Skate de dedo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
nada!
Atenção!

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 90!

Provavelmente ele se refere a coisas daquela época, tais como Super Nintendo, É o Tchan e Power Rangers. Se você NÃO teve infância naquela época, com certeza você está no MSN Skype neste instante.
Com certeza é a única forma de você "andar" de skate sem capacete, caneleira, ombreira e sem sua mãe gritando "menino, cuidado com os carros!"

Skate de dedo (também chamado de Techdeck, por causa da marca que produz em massa essa porcaria, ou de fingerboard por motivos óbvios) é um skatinho pequeno, cujo único objetivo é fazer você quebrar o dedo tentando dar um ollie (ou flip, dependendo do seu gosto para palavras).

[editar] O que é um skate de dedo?

Esse treco, apesar de ter sido inventado nos anos 60 por alguém que era dono de uma lojinha de skate e gostava de dar brindes inúteis para sua clientela, só veio a ganhar popularidade nos anos 90, quando a Techdeck começou a produzir em massa um tipo de skate de dedo que não te forçasse a amputar sua mão inteira quando você tentasse fazer manobras com ele (como insistentemente citado nesse artigo, a única coisa que você quebra agora é o seu dedo, a não ser que você seja muito burro).

[editar] Utilidade dessa porcaria

Se você é fã de skate de dedo, você claramente gosta de se foder fazendo ollies, levar seu skate de dedo pra escola, o que te faz parecer mais noob do que você já é e tentar andar no tanque de casa, irritando toda a sua família que não aguenta mais ver as marcas do seu fingerboard sujo de terra, areia, tinta e poeira das outras superfícies nas quais você tentou mostrar suas manobras "radicais".

Além disso, você gasta 30 reais pra comprar uma rampinha de madeira de qualidade (seria muito mais fácil fazer com papelão e um canetão Sharpie ou Pilot). Porém, o pior lado é que o truck do skate bambeia e você não consegue enfiar a ferramentinha que vem e você tem que conviver com o skate bambo e pior de andar. Sem falar que estamos dando uma de Felipe Neto escrevendo só o lado ruim das coisas, mas foda-se, estou aqui para falar dessas porcarias, que deixam você puto com seus colegas que não sabem andar e deixam cair no chão, bambeando ainda mais os trucks de metal moído.

Uma coisa que deixa todo mundo puto é que existem campeonatos pequenos (para combinar com o tamanho do skate) os quais premiam guitarristas, baixistas ou pianistas ou punheteiros com dedos habilidosos, cansados de tocar, e que ganham uns mil contos por campeonatinho.

Nikos Ese artigo é um esboço.
Se vozê aumentar ele, Patronzinho vai ficar feliz.
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas