças a eles que o SNC pode se comunicar com todos os órgãos do corpo. Ele pode ser dividido em Somático e Subtrático Autônomo.

Sistema Nervoso Somático[editar]

O Sistema Nervoso Somático é composto de vários neurônios, que contribuem na recebimento de estímulos externos, e suas interpretações pelo encéfalo, e movimentação de órgãos do corpo de uma forma voluntária (agradeça a ele se você consegue andar e dar um "tchau", pelo menos). Ou seja, você controla esse sistema através da sua cabeça e da sua vontade (se é que você consegue, caso não esteja paralítico), como andar, mexer o braço ficar excitado numa punheta e por aí vai.

Sistema Nervoso Autônomo[editar]

Tendo em vista o corpo humano como uma cidade e alguns órgãos como empresa, esse sistema aqui seria a parte dos vendedores autônomos, vulgo camelô. Você não os controla, ELE controla VOCÊ. É por ordens dele que seu coração bate, seu pulmão infla e desinfla na respiração, seu estômago digere o alimento, você fica excitado quando ver uma foto de mulher gostosa, se arrepia no frio e transpira no calor, baba para comer alguma coisa, etc.

Apesar de ser considerado "autônomo", funciona como os camelôs propriamente ditos: Um setor mais "central" e com poderes comandam os pobres trabalhadores aqui. Aqui é comandado pelo hipopótamo hipotálamo. Eles comandam mercadorias órgãos que precisam de pelo menos uns 80% de sua ação. Dentro dele também ocorre uma subdivisão (mais uma? ô saco!): o Sistema Nervoso Autônomo Simpático (que faz tudo com muito prazer), o Sistema Nervoso Autônomo Antipático Parassimpático (que desfaz tudo com muito prazer) e o Sistema Nervoso Autônomo Entérico (que é excluído de tudo).

Sistema Nervoso Autônomo Simpático e Antipático Parassimpático: A dupla dinâmica[editar]

Esses dois Sistemas, trabalham em conjunto, porém, realizando trabalhos totalmente opostos. Enquanto o Sistema Nervoso Autônomo Simpático faz TUDO crescer, se acelerar, subir; o Sistema Nervoso Autônomo Parassimpático corta todo o barato do seu irmão oposto. Se o primeiro decidir que, por algum motivo, há necessidade de correr, é descarregado adrenalina na corrente sanguínea do indivíduo, seu batimento cardíaco aumenta e ele corre para caralho. Quando ele resolve parar e descançar, o segundo atua como um atenuador aos exercícios do primeiro, diminuindo a presença de adrenalina no corpo, a diminuição do batimento cardíaco e a retomada do fôlego (simples assim!), é graças ao segundo que você dorme tanto o santo dia, sem que o seu coração fique acelerado e somente gaste energia à toa. Abaixo, segue algumas funções desses trabalhadores sistemas nervosos:

mercadoria Órgão ou função Simpático Parassimpático
Arteríolas, vasos e afins Vasocontrição Vasodilatação
Batimento do coração Aumenta ...em muito! Diminúi
Pressão sanguinea Parece uma panela de pressão Abaixa
Potência cardíaca Fica mais potente Emboiola ainda mais o indivíduo
Metabolismo basal Aumenta Diminúi
DVD virgem Na minha mão sai mais barato Se não quiser, não compra
Atividade mental Aumenta a vontade de ver pornografia Diminúi
Brônquios Dilata Contrái
Pupila Dilata seu tamanho em 7 vezes no escuro Contrai
Glicose no sangue Aumenta Não vendemos essa mercadoria
Glicogenólise Aumenta. E com desconto Hein?? Não temos.
CD do Créu Leva grátis um do Furacão 2000 e um poster da melancia pelada De quem??
Glândulas sudorípara Com um calor desses, até elefante na bunda sua Necas
Coronárias Vasodilatação Vasocontrição
Camisa de seu time favorito Leve duas pelo preço de uma e meia Seu time vai ser zoado
Peristaltismo Diminúi Aumenta
Secreção intestinal Diminúi o nível de merda Fica todo cagado...
Glândulas salivares Te indico meu amigo Aumenta o preço
Orgasmo, ejaculação e vontade de fazer sexo Ereção do nosso amigão
Orgasmo O clitóris fica duro e o ponto G é achado
Bexiga urinária Relaxa a musculatura e contrai o esfíncter da ureta O reverso daqui ao lado

O Sistema Nervoso Autônomo Entérico: O Excuído Social[editar]

O Sistema Nervoso Autônomo Entérico seria o Patinho Feio da vida, pois não trabalha em conjunto com os seus outros irmãos do Sistema Nervoso Autônomo. Levando uma vida mais pacata, ele cuida das partes gastrointestinais do corpo, tendo uma rede de neurônios sob o seu comando que realizam variadas funções no sistema digestivo mas, mesmo assim, é menos conhecido que seus irmãos.

Curiosidade: Arco Reflexo[editar]

Uma menina noob, mostrando a função de um Arco Reflexo (agora ela aprende).

O corpo humano é cheio de coisinhas estranhas mesmo e uma dessas é o Arco Reflexo. Se trata de uma resposta (consciente ou inconsciente, sendo a sua maioria inconsciente, e os exemplos sobre arco reflexo também o são) que o nosso corpo traduz para determinada situação necessária, visando a proteção de nosso organismo. Isso se dá de uma forma mil vezes mais rápida que o normal, sendo que a resposta aparece antes mesmo de se ser enviada uma mensagem de alerta para o cérebro. Esses atos reflexos são comandadas (no caso dos inconcientementes execultados) pela massa cinzenta, localizada na Medula Espinhal, sendo que o cérebro nem se toca disso, no caso dos conscientemente praticados, são realizados pela massa cinzenta do cérebro. Exemplos desses arcos:

  • Lembra do martelo no joelho, esse é um clássico? Quando se dá uma martelada no joelho a perna tende a levantar involutariamente (caso não quebre com a martelada), isso ocorre de uma forma que, mesmo que você não queira, acaba acontecendo, ou seja, é involuntária.
  • Você já tentou espirrar de olhos abertos? Nunca você irá conseguir, pelo fato de o corpo interpretar que, alguma coisa do seu nariz ou da sua boca, pode acabar indo parar nos seus olhos, por isso ela obrigatoriamente se fecham, da mesma forma que se fecham no momento em que você vai levar uma bela duma porrada na cara.
  • Tirar a mão de perto de uma panela quente, após você pegar nela, também é um ato idiota advindo do arco reflexo, ou você continua pegando no cabo de uma panela de aço, mesmo que esteja gritando de dor?
v d e h
Sistemas do Corpo Humano

Sistema circulatório | Sistema digestivo | Sistema endócrino | Sistema esquelético | Sistema excretor | Sistema imunológico | Sistema sensorial | Sistema tegumentar | Sistema linfático | Sistema muscular | Sistema nervoso | Sistema reprodutor | Sistema respiratório | Sistema urinário