Sock puppet

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Sock puppets)
Ir para: navegação, pesquisa
Estou aqui...
PROCURADO:

O mais destrutivo Sock Puppet da Desciclopédia é Jhow-Jhow!

Se você o vir por aí, mate-o!



As cabeças por trás dos sockpuppets. Uiiii!!!!!!!!!!!
Usuário após ter criado um novo sock.

Cquote1.svg Você quis dizer: Master of Puppets Cquote1.svg
Google sobre Sock puppet
Cquote1.svg Você quis dizer: Sucker Puppet Cquote1.svg
Google sobre Sock puppet
Cquote1.svg Você quis dizer: Marionete Cquote1.svg
Google sobre Sock puppet
Cquote1.svg Você quis dizer: Fantoche Cquote1.svg
Google sobre Sock puppet
Cquote1.png Experimente também: Tomar um Gardenal Cquote2.png
Sugestão do Google para Sock puppet
Cquote1.svg Isto non ecziste Cquote2.svg
Padre Quevedo sobre Sock Puppet
Cquote1.svg Na União Soviética, o Sock Puppet manda e grita em VOCÊ!! Cquote2.svg
Reversal Russa sobre a vontade própria do Sock Puppet
Cquote1.svg Caramba! Quanto desperdício de Preservativo! Cquote2.svg
Africano exibido querendo dizer algo.
Cquote1.svg Eu tenho medo Cquote2.svg
Regina Duarte sobre Sock Puppet
Cquote1.svg Queima herege!!! Cquote2.svg
Tomás de Torquemada sobre caça aos socks
Cquote1.svg Procuro por uma meia para votar a meu favor na Wikipédia. Cquote2.svg
Mercado Livre
Cquote1.svg Sock bom é o que vota a meu favor! Cquote2.svg
Wikipedista pragmático
Cquote1.svg Sock bom é sock morto! Cquote2.svg
Moderador malvado da Wikipédia

Sock puppet, também conhecido por fantoche, boneco de meia ou fake, é uma espécie de editor pirata de enciclopédias virtuais, que nada mais é que um clone de outro editor. Na Wikipédia, Sock Puppets são caçados impiedosamente, numa espécie de Inquisição Espanhola digital. Já na democrática Desciclopédia, eles são respeitados e valorizados como contribuidores importantes,(ou não) podendo até chegar a ocupar cargos eletivos, como o de administrador.

Terrível sock, enfurecido, ameaçando a ordem na civilização.
Chefe de Estado usando Sock Puppets nas reuniões da ONU.

Há Sock Puppets muito mal-feitos, pois pretendem convencer os outros que são um milhão de pessoas ao mesmo tempo, com a mesma opinião, forma de falar e escrever, assuntos, RG, CPF, DNA, e até mesmo o espírito. A estes recomendamos um ótimo Gardenal e um bom passar bem (ou seja, cerveja... quer dizer, BANIMENTO!!!)

No entanto, há Sock Puppets também muito bem construídos, cujos operadores são verdadeiros mestres do disfarce, pois muitas vezes chegam a discutir consigo mesmo, e inclusive entram para programas de tutoriais para simular serem noobs novatos e assim enganar alguns veteranos trouxas mais facilmente.

Lampião foi um dos grandes Sock Puppets da história, até ser abatido por Maurício de Nassau.[1]

Histórico[editar]

O maior sockeador conhecido da história mundial é Fernando Pessoa, que possuía diversas inscrições diferentes na Academia Portuguesa de Letras. Fernando, em sua vida "Pessoal" ajudava velhinhos, comprava doces pras crianças, era vegetariano, bebia apenas socialmente, não traía sua mulher... Portanto Fernando era uma boa Pessoa!

No entanto, na época a APL era dominada por um pensamento medieval onde livros de escritores novatos eram colocados em votação em praça pública, e caso fossem considerados ruins pela maioria, eles eram queimados. Esta posição da comunidade acadêmica portuguesa à época era resultante do cruzamento dos pensamentos de fabianistas conservadores, matemáticos algébricos hindus, alquimistas lusos, franceses da cidade de Nice, além de leve inspiração nas ideias do soviético Béria. Até mesmo a obra de Darwin chegou a ser banida da literatura lusófona certa vez [2]

Diante desta situação de obscurantismo intelectual, o ativista Pessoa (de carne e osso) passou a votar também com as contas Álvaro de Campos, Ricardo Reis e Alberto Caeiro, salvando assim milhares de obras – hoje chamadas clássicas – da destruição.

Já no Brasil, Chico Anysio detém a marca impressionante de mais de 200 Sock Puppets em seu currículo. Conseguiu se firmar nas votações que decidiam sua permanência na Rede Globo com contas como “Professor Raimundo”, “Bento Carneiro”, “Pantaleão”, “Alberto Roberto”, “Coalhada”, “Tim Tones”, “Popó”, “Bozó” e até representantes do sexo feminino: “Neide Taubaté” e “Salomé de Passo Fundo” – usada para pedir votos de um certo “João Batista”.

Está aqui a prova cabal (ou não) de que os Sock Puppets não existem

Wikipedia[editar]

Débora Batista Correa, loira, bunduda, siliconada e Sock Puppet do Sock Puppet.[3] Enfrentando a panelinha da Wikipédia.

Apesar do modo preconceituoso com que são vistos na comunidade wikipédica, os Socks na verdade nada mais são que descendentes dos amigos imaginários que as pessoas têm na infância, e que passam a ganhar vida com as facilidades do mundo virtual, com a única finalidade de tornar mais participativas e dinâmicas as discussões e votações nas comunidades virtuais.

Claro que a existência dos socks é facilitada pelas políticas ingênuas da Wikipédia, que permitem a ditadura da maioria e por isso mesmo incentivam as votações, de modo que quanto maior a famiglia, mais poder se adquire na comunidade. Daí a necessidade de alguns de criarem amigos para si próprios e assim aumentarem as fileiras de seus exércitos, salvando seus artigos preferidos da fúria delecionista dos moderador malvados.

Um Sock Puppet Bonzinho. Ou não...

Ainda segundo os moderadores malvados, só existe um motivo realmente aceitável pra um Sock Puppet: Ser um Sock Puppet. Outros, como não mostrar a ninguém da família a sua opinião sobre um assunto ou coisa do gênero é tudo balela. Afinal, todo mundo já sabe o tipo de gente que edita por lá.

Político recebe apoio do eleitorado sock.

Socks famosos[editar]

Bill Gates dando uma de tio de festa de aniversário de criança de 5 anos.
Estes são alguns Sock Puppets de pessoas famosas!

Por fim...[editar]

Se você achava que essa página ia ter algo sobre os Muppets, se ferrou, trouxa!!! MWAHAHAHAHAHA!


Referências

Ligações externas[editar]

Latino.png Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
A casa dessa pessoa vive quebrada e pichada.

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.