Sonysta

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Va-a-merda-porra-(Luiz-Carlos-Alborghetti).gif Este artigo pretende ser ofensivo!
Se não se sentiu ofendido, edite-o até se ofender.
E se você se sentiu ofendido, VÁ A MERDA, PORRA!!!


Chorao1.jpg Atenção Noob!

Este artigo pode falar mal de uma celebridade, algo famoso ou qualquer merda que você goste, então pare de chorar e fique na sua, pois sempre haverá um Sysop Malvado online para acabar com otários que fodem artigos!


Cosmo.jpg "Que burro! Dá zero pra ele!"

Este artigo é sobre algo ou alguém burro ou completamente imbecil.

E acredita na imparcialidade jornalística da Rede Globo.
Loituma.gif Este artigo é sobre algo ou alguém muito irritante e inferniza os outros por diversão. Se você vandalizar, ele será seu tormento pro resto da vida!
5centavosSolano Lopez.jpg Falsidade es el real

Este artigo é brasiguayo e é aliado aos chineses da 25 de março. Se quieres rolbar nuestra tierra, es mejor voltar a Foz do Iguazu, mas se quieres un produto, estaremos di purtas abiertas!


CUIDADO! pode ser contagioso demais olhar para um Sonysta.
No Wikipedia.png QUEBROU A CARA!

Os espertalhões da Wikipédia NÃO têm um artigo sobre: Sonysta.

Cquote1.png Você quis dizer: Seguidor de moda Cquote2.png
Google sobre Sonysta
Cquote1.png Você quis dizer: Paga pau da Sony! Cquote2.png
Google sobre Sonysta
Cquote1.png Experimente também: Viciado em God of War Cquote2.png
Sugestão do Google para Sonysta
Cquote1.png Isto ecxiste? Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Sonysta
Cquote1.png Pra mim, Kratos é viado Cquote2.png
Carinha do Pra mim Whatsapp é viado sobre Sonysta
Cquote1.png Na União Soviética, Sonystas jogam VOCÊ Cquote2.png
Reversal Russa sobre Sonysta
Cquote1.png Eles só jogam videogames da Sony Cquote2.png
Capitão Obvio sobre Sonysta
Cquote1.png Isso é a maior putaria! Cquote2.png
Alborghetti sobre Sonysta
Cquote1.png Se pudesse eu matava mil! Cquote2.png
Jeremias sobre Sonysta
Cquote1.png Nós copiamos o Rumble, o direcional analógico, roubamos a Square e a continuação de GoldenEye, roubamos a equipe de GoldenEye/Perfect Dark, copiamos o sensor de movimento e copiamos o Mii. Tudo o que a Nintendo faz, nós copiamos. Cquote2.png
Sony sobre Nintendo
Cquote1.png É mentira! É mentira! Caluniador! Mentiroso! Caluniador e mentiroso! Cquote2.png
Quércia sobre Nintendista
Cquote1.png Lançamos um vídeogame de CD-ROM e outro com jogatina online antes da Sony. Cquote2.png
Seguista sobre Sonysta
Cquote1.png Malandro! Safado! Mistificador! Cquote2.png
Quércia sobre Seguista
Cquote1.png Nossa! A minha empresa é muito melhor que a dele! Cquote2.png
Nintendista sobre Sonysta
Cquote1.png Zelda, Mario e Pokémon são jogos de criança. Kingdom Hearts sim é jogo adulto. Cquote2.png
Sonysta sobre Nintendista
Cquote1.png Sabia que tem Kingdom Hearts 3D para Nintendo 3DS? Cquote2.png
Nintendista sobre citação acima
Cquote1.png O PlayStation seria uma extensão do Super Nintendo. Cquote2.png
Nintendista sobre Sonysta
Cquote1.png Não tem plataforma?! Pior é a Sony que quase não tem franquia. Cquote2.png
Seguista sobre Sonysta
Cquote1.png Claro que temos, Metal Gear, Final Fantasy e Kingdom Hearts só jogo foda! Cquote2.png
Sonysta sobre citações acima
Cquote1.png Hii, qual é a desse Noob? Ele não conhece nem os jogos da sua própria empresa Cquote2.png
Caixista sobre rir de Sonysta
Cquote1.png Conheço sim Cquote2.png
Sonysta sobre citação assima
Cquote1.png Então quem foi o primeiro mascote da Sony? Cquote2.png
Caixista sobre Sonysta
Cquote1.png Essa é facil, Cloud Strife Cquote2.png
Sonysta sobre responder para Caixista
Cquote1.png Que burro! dá zero pra ele! Cquote2.png
Chaves sobre Sonysta dizer que é Cloud Strife
Cquote1.png Vamos tesouro! Não se Junte com essa gentalha! Cquote2.png
Dona Florinda sobre Sonysta
Cquote1.png O jogo tá travando na tela de loading! Cquote2.png
Sonysta sobre Camelô depois de comprar jogo pirata
Cquote1.png Lest of us>>>>>>>>>> Cquote2.png
Sonysta sobre Qualquer jogo

Os Sonystas são aqueles que seguem uma religião derivada do satanismo, pregada pela Sony, denominada Sonyismo. Entre as classificações de Gamer, esse estão entre os mais comuns.

Sobre eles...[editar]

Reação ao ler um comentário sonysta

A origem tem início no final dos anos 90 com o começo da moda do PlayStation. Como as revistas e sites de videogame da época eram totalmente parciais à favor do PlayStation e a maioria das pessoas não tinham dinheiro para comprar originais para outros videogames, nos camelôs da esquina bombavam jogos piratas de PlayStation por 5 reais, qualquer fudido um podia comprar. Os ratões de fliperama que mendigavam na rua todos os dias pedindo dinheiro para comprar ficha para jogar se aproveitaram que vários jogos que jogavam nos bares e botecos da esquina saíram para o PlayStation como King of Fighters começaram a ir nos camelôs comprar os jogos piratas. Foi assim que tudo começou.

Muitos eram Nintendistas antes do lançamento do primeiro PlayStation, mas ao duvidarem da própria masculinidade, tentaram disfarçar suas tendências homossexuais dizendo que jogam jogos "adultos" como Final Fantasy VII, Crash Bandicoot e King of Fighters no PlayStation e tornaram-se sonystas.

Outros eram fãs da Sega. Depois de tanto apanhar da Nintendo no passado e vê-la morrer com o Dreamcast, passaram a ser sonystas para continuar a "guerra santa" contra a Nintendo e continuarem sua eterna frustração pelo fato do Wii e do DS estarem batendo o PlayStation 3 e o PSP. Essa derivação de sonysta no entanto não sabe que a Sony foi mais responsável pela morte da Sega do que a Nintendo. O curioso é que ao virarem sonystas passaram a pelar o saco de vários jogos que tinham para consoles Nintendo como Final Fantasy, Castlevania, Megaman e Street Fighter.

Haviam também os sonystas alienados modistas que após sofrerem lavagem cerebral por causa do lobby das revistas e sites que recebiam altos trocados da Sony para defender o PlayStation e poderem justificar a pobreza comprar jogos piratas, passaram a ser sonystas. Como a Sony perdeu a liderança com o PlayStation 3, esse grupo, em sua maioria, passou pro lado da Micro$oft ou pelo mesmo critério, voltou a ser nintendista por causa da liderança do Wii.

Os Sonystas são muito anti-sociais por isso são muito confundidos com os Emos ja que possuem os mesmos sintomas. Costumam defender mortalmente a "teoria" da superioridade do PS3 sobre qualquer outro console. Já ocorreram atentados de homens com PS3 Grill bomba contra jogadores de Wii e de XBOX 360.

As formas de se sociabilizar entre os sonystas é criar panelas em fórums e comunidades gamísticas com o objetivo de trollar e flammear fãs de outros consoles, até mesmo jogadores de PlayStation menos fanáticos. Se um fórum tiver muitos sonystas, não ache estranho ter muitos trolls e flammers. O pior é quando o administrador e os moderadores forem sonystas, a bagunça fica generalizada.

Os sonystas estão em todo camelô da esquina e camelódromos. A tríplice fronteira é o principal ponto de atividade da máfia sonysta para a entrada de jogos vindo do Paraguai para todo o território brasileiro. O sonysmo é um estilo de vida, já que emprega (ou não) muitas pessoas nos camelôs.

Eles gostam de zuar e trollar tudo e a todos, mas quando são zuados, é melhor vc estar pronto para a porrada,Ou não já que a maioria são delicados.

A Teoria[editar]

Sonystas costumam não ser assim.
Eles odeiam muito esse jogo, acredite.

A teoria diz que o Sonysmo surgiu quando o presidente da Sony resolveu testar seu novo videogame bagulho e, sem querer, queimou a rosca, enquanto uma alma malígna entrou em sua mente possuindo seu corpo (ui). Utilizando o rádio a pilha universal videogame bagulho da empresa, veio a mensagem de que outros consoles deveriam ser destruídos e que os cristãos deveriam morrer.

Para atingir esse objetivo, chamaram Scarface, Don Corleone, Cidadão Kane e o Darth Vader para subornar a imprensa de games para se tornarem parciais à sua causa e as principais produtoras de games do mundo para dar suporte quase exclusivo para seu console e ignorar a concorrência. Graças à isso, Capcom, Konami, EA, Square, Namco, Tecmo e Enix deram apoio quase que exclusivo para o PlayStation na geração 32/62-bits e as principais revistas e sites de games botavam tudo relacionado ao PlayStation em maior destaque sobre qualquer videogame da Sega ou Nintendo.

Como o mercado antes era dominado pela Nintendo e a Sega, precisariam inventar justificativas para desmoralizar seus concorrentes. Então encarregaram Trótsky e Goebbels dessa tarefa.

Para atacar a Nintendo: tinha como público alvo as crianças e que jogos para um público mais adulto eram inapropriados para seus consoles. A ironia é que vários jogos que ajudaram a carregar o PlayStation foram jogos que já eram muito populares e consagrados em consoles Nintendo: Exemplos: Final Fantasy, Castlevania, Street Fighter, Breath of Fire e Megaman. Jogos direcionados para o mesmo público alvo que a Sony tanto criticou a Nintendo de se focar também foram vitais para seu sucesso: Crash Bandicoot, Klonoa e Spyro the Dragon que o digam. Apesar das alegações, o Nintendo 64 teve jogos com rating T e M que ficaram famosos como Turok, Perfect Dark, GoldenEye, Shadow Man, Doom, Duke Nukem, Nightmare Creatures, South Park, Conker, Quake e um dos principais sucessos do PlayStation, Resident Evil 2, e mesmo assim vários nintendistas foram influenciados pelo intenso lobby pró-Sony da mídia na época. Goebbels comprovou que sua teoria de que uma mentira dita várias vezes se torna verdade é verdadeira.

A Sega foi mais fácil. No Japão, à princípio, o Sega Saturn vencia o PlayStation por uma diferença de quase 1 milhão de aparelhos em 1995. Como a Sega nunca foi uma empresa muito rica, com a fortuna secreta dinheiro do tráfico da CIA à seu dispor, deram gordos subornos às produtoras de jogos, logo o Saturn caiu em esquecimento e abandonado pelas produtoras. Quando o Dreamcast veio, a Sony manteve a mesma estratégia, tanto que várias empresas deram suporte quase que inexistente para ele e a Sega, já endividada, não tinha condições de bancá-lo sozinha.

Graças à essas ações bem planejadas por essa trama demoníaca, originaram-se os sonystas, as mentes influenciadas por essa doutrina que até hoje infesta os fóruns, revistas, sites e lojas de games no mundo todo. George Orwell secretamente revelou que 1984 foi baseado nesses fatos envolvendo a Sony e seu plano de controle do mercado de games.

Com as produtoras e a toda a mídia nas mãos, se manter na liderança com o PlayStation 2 foi fácil.

Convencidos de que construiram uma Atlantis gamística, a Sony afundou na sua arrogância. Mesmo os mais fanáticos dos sonystas reclamaram do preço altíssimo de lançamento do George Foreman Grill enquanto seus concorrentes Microsoft e Nintendo tinham consoles bem mais baratos. Resultado: nem mesmo o intenso lobby pró-Sony foi suficiente para convencer os jogadores a gastarem 600 dólares no George Foreman Grill e o império romano dos videogames enfim desabou.

A meta da Sony e seus seguidores no momento é atacar constantemente o Xbox 360 e o Wii, usando as táticas ensinadas por Goebbels e espalhada por ex-agentes da KGB contratados para não deixaram fazer jogos para seu maior concorrente, o Wii, pois caso esse receba os mesmos jogos que o PS3 possui e vender mais, poderá ser a batalha de Stalingrado dos videogames.

Com a disseminação da modinha sonysta, as locadoras e fliperamas foram aos poucos desaparecendo já que era possível comprar jogos piratas ou até mesmo hackeados. O mercado brasileiro passou a ser dominado pela pirataria, inviabilizando o lançamento oficial dos videogames por aqui. Agradeça, em grande parte, aos sonystas por isso.

O propósito de vida de um Sonysta é jogar God of War III até a hora de dormir, ou nem dormir por jogá-lo. Enquanto um sonysta não está jogando God of War III ou dormindo, normalmente tem uma crise emocional e contrações intra-estomacais fortíssimas, o que o obriga a se isolar da turma e o deixa de mal humor a ponto de xingar qualquer outra forma de religião ou qualquer coisa que vá contra qualquer princípio de qualquer forma de Sonysmo.

Como, pelo visto, não se satisfazem com os videogames da Sony, dedicam boa parte do seu tempo para falar mal dos outros vídeogames. Por isso não estranhe um sonysta passar mais tempo falando mal do Wii ou do Xbox 360 do que jogando o PlayStation 3, é uma prática super comum dessa laia.

Não obteve sucesso por ser muito caro, somente pessoas dotadas de um poder aquisitivo maior e de uma inteligência inferior passaram a seguir e pregar essa derivação do satanismo.

Principais Argumentos de um Sonysta[editar]

A infelicidade de muitos Sonystas fãs de Metal Gear, Snake foi licenciado pela Cunami a participar do Super Smash Bros. Brawl como personagem jogavel.
Adolf Hitler é mais um exemplo de um Sonysta.
  • Atualmente dizem que "gráfico é tudo em um jogo" , sendo que nas duas gerações passadas, quando o copystation perdia em gráficos, isso não importava, era comum ouvir um sonysta falando "o que importa é a diversão"
  • Usam como justificava o preço alto dos jogos originais e que são pobres de espírito para comprar jogos piratas e sustentar a informalidade.
  • São inimigos jurados dos nintendistas. Se um sonysta vir um nintendista, ele é capaz de surtar. É a mesma coisa que uma briga entre times só que não chega a ser violenta.
  • Criticam ferozmente a Nintendo (empresa concorente) por fazer jogos infantis, mas adoram jogos como Kingdom Hearts, Jak and Daxter, LittleBigPlanet, Crash Bandicoot e Spyro the Dragon
  • Dizem ser fans alienados Sonystas, mas não conhecem nem mesmo seu ex-mascote ou as franquias de sua própria empresa exceto God of War e Shadow of the Colossus.
  • Amavam GTA mais do que suas mães. Depois que a franquia da Rockstar deixou de ser exclusivo da Sony e passou a ser disponível em consoles da Microsoft, nem tocam mais no assunto.
  • Acham que um jogo para ser bom tem quer ser exclusivo da Sony, se não eles odeiam e falam mal dele. Exemplo: Resident Evil que era exclusivo deles e quando passou a ser disponível em consoles da Nintendo foi jurado de morte.
  • São viciados em RPGs japoneses com visual anime, por isso a maioria deles são também otakus.
  • Dizem que os consoles da $ony são melhores pois têm os jogos mais baratos, no camelô da esquina, claro.
  • Alguns chegaram ao ponto de dizer que o Polystation apresentavam mais gráficos que o Nintendo 64.
  • Amam Shadow of the Colossus, LittleBigPlanet e Playstation All-Stars Battle Royale. Por quê? É a coisa mais próxima que a Sony já fez de Zelda, Mario e Super Smash Bros., o sonho de consumo dos sonystas (pena que para isso teriam que comprar um videogame da Nintendo e sua religião não permite).
  • Dizem que o único console não-Sony que foi bom foi o Super Nintendo porque tinha Final Fantasy.
  • Amam a Microsoft e, principalmente, a Nintendo mas como não podem jogar seus jogos no PlayStation 3, as xingam de raiva e inveja.
  • Acham que Metal Gear, Prince of Persia, Devil May Cry, Final Fantasy, Kingdom Hearts e etc, são franquias produzidas por sua empresa.
  • Sonham em ter Halo e Gears of War no PlayStation 3, mas se conformam jogando Killzone e Resistance.
  • Falavam mal de Mass Effect quando não tinha para o PlayStation 3. Agora que tem o 2 e, futuramente, o 3, defendem-o.
  • Jogam Pokémon e são mais fãs do que os próprios Nintendistas.
  • Pelam o saco de jogos que eles não tem a menor vontade de jogar só porque é exclusivo da Sony.
  • Qualquer jogo que não seja japonês, RPG ou da Square é ruim. Exemplo: Super Mario RPG: Legend of the Seven Stars que é as três coisas.
  • Falavam mal frequentemente do sensor de movimento do Wii, mas como a Sony agora imitou a Nintendo com o Move, não o fazem mais.
  • Gastam mais tempo falando mal dos outros videogames do que jogando o PlayStation 3.
  • Comemoram como se fosse final de Copa do Mundo quando um videogame não Sony ou o jogo que eles querem tanto jogar e não tem para o PlayStation 3 vendem mal.

Práticas Comuns[editar]

Sackboy (mascote oficial da Sony), muito admirados por Sonystas não Noobs

As práticas comuns desse tipo de religião se baseiam em: