Sonic X-Treme

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Megaman-nes megaman run.gif
Sonic X-Treme é da época da Velha Guarda dos Games

certamente tem gráficos horríveis e uma dificuldade alta pra cacete

Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Sonic X-Treme.
Sonic X-Treme
Xtreme.gif

Abertura do jogo (se existisse...)

Informações
Desenvolvedor Cega
Publicador Tec Toy
Ano 199?
Gênero Correr pra Caralho Plataforma
Plataformas Sega em Saturno
Avaliação 0%
Idade para jogar Livre

Cquote1.png Você quis dizer: Sonic 3D Blast bem mais realista? Cquote2.png
Google sobre Sonic X-Treme
Cquote1.png Ei, cade o jogo? Cquote2.png
Fã do Sonic sobre Sonic X-Treme não sair para as vendas.
Cquote1.png Puxa, logo que eu faria o meu primeiro jogo hentai nessa plataforma eles cancelaram tudo! Cquote2.png
Tiara Boobowski sobre seu primeiro jogo que nunca conseguiu entrar.
Cquote1.png A única coisa que daria certo seriam as cenas hentai da Tiara com o Sonic. Cquote2.png
Sega sobre Sonic X-Treme.

SXT-Dashrun2.gif Sonic X-Treme é (ou na verdade seria) o primeiro jogo em 32-bits color na série Sonic. Também seria o primeiro jogo da série a mesclar jogabilidade 2.5D, já que misturava bonecos poligonais mal-modelados em 3D em cenários que transitavam entre bidimensional e tridimensional, isso tudo enquanto era possível passear em cenário que quebravam completamente todas as leis da física (pra quem achava que Sonic 4: Episódio 1 foi o primeiro jogo a fazer isso). Porém do nada foi cancelado, para a decepção dos fãs.

(Des)Origem[editar]

O louco mundo de Sonic X-Treme.
Tá na hora do cacete rolar!!

Tudo começou quando a Sega estava tentando ingressar no complicado e pixalico mundo dos 32 bits e precisava de alguma porqueira para se afirmar nessa joça. Por este motivo, iniciou a construção do que seria o primeiro jogo do Sonic completamente em 3D. O projeto foi realizado pela Cega off Americana no Cega Techninal Institute (STI para os menos iletrados), o qual era liderado por um nerd cabeção chamado fazia parte Chris Senn (possivel parente de Ayrton Senna e primo do Rogério Ceni). Chris Senna do Brasil foi um dos grandes idealizadores deste (des)projeto, o qual ele deu o nome de Sonic X-Treme feito para o novo console da Cega na época, o Cega em Saturno. Hoje em dia muito se fala desse jogo, mas muito do material que você vê na internet e nesse vídeos meia-boca do You Toba são todos fakes. Com isso uma série de boatos começaram a bombar no lixo da net, como dizer que o jogo era pra outro console de um planeta mais perto, que seria o Cega em Marte, ou até mesmo pra um protótipo do 32X. Finalmente em 1996, o jogo foi anunciado oficialmente na E3 em maio daquele ano para o Saturno e que pro Marte a galera da Sega tenha criado um jogo do desenho kodomo-hentai Sonic SatAM, que mais tarde foi cancelado bem como este aqui do qual você esta lendo o artigo.
Dai foi uma porrada de screps, vídeos e fotos pornôs do jogo pra tudo quanto era lado alem dos gamers hackers que ficavam de butuca no PC pra conseguir baixar o demo dessa porra. Pouco-a-pouco muitas revistas foram anunciando novidades a respeito desse game, desde de estágios até personagens novos, e quando a galera já estava pronta pra gritar É AGORA!,... A Sega, na maior cara de pau, simplesmente cancelou o projeto e não falou mais nada.

Cquote1.png Lote de filhos da puta!!! Cquote2.png
Seguista sobre Cancelamento do Sonic X-Treme

Ora, nada é cancelado ao acaso e de uma vez... ou não. Aconteceu que depois disso uma porrada de nerds começaram a fazer montins no prédio da Sega a fim de ter uma explicação a respeito dessa merda. No entanto a galera do Titio Yuji, pra evitar ter que trabalhar em lojinhas baratas da Microsoft (que na época não rendia porra nenhuma de grana) jogaram na imprensa uma série de mentiras deslavadas que deixavam qualquer blá-blá-blá dos políticos brasileiros no chinelo pra justificar o cancelamento do jogo. Com tudo perdido, só restou mesmo pra Chris Senna jogar em sites de quinta categoria os links dos joguinho e fazer propaganda enganosa de que tudo poderia ter uma reviravolta... talvez tenha, no ano 8935.

Sobre o jogo[editar]

Note(m) como são horríveis belos os gráficos e o cenário do jogo.

O jogo em si, assim como tantos outros lixos criados pela Sega, não era lá muita coisa, mas era desenvolvido em 3D, o que quer dizer que você não corre mais em linha reta e sem pra qualquer lugar que te der na cabeça, e mesmo com tanta propaganda dessa bosta, várias das imagens divulgadas, estão muito abaixo da capacidade do Saturno, o que deixou os gamers muito putos da vida. Ainda se tem hoje aqueles retardados que dizem que o jogo tá mais pra uma suruba de Sonic Adventure + Sonic World + nada famosos fan game do azulão: o Sonic Robo Blast 2. No que se diz a análise técnica, o jogo aliaria a tecnologia do Saturn junto com outros lixos de tecnologias daquele tempo fudido. Sonic ganharia novos ataques como atirar anéis e sair serrando seus inimigos no meio que nem ele faz em Adventures of Sonic, e uma jogabilidade lotada de bugs! Resumindo: seria uma porra só.

Assim seria o Metal Sonic caso essa joça conseguisse ver a luz do dia: praticamente uma mistura de Merdabots com Gurren Lagann!

Enredo[editar]

Esta seria sem dúvida uma das histórias mais confusas e sem pé nem cabeça do azulão Desse Bão Joginho Da Tec Toy desde que os nerds ainda tentam entender Sonic CD. O certo é que esse enredo teria novos personagens, uma mistura de conto de fábulas com game e que deixaria qualquer lenda urbana parecendo historinha pra criança. Foram criadas inicialmente 3 história para o joguete: "Sonic Twist", "Sonic Boom" e "Sonic Doom".

Sonic Twist[editar]

Nesse enredo, Sonic resolve fazer uma viagem com sua namorada Tiara para um local romântico só pra descabelar o boneco durante as férias de verão. No entanto, para chegar até o bendito local, Sonic tem que atravessar diversos obstáculos e inimigos. Com isso o tempo passa o tempo voa, e a Poupança Bamerindus continua numa boa... e Sonic acaba se atrasando para buscar a moça pra viagem (What? Sonic se atrasando? Como assim, produção?), o deixa Tiara muito fula da vida achando que ele não quer mais brincar de médico e assim que chega, Sonic, vendo que tinha feito besteira já que Tiara estava zangado com ele, decide coletar as sete Chaos Emeralds ao longo do caminho e transformá-los em um colar para dar á ela (só podia ser ideia de japá mesmo). O problema de Sonic começa mesmo quando Dr. Robotnik decide destruir as paisagens em seu caminho numa tentativa de parar o ouriço de conseguir as Esmeraldas e prendê-lo para sempre... (putz!)

Sonic após Tiara avisa-lo via MSG que estava sozinha em casa

Este enredo destaca Tiara como uma princesa, algo que mudou quando as histórias posteriores onde inseriram um professor pra ser seu meio-pai pedófilo, afim de não parecer um plágio da Sally Acorn. Com respeito ao pai de Tiara, ele foi mudado de "King Cyberooski" para "Professor Gazebo Boobowski", e assim a situação passou a ficar menos vergonhosa.

Sonic Boom[editar]

Uma história mais bizarra que a outra.

Já nessa história, Dr. Robotnik foi infectado pelo vírus da Perdição T-vírus do Resident Evil e está debulhando em uma desgraça mortal. A fim de obter os ingredientes necessários para a cura, ele decidiu infectar o Sonic com essa mesma praga e deixá-lo obrigá-lo a obter os tais ingredientes da cura para ele. Como isca, Robotnik sequestra Tiara, encadeando-a numa plataforma de madeira pendurado sobre uma cama de pregos a lá Jogos Mortais. Para a felicidade de Sonic, ele encontrou-a a tempo e salva a garota imediatamente.

Contudo, Tiara revelou que as cadeias foram atadas com o tal Vírus da Perdição. Agora fudeu única esperança do Sonic foi o pai da guria, o tal professor Gazebo, que vivia em um castelo em Misty Peak, e que, após saber do resgate de sua filha, resolve ajudar Sonic em sua aventura para encontrar os ingredientes secretos pra criação da cura.

Sonic Doom[editar]

Já sofrendo de falta de criatividade, fizeram uma história menos trash que a anterior (ou não) onde Robotnik rachou a Master Emerald na tentativa de explorar o seu poder. Como resultado, o Vírus da Perdição foi lançado no ar. Depois de não conseguir extrair uma cura do Professor Gazebo Boobowski, Robotnik sequestrado sua filha Tiara como vingança.

Sabendo que Sonic não pode resistir em salvar sua namorada do perigo, Robotnik, usado a gostosa como isca, manipula o poder da Master Emerald acima do limite em Tiara, contaminando-a com a tal peste da pomba-gira. Sonic salva a sua mina como um turbilhão, libertando-a, só que a essa altura do campeonato a coisa já tava mais que fudida. Tiara informa ao ouriço que ele havia contraído o tal vírus por ter trepado com ela sem camisinha. A única esperança de Sonic é levar a guria para ver o pai dela que pode descobrir como reverter toda essa melação de cueca.

Por fim, o enredo final[editar]

O Metal Sonic tomou vitamina pra dar uma crescidinha precoce...

Vendo que toda essa falcatrua só ficava cada vez mais sem pé e cabeça, Chris Senna resolveu dar um fim em toda essa suruba e fazer um enredo de responsa: Aqui tudo começa contando sobre um cientista nerd chamado Professor Gazebo e sua filha (ou sobrinha) Tiara que juntos são os guardiões dos seis Anéis Mágicos da Nova Ordem Mundial estabelecida pelos Illuminatis.

Esses anéis são responsáveis por manter a ordem no mundo (dãã!!), só que como já é de costume Robotnik aparece em meio a esse "triangulo amoroso" e consegue roubar os tais anéis. Por causa disso, Gazebo pede ajuda ao Sonic para recuperá-los; só que Sonic por falta de costume por se aventurar em cenários 3D como qualquer vagabundo recusa de início, mas logo mudou de ideia quando Tiara apareceu com seus enormes seios para convencê-lo.

Depois de um movimento na cama com a guria, Sonic se sentiu cheio de energia e saiu estrada a fora, correndo feito o cão para recuperar esses anéis e voltar a tempo de traçar a mina novamente. Ao que parece nessa joça de game, esses anéis equivalem às esmeraldas do caos. Depois disso, seguisse o joguinho e suas fases, onde como sempre você sai correndo, pulando e matando todos os robôs noobs que aparecem em sua frente.

Sobre Tiara Booboswski[editar]

Esta é a Tiara dando uma volta no incrível gráfico em 3D, com os mesmos visuais em 2D, onde pelo menos, podemos ver melhor o buraco infinito por baixo.

Sabe-se (pelo menos segundo alguns nerds viciados em videogames) que a nova personagem, Tiara, poderia ser jogável, assim como Knuckles, Sonic e Tails, e enfrentar vários chefões do jogo, como Eggman, Metal Sonic e Nack (ou Fang). Vendo a falta que personagens femininas estavam fazendo no mundo de Sonic, obrigando os pobres furries a ficarem batendo punheta com revistas da Playboy e sendo taxados por alguns noobs que ficavam fazendo hentais yaois deles, a Sega resolveu criar mais uma fêmea para satisfazer as necessidades masculinas dos nossos heróis (quesito em que Amy havia falhado miseravelmente). De início, Tiara aparecia muito bem vestida que nem uma mocinha educada e virgem, mas vendo que esse tipo de ingrediente foi o que resultou na frustração conhecida como a coisa rosa, os designers da Sega resolveram apelar pra criação de uma personagem bem mais sexy e cheia de insinuações hentais a pouca vergonha nos videogames, seguindo o mesmo estilo de Mai Shiranui, Chun-li e Princesa Zelda. Se não fosse o cancelamento dessa porra, hoje teriamos uma das personagens femininas de Sonic que mais bombaria em sites como Rule 46 e passeatas Furries. Infelizmente ela foi proibida de aparecer em outros jogos devido o alto índice de apelo sexual que fazia, o que era na época uma tremenda blasfêmia para a Igreja Católica Pedófila Romana.

Screps e Mídias[editar]

Sonic pulando para o... infinito?

Na E3 têm foto de muitas fases e outras besteiras a mais do jogo. Conforme já dito, pouco antes do jogo ser cancelado, ele foi até anunciado em revistas, que já faziam a reserva desse troço. Em um dos milhões de recorte falsos sobre o jogo tirado de uma revista que sabe inventar fofocas melhor que Super Interessante, Veja e Caras juntas:

Cquote1.png O Sonic pode se mover para qualquer direção com a rotação da câmera (OMG!). O terrível Dr Robotnik criou um Ovo da Morte tão grande e cabeçudo quanto os últimos vistos em Sonic 2, CD, 3 & Knuckles, a ponto de sua gravidade puxar todos os 5 mundos vizinhos pra sua gravidade (Einstein explica isso com a teoria da relatividade). A missão de Sonic é salvar os Mips (?.. QUE PORRA É ESSA AGORA?) de cada mundo antes que possam ser fodidos destruídos.
Chris Senn sobre em uma desentrevista.

Motivos do cancelamento[editar]

Pelo visto, Fang também seguiu a receita de Metal Sonic!

Cquote1.png Chris Senn? Cquote2.png
Leitor aleatório sobre título da seção.
Cquote1.png Tantantantan Cquote2.png
Windows XP sobre Morte de Sonic X-Treme.

Os verdadeiros motivos que fizeram a Sega desistir de criar essa porrinha só foram publicados em 2006, quando Chris Senna do Brasil resolveu abrir o bocão e xingar toda a galera do tio Yuji PaNaka, revelando todo o projeto em sites de segurança máxima da internet. Pensando que se tratava de uma super vírus no sistema, os computeiros saíram deletando essa merda toda até só sobrarem os gifs e umas poucas imagens desse jogo. Uma das informações mais insignificantes é a que o jogo é muito fraco, tão fraco que perderia até uma briga pro Eddy da WWE. Até a droga do Mega Drive era capaz de ter feito algo melhor e mais decente.

No final das contas Chris Senninha levou um chute na bunda da Sega, que na época decidiu que era melhor salvar a reputação do azulão à lançar um game tão vagabundo e cheio de bugs com o X-Treme (o que só foi uma questão de tempo até a própria empresa fuder com a carreira de sua mascote).

Fases[editar]

Seriam estes os estágios onde Sonic iria sair correndo pra caralho e explodindo tudo o que surgisse no seu caminho (coisa que já fazia muito antes plagiando o que seria uma fusão de Bomberman com Mário):

  • Jade Gully - A típica fase na floresta que sempre tem que ser a primeira em qualquer jogo do Sonic;
  • Crystal Frost - Fase na neve cheia de bonecos de neve, duendes e bambis renas do Papai Noel;
  • Red Sand - Aquela fase localizada no fogo dos infernos, cheia de lava e com um calor insuportável;
  • Galaxy Fortress ou Death Egg - Típica fase na estúpida base do Eggman, lotada de engenhocas e robôs;
  • Metal Blade - Zono no meio dos Metaleiros, em pleno evento do Rock in Rio na noite do Metal;
  • Blue Ocean - Fase na cidade perdida de Atlântida, na ilustre companhia de Netuno e seus bichinhos;

Habilidades do Sonic[editar]

Uma das novas habilidades de Sonic: fazer um bug dele mesmo que corre pra um lado enquanto ele rola pro outro

No joguinho, alem das técnicas mais conhecida, o rato de gel poderia utilizar novos golpes foderosos que dariam inveja a qualquer mascote de game na época: Spin Bash - uma modificação do Spin Dash com mais estilo; Spin Slash - um ataque aéreo de 360 graus Célsius; Ring Throwing - um ataque em que o azulão pode lançar os anéis;

Demo e versão pra outras plataformas[editar]

A demo do jogo é o Acre depois do desmatamento.

Hoje em dia, qualquer idiota pode jogar essa porra no conforto de sua casa. Há poucos anos um fã adquiriu uma cópia do demo de Sonic X-treme e essa é a iso mais encontrada na internet para os pobres otários que querem jogar esse game pra ver se ele é mesmo um fracaço total (sinceramente, não temos dúvida). Possivelmente esse demo tenha sido a versão mais pré-histórica do protótipo do jogo.

A verdade é que essa demo só tá na net apenas para fazer pobres noobs trabalharem as três dimensões e as texturas do jogo, que como falamos mais de 8000 vezes, são um trabalho porco extremamente fraco para um videogame como o Sega em Saturno. Lá pro final de 2009, um outro nerd bundão descobriu uma versão para PC do jogo (para a alegria dos computeiros) e depois um outro boca de caçapa achou a versão pra 32X, o que até então não havia sido divulgado. Isso só serviu para a galera do mal lixar ainda mais a Sega e apoiar as ideias fascistas de Chris Senna!

Veja também[editar]